segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Tentativa de homicídio foi registrada em Bodó. PM prende o acusado

Informações obtidas com J JÚNIOR
Por volta das 20 horas do Sábado, 03/11, uma tentativa de homicídio foi registrada na cidade de Bodó tendo como vítima JOSÉ GENILDO DE MACEDO, 40 anos, residente na rua Lauro Assunção, Centro de Bodó. O acusado foi preso pela Polícia Militar e confessou o delito, ambos tinham problemas pessoais e vinham se estranhando faz um tempo.
O suspeito FRANCISCO CANINDÉ FERREIRA, 39 ANOS, residente na mesma rua da vítima, usou uma espingarda tipo bate bucha para atirar em seu desafeto que foi atingido no pescoço e na clavícula, ao dar entrada no hospital de Currais Novos o quadro de saúde de JOSÉ GENILDO se agravou e ele foi transferido as presas para Natal em estado de choque considerado grave.

O acusado foi encaminhado para Caicó para os procedimentos de flagrante.

Vereador eleito tem carro metralhado e ex-candidata tem casa crivada de balas em Tibau

FOCOELHO
Um vereador e uma ex-candidata ao legislativo de Tibau, no litoral norte potiguar, foram alvos de dois ataques criminosos na manhã do sábado (03). Em ambos os casos, ninguém ficou ferido. No primeiro ataque, o carro do vereador eleito Nildo Luz foi metralhado com mais de 60 tiros. A parte traseira do veículo ficou totalmente destruída. Em outra situação, a ex-candidata a vereadora Arissandra Fernandes de Souza também foi alvo de atentado durante a manhã. Ela teve a fachada de sua casa crivada de balas. Através de postagem em seu perfil no Facebook, Arissandra contou que se sentiu surpresa com o ocorrido. "Hoje fomos surpreendidos com 5 tiros de calibre doze na minha casa, estilhaço de bala por todo canto", afirmou. Até então, não se sabe o que motivou os atentados. Felizmente, nas duas situações ninguém ficou ferido. A Polícia Militar confirmou que os envolvidos não quiseram falar sobre o assunto.

“Estou me esforçando, mas tem um momento que você se esgota”, diz o Comandante Geral da PM no RN



Comandante da PM não descarta que seu tempo à frente da PM pode estar acabando
Sidiney Silva: O repórter Marcelo Lima da Tribuna do Norte, entrevistou o comandante Geral da PM do Rio Grande do Norte, o Coronel Dancleyton Leite e nos relatos feitos ao jornalista, ele afirma que seu tempo à frente da instituição está perto do fim.
Dificuldades financeiras, falta de pessoal e até de munição. Passados quase 11 meses desde que assumiu o Comando da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, o coronel Dancleiton Pereira Leite só viu a situação piorar na corporação. Nesse período, ele observou uma queda no valor das diárias operacionais (pagas para policiais trabalharem eventualmente nas folgas): de R$ 1,7 milhão por mês para R$ 50 mil – um corte de 97,06%. Isso tem um reflexo na insegurança, visto que era possível garantir cerca 500 policiais a mais nas ruas todos os dias com o valor anterior. Agora, o quantitativo pago é de, no máximo, 30 homens. Na entrevista a seguir, o coronel falou  que o déficit também impede a ampliação do programa Ronda Cidadã. Apesar das notícias ruins, ele confirmou a publicação do edital para o concurso da Polícia Militar ainda neste mês.  Ele também deixou claro que “tudo tem limite” e que o seu tempo à frente da instituição está “bem pertinho” de se encerrar.
Leia a entrevista aqui

Acidente na BR- 406 próximo à Jandaíra deixou duas vítimas fatais

FOCOELHO
Aconteceu um grave acidente na BR- 406 no início da noite do sábado (03) próximo a cidade de Jandaíra, RN, dois veículos colidiram violentamente. Passageiros ficaram presos as ferragens de um dos veículos. Duas equipes do SAMU foram acionadas para socorrendo as vítimas.
As vítimas fatais são; Tarcísio Pereira de Lima, mais conhecido por “Tabara”, pescador da praia de Enxu Queimado, município de Pedra Grande e a outra vítima fatal foi o despachante credenciado do Detran em João Câmara conhecido popularmente por Papadinha. Cinco pessoas se envolveram no acidente, três foram socorridas para Natal pelas equipes do SAMU.

Elize Matsunaga é condenada a 19 anos e 11 meses de prisão por morte do marido 10

Uol: Após uma semana de júri popular, a bacharel em direito e técnica em enfermagem Elize Matsunaga, 35, foi condenada na madrugada desta segunda-feira (5) a 19 anos, 11 meses e 1 dia de prisão pelo assassinato, esquartejamento e ocultação do cadáver do marido, o empresário Marcos Kitano Matsunaga, em maio de 2012.
Além do crime de destruição e ocultação de cadáver, Elize foi considerada culpada pelo corpo de jurados formado por quatro mulheres e três homens por uma das três agravantes do crime de homicídio que constavam na denúncia do Ministério Público: impossibilidade de defesa da vítima (tiro de curta distância).
Foram 18 anos e 9 meses pelo crime de homicídio qualificado e 1 ano, 2 meses e 1 dia, mais 11 dias multa, pela ocultação e destruição de cadáver --pouco mais da metade da pena máxima que Elize poderia receber, que seria de 33 anos de prisão (30 por homicídio e três por ocultação). 
Marcos Matsunaga foi morto no duplex de pouco mais de 500 metros quadrados onde o casal morava com a filha de um ano, na Vila Leopoldina, com um tiro de pistola 380 efetuado por Elize. Em seguida, ele teve o corpo seccionado em sete partes que acabaram espalhadas pela mulher na região de Cotia, na Grande São Paulo. Elize estava presa preventivamente desde junho de 2012 na Penitenciária de Tremembé, no interior paulista.
A decisão dos jurados foi lida em plenário pelo juiz do caso, Adílson Palkoski Simoni, ao final de um dia de júri dominado pelo interrogatório da ré e pelos debates entre acusação e defesa – que ao abriram mão de réplica e tréplica.
Durante a semana, depoimentos longos, de até dez horas, acabaram derrubando a previsão inicial do Tribunal de Justiça de São Paulo, que previa cinco dias para o júri iniciado na última segunda-feira (28). Das 16 testemunhas ouvidas, a maioria (9, além de mais duas comuns de acusação e defesa) era da acusação –representada no julgamento pelo promotor José Carlos Cosenzo e o assistente dele, Luiz Flávio D'Urso, advogado da família Matsunaga desde os primeiros dias após o crime.

Legista e tia foram nomes da defesa

Entre as testemunhas, a mais emblemática, por parte da defesa, foi o perito criminal e médico legista Sami El Jundi, que atuou na exumação dos restos mortais de Matsunaga, 11 meses após o assassinato. Em dez horas de depoimento –o mais longo do júri, e mais que o dobro, por exemplo, das 4h35 de interrogatório da própria Elize --, ele rebateu a perícia feita à época pela Polícia Científica de São Paulo ao concluir que a vítima não havia sido morta com um tiro de curta distância, tampouco que havia sido esquartejada ainda viva –porque morrera com o tiro.
Outra testemunha de relevância para a defesa foi a tia de Elize, a técnica em enfermagem Roseli de Araújo, que mora no interior do Paraná, é a principal afetiva da ré e única pessoa da família a visitá-la, uma vez por mês, no presídio. Foi pelo depoimento dela que veio a público, pela primeira vez, a informação de que Elize havia sido abusada pelo padrasto, na adolescência, quando ela ainda morava com a família em Chopinzinho (PR). Segundo a testemunha, a sobrinha fugiu de casa, na ocasião, e só foi descoberta um mês depois no Conselho Tutelar de Gravataí (RS).
No depoimento, a técnica em enfermagem lamentou a família Matsunaga ter permitido apenas uma visita à sobrinha, filha de Elize, desde 2012. Foi ela quem cuidou da criança nos dois meses seguintes à prisão da então autora confessa dos crimes. A guarda definitiva da criança é alvo de uma ação na Vara de Infância e Juventude de São Paulo, já que a família de Elize alega ter condições financeiras para pedir a guarda compartilhada.

Delegado, prima e irmão foram indicados pela acusação

Pela acusação, uma das testemunhas de maior peso foi o delegado que indiciou Elize à época, Mauro Gomes Dias. Em mais de cinco horas de depoimento, ele reforçou os argumentos de que a ré "agiu sozinha" na morte e esquartejamento do marido. O delegado afirmou que o clima entre o casal "estava péssimo" antes do crime, uma vez que Elize desconfiava de relações extraconjugais do marido e teria confirmado ao menos uma delas por meio de um detetive, contratado dias antes do crime.
O detetive, Willian Coelho de Oliveira, também foi ouvido por indicação da acusação e relatou ter presenciado o empresário com uma mulher, em um bar e em um restaurante, como se fossem namorados.
Ainda pela acusação, depuseram o irmão da vítima, o empresário Mauro Kitano Matsunaga, e a prima, a empresária Cecília Yone Nishioka. Ela descreveu um estilo de vida exótico e permeado por consumo de produtos de luxo pelo casal, de quem acabou se tornando madrinha de casamento e da filha. Cecilia os definiu como exímios atiradores, conhecedores e apreciadores de vinhos e restaurantes caros, de viagens para o exterior –de duas a três por ano –e com hábitos exóticos em casa, como a posse de uma  jiboia dentro do apartamento.
Já o irmão da vítima definiu que "ele gastava mais com ela do que com ele" e resumiu: "Ele endeusava a Elize". Em várias ocasiões, durante o júri, a acusação argumentou que Matsunaga proporcionava "uma vida de princesa" à mulher –versão combatida pela defesa da ré com os casos extraconjugais do empresário que renderam, por exemplo, uma mesada de R$ 27 mil por mês e uma Pajero à última amante, garota de programa pelo mesmo site de relacionamentos por meio do qual, em 2004, Matsunaga havia conhecido Elize.

Em interrogatório, Elize chora e diz que "não queria" ter matado o marido

Descrita pela maior parte das testemunhas como uma pessoa discreta, de pouca fala e sem demonstrar tantas emoções em público, Elize chorou todos os dias de júri –especialmente durante o depoimento da tia quando ela falou dos avós maternos, que a criaram, e do pai que fora embora de casa quando a ré tinha três para quatro anos.

Ela chorou em diversas oportunidades também o interrogatório, durante o qual não quis responder as perguntas da acusação –como adiantado, durante a semana, pela defesa –alegando que "ela [a acusação] não estava interessada em saber a verdade".

Ao ser interrogada pelo juiz, a ré alegou ter matado o marido durante uma discussão na qual ele ofendera a família dela, ameaçara interná-la para tratamento psiquiátrico e ficar com a filha do casal. O motivo, na versão de Elize, é que ela havia contado ao marido sobre a traição descoberta pelo detetive pago com dinheiro de Mastsunaga –ainda que o casal tivesse conta conjunta. Ela negou ter premeditado o crime e ter esquartejado o marido ainda vivo e garantiu ter atirado para se defender, já que ele a teria agredido com um tapa no rosto e teria isso para a direção dela.

"Eu não queria matar o Marcos, jamais fiz com crueldade. E se eu estiver mentindo, que Deus me castigue da pior forma possível", afirmou. "Isso [o uso de meio cruel, ou seja, o esquartejamento da vítima enquanto ainda vivo] não aconteceu. Sinto muito pela minha sogra e por todas as pessoas que eu machuquei com esse ato infeliz da minha parte. Minha filha foi o presente mais maravilhoso que Deus me deu, queria pedir perdão para ela", falou. "Eu estava em um turbilhão de emoções: mágoa, raiva, porque ele falou da minha família, e aliviada –porque cada vez que eu falava que ele tinha outra pessoa [uma amante], ele dizia que eu estava louca", relatou.

"Não queria que a minha filha crescesse sem o pai dela"

Aos jurados, Elize explicou ter se tornado garota de programa –condição em que conheceu o futuro marido, no final de 2004 –no final do curso de técnico em enfermagem que era bancado pela tia Roseli e pela avó materna em Curitiba. Lá, disse ter conhecido uma aluna de nutrição que obtinha rendimentos maiores por meio da prostituição. Conforme a ré, ela aderiu à atividade como forma de bancar o curso de direito que faria quando se mudasse para São Paulo, em 2004. "Eu só comecei a fazer programa porque queria pagar a faculdade", definiu.

Elize começou a namorar Mastunaga em 2005, foi morar com ele em um flat em 2007 e se casou no civil e no religioso em 2009. Em 2010, descobriu a primeira traição do marido, mas, ao se descobrir grávida, o perdoou. "Eu o perdoei porque queria que a minha filha tivesse uma história diferente da minha. Cresci sem o meu pai, não queria que ela crescesse sem o pai dela", afirmou.

No sábado (3), dia em que defesa e acusação exibiram depoimentos colhidos pela investigação policial e outros materiais complementares ao que fora trazido pelas testemunhas, os advogados de Elize leram aos jurados um atestado de bom comportamento emitido pela direção da Penitenciária de Tremembé e um exame psicossocial que aponta arrependimento e preocupação da presa com  o futuro da filha, hoje com cinco anos.

O laudo foi elaborado pela Vara de Infância e Juventude onde corre o processo sobre a guarda da criança. Conforme o documento, desde que foi presa Elize "canaliza seus impulsos para atividades laborativas" e em busca da remissão da pena –uma vez que a cada três dias trabalhados ela descontaria um de uma eventual pena. Ainda segundo o laudo, Elize manifestou "total arrependimento" pelo crime, disse sentir muito pela sogra e "verbalizou uma grande preocupação" com o futuro da filha, de quem disse sentir saudades.

O documento não fez menção a uma eventual psicopatia da presa –por outro lado, destacou que ela "demonstra afetividade e autocrítica" e que tem "preservadas as orientações psíquicas".
 

Corpo de Gil é enterrado no cemitério em Nova Cruz sob aplausos

Tribuna do Norte – O corpo do jogador Gil, uma das vítimas da tragédia do voo da Chapecoense, na Colômbia, foi enterrado às 20 horas deste domingo, no cemitério Nossa Senhora da Conceição, em Nova Cruz, cidade natal do atleta. A cerimônia foi restrita a família, amigos e convidados, as demais pessoas que foram tentar ao cemitério ficaram atrás de um cordão de isolamento feito pela Polícia Militar.
Apesar de ser caseiro e circular pouco quando ia até Nova Cruz em férias, a situação e o drama vivido pela família do atleta comoveram a cidade. Pessoas de várias cidades vizinhas e até da Paraíba se fizeram presente ao ginásio de esportes do município para a cerimônia do último adeus. Por onde o comboio com caixão passava, recebia aplausos dos moradores da cidade e isso não foi diferente na porta do cemitério.
Gil era uma pessoa considerada tímida, mas de muito bom coração. O jogador Robinho, hoje no Cruzeiro, fez questão de marcar presença na despedida do amigo, junto com Rafinha. Ambos atuaram junto com o jogador potiguar no Coritiba.
“Perdi um irmão, nós começamos a carreira juntos no Mogi-Mirim e fizemos uma amizade muito forte. Dividíamos quarto e até o beliche. Então o mínimo que poderia fazer era prestar essa última homenagem e vir aqui a Nova Cruz abraçar a família”, ressaltou o atleta cruzeirense.
O clima de comoção entre os amigos do bairro foi grande, o irmão Geraldo Madureira, ex-jogador do ABC, deixou o cemitério chorando muito e teve de ser amparado por colegas para conseguir andar até o carro e retornar para casa.
Gil deixa a mulher e duas filhas, uma de três e outra de cinco anos. O empresário do atleta, Marcel Camilo, disse que agora vai cuidar da questão da indenização que a família tem direito. O próximo passo será aguardar a conclusão das investigações pelo trágico acidente e depois procurar responsabilizar criminalmente o culpado.
“Se o seguro for pago da forma correta, acredito que a família do atleta não irá sofrer qualquer tipo de privação. Vamos acompanhar tudo”, ressaltou.

Cinco suspeitos de explodirem caixas eletrônicos morrem em troca de tiros com polícia; arsenal é apreendido

Cinco pessoas morreram em uma troca de tiros com a polícia na noite do sábado (3) em São José de Mipibu, na Grande Natal, durante uma operação da Divisão de Combate ao Crime Organizado (Deicor). Foram apreendidas várias armas, como fuzis, espingardas e pistolas, além de explosivos, carros roubados e drogas.
A operação aconteceu no distrito de Pium de Cima. O objetivo era desarticular uma quadrilha. Com a chegada da polícia ao local, os criminosos reagiram e trocaram tiros. Além dos cinco mortos, dois homens foram presos.
No local a polícia apreendeu 5 fuzis, 2 espingardas calibre 12, 1 submetralhadora 9mm, 9 pistolas, material explosivo pronto para uso, crack, balança de precisão, balaclavas, luvas, botas e centenas de municões de fuzis, pistolas e submetralhadora.

sábado, 3 de dezembro de 2016

Santana do Matos: corpo do ex-prefeito Osvaldo Gomes,será velado na Paróquia Santuário de Senhora Sant’Ana

 Foto rede-social
O corpo do ex-prefeito Osvaldo Gomes, deverá chega ainda na noite deste sábado (03) na Paróquia Santuário de Senhora Sant’Ana onde será velado durante toda noite. 
As 7hs da manhã deste Domingo (04), acontecerá a missa de corpo presente na Paroquia Santuário Sant´Ana em Santana do Matos, em seguida o corpo segue para o Distrito de São José da Passagem onde será sepultado.

Santana do Matos: Ex Prefeito Oswaldo Gomes de Assunção Morre aos 96 anos

Santana do Matos perdeu um ex-prefeito na manhã deste sábado (03). Oswaldo Gomes de Assunção tinha 96 anos.
 Oswaldo Gomes foi prefeito de Santana do Matos na década de setenta, ele era pai dos Vereador José Antônio e Zé Aírton, vice prefeito eleito da cidade Bodó. O seu sepultamento está marcado para amanhã domingo 04-12  às 9:hs da manhã no Distrito de São José da Passagem, município de Santana do Matos.

Da redação do blog: Fica aqui registrados, os nossos mais sinceros sentimentos de pesar aos familiares pela perda deste grande homem.

Nova Cruz esta preparar para o velório do volante Gil

Nova Cruz esta preparar para o velório do volante Gil, uma das vítimas do trágico acidente com o avião da empresa Lamia, que transportava a delegação da Chapecoense para Medellín. A família do jogador acredita que o funeral deva acontecer até no máximo a segunda-feira (5).
 
Um veículo do Corpo de Bombeiros foi solicitado pelo 8° Batalhão da Polícia Militar, com sede em Nova Cruz, para fazer o translado com o corpo. De acordo com o Coronel Tavares, que responde pelo destacamento, a intenção é de que o veículo com o corpo do jogador faça um cortejo pelas principais ruas da cidade, antes de ser levado ao cemitério municipal.
 
Os batedores da Polícia Militar irão acompanhar todo o cortejo. A área no entorno do ginásio poliesportivo Geovana de Azevedo Targino, onde o corpo de Gil será velado, será interditada para veículos. Tavares acredita que mais de 10 mil pessoas passem pelo local para se despedir do volante.
 
“Posso dizer que não só o povo de Nova Cruz se comoveu com essa tragédia. Há uma mobilização em toda a região agreste de pessoas que querem participar do funeral. A Polícia Militar está traçando um plano de operações para garantir que tudo ocorra dentro da normalidade”, contou o policial.
 
A cidade de Nova Cruz possui cerca de 37 mil habitantes. Gil nasceu em Santo Antônio, a 80 quilômetros de Natal, mas viveu toda a infância e adolescência em Nova Cruz. Foi no São Sebastião, um dos mais tradicionais clubes do município, que ele deu os primeiros passos para a profissionalização, aos 14 anos.
 
 O empresário do volante, Marcel Camilo, e a esposa do atleta, Valdécia Paiva, acompanharam o velório na cidade catarinense. Além da mulher, Gil deixa duas filhas - de dois e quatro anos.
 

Despedida Cinzas de Fidel chegam a Santiago; cortejo tem emoção e coro ensaiado

Como medir a popularidade do líder de um país onde não há imprensa livre ou eleições e onde opositores costumam frequentar a cadeia?
Na chamada Caravana da Liberdade, que desde a última quarta (30) está atravessando o país com as cinzas de Fidel Castro, centenas de milhares de pessoas se perfilaram nas ruas e rodovias para avistar, por poucos segundos, a pequena urna funerária levada por um veículo militar.
A multidão era uma mistura de grupos uniformizados de estudantes e de funcionários públicos, moradores que acudiram espontaneamente e outros tantos resignados a esperar o fim de bloqueios rodoviários de até 6 horas de duração para seguir viagem.
Por volta das 12h locais deste sábado (3), o cortejo fúnebre chegou a Santiago, berço da Revolução Cubana. À noite, haveria um ato multitudinário com o esperado discurso de Raúl Castro.
As homenagens a Fidel, morto na sexta (25) aos 90 anos, terminam com o funeral neste domingo (4), em Santiago de Cuba. A caravana percorreu cerca de 900 km desde Havana, no sentido contrário ao da marcha revolucionária que levou o líder comunista ao poder, em janeiro de 1959.
Em Santa Clara, a urna de Fidel passou a noite de quinta (1º) para sexta (2) no mausoléu onde estão os restos do guerrilheiro Che Guevara.
A cidade na região central de Cuba foi o palco do último encontro ente os dois, em 1966. No ano seguinte, Che seria assassinado na Bolívia.
Na passagem do cortejo, era comum ver pessoas se emocionarem até as lágrimas. Em Sancti Spíritus (a 344 km de Havana), uma idosa, chorando e com uma bandeirola em mãos, nem percebeu a rápida passagem do caixão.
Mas nem todas as manifestações eram espontâneas. Um dia antes da passagem do cortejo, estudantes do internato Roberto Coco Peredo, na zona rural da província de Camaguey, ensaiavam, à beira da rodovia, a balançar bandeirolas e a entoar o lema oficial do luto.
“Yo soy Fidel!”, gritavam em coro os estudantes, enquanto um professor exortava: “Mais alto! Mais alto!”.
Em comum a todos que esperavam pelo cortejo, elogios a Fidel e declarações de apoio ao regime. As poucas críticas aludiam à difícil situação econômica do país caribenho.
“Entrevistar cubanos é extremamente difícil”, diz uma jornalista de meio não-estatal, sob a condição do anonimato. “Nunca se sabe o que estão realmente pensando ou qual parte do que pensam não querem que se saiba por medo das consequências.”
Ao contrário do que dizia a TV estatal, muitos preferiram ignorar a despedida. Em Cienfuegos (a 250 km de Havana), a praça onde existe um ponto de conexão à internet estava cheia de gente com o rosto grudado no celular no momento da caravana. Em Cuba, poucos têm direito de ter internet em casa, e os telefones celulares tampouco se conectam.
Presente na homenagem ou alheio a ela, o que ninguém ousou desrespeitar foi a proibição de música em lugares públicos. Mesmo num país de tradição musical, a reportagem não ouviu nenhuma nota ao cruzar o país.
Já a venda de álcool ocorria livremente nos hotéis estatais em Havana, onde só há turistas estrangeiros.

Aviões com corpos de vítimas de acidente aéreo chegam a Chapecó

Chegaram a Chapecó, Oeste de Santa Catarina, os dois aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) com 50 corpos das vítimas do acidente aéreo com a delegação da Chapecoense. A primeira aeronave pousou no Aeroporto Municipal Serafin Enoss Bertaso às 9h28 deste sábado (3), sob aplausos e choro dos familiares.  O segundo voo da FAB chegou às 9h43.

Por volta das 10h, os caixões começaram a ser retirados por militares, sob uma chuva constante. O primeiro foi o do jogador Thiaguinho, de 22 anos. Salvas de tiros foram disparadas no início e no final do cortejo, pouco antes das 11h, até os veículos abertos que levarão os caixões à Arena Condá.
 Familiares aplaudem e choram com a chegada do primeiro avião com os corpos das vítimas
(Foto: Glauco Araújo/G1)

A chegada foi acompanhada pelo presidente da República, Michel Temer, e por familiares das vítimas.  O presidente chegou às 8h46 a Chapecó. Ele estava acompanhado de ministros, do governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo, e de senadores catarinenses.
"Foi um trágico acontecimento que abalou o país, abalou o mundo. Quando vejo essa chuva que está caindo aqui acho que é São Pedro chorando pela mortes desses jogadores", declarou o presidente.
Entre as autoridades que acompanhavam Temer estavam Ronaldo Nogueira, ministro do Trabalho, Leonardo Picciani, ministro do Esporte, Walter Feldman, secretário geral da CBF, e Nivaldo Luiz Rossato, comandante da Aeronáutica, também estão no aeroporto de Chapecó para a cerimônia
Durante a cerimônia de honras militares, o presidente pretendia entregar às famílias a Medalha da Ordem do Mérito Desportivo como reconhecimento do governo federal e do povo brasileiro pelos serviços prestados ao país por todos os que estavam no voo que caiu na Colômbia na madrugada de terça (29), porém essa etapa da cerimônia foi adiada.
Na sexta (2), a assessoria havia informado que ele não participaria do velório coletivo na Arena Condá. Porém, já em solo catarinense, ele informou que iria ao estádio. "Não poderia dizer ontem que iria ao estádio porque a segurança colocaria pórticos e revistaria as pessoas que entram. Só comuniquei agora para facilitar a vida de todos", disse Temer para justificar porque confirmou apenas hoje que iria à Arena Condá e não apenas ao aeroporto.

TENTATIVA DE FUGA NO CDP DE CURRAIS NOVOS

J JÚNIOR
Por volta das 17 horas dessa sexta-feira, 02/12/16, uma tentativa de fuga foi registrada no CDP (Centro de Detenção provisória) de Currais Novos onde os presos tentaram fugir cavando um buraco na parede do banheiro de uma das celas superiores.
Os agentes perceberam e imediatamente pediram apoio da Polícia Militar e juntos conseguiram abortar a fuga.
Na cela haviam 20 presos que deverão ter suas penas aumentadas após essa tentativa de fuga. O buraco foi rapidamente concretado e assim que possível eles retornarão para a cela.
 

POPULAÇÃO EVITA HOMICÍDIO E TOMA ARMA DE ACUSADO EM CURRAIS NOVOS

J JÚNIOR
Por volta das 22 horas dessa sexta-feira, 02/12/16, populares acionaram o COPOM via 190 relatando que haviam dominado e tomado a arma de um jovem na rua Operário José Vicente no bairro Santa Maria Gorete. Rapidamente uma guarnição de Rádio Patrulha foi enviada ao local e ao chegar os PM’s  encontraram o jovem RAFAEL REIS DE OLIVEIRA, 29 ANOS, residente em Currais Novos, que apresentava sintomas de embriaguez e estava ferido com alguns hematomas pelo o corpo e sem parte de um dos dedos das mãos, mas não acharam nenhuma arma. O mesmo foi conduzido pela guarnição para o hospital regional, a princípio ele confessou que tinha ido armado cobrar um dinheiro a uma pessoa que residia naquela rua e que teria sido espancado e tinham levado sua arma.
Minutos depois os populares voltaram a ligar dizendo que a arma, um revólver calibre 38, marca Cobra, nº 123709, havia sido encontrado com 03 munições intactas. A guarnição voltou ao local, pegou a arma, retornou ao Hospital e deu voz de prisão a Rafael que diante dos fatos mudou a versão e disse que não andava armado.
A vítima disse aos policiais que Rafael chegou a sacar a arma e que seu enteado partiu para cima e conseguiu desarmá-lo com ajuda de outros populares, evitando assim, um mal maior. Vítima e acusado foram encaminhados para Caicó para os procedimentos cabíveis.
Essa é a 29ª arma de fogo apreendida esse ano no município de Currais Novos.
 
 

Aviões da FAB chegam à Colômbia para buscar corpos de vítimas de acidente

Três aeronaves devem ficar por cerca de duas horas na Colômbia para o embarque dos corpos


Aline Leal/Agência Brasil
Os aviões cargueiros da Força Aérea Brasileira (FAB) que foram ajudar no traslado dos corpos das vítimas do acidente com o avião que levava a equipe da Chapecoense já voltando ao Brasil eles estiveram em solo colombiano, na Base Aérea de Rionegro, perto de Medellín. As três aeronavesficaram por cerca de duas horas na Colômbia para o embarque dos corpos.
Em seguida, as aeronaves seguiram para Manaus. A previsão é que as três aeronaves C-130 Hércules da FAB cheguem à cidade de Chapecó, em Santa Catarina, por volta das 8h de amanhã.
O acidente aéreo matou 71 pessoas na madrugada do dia 29, entre elas jogadores da Chapecoense, jornalistas e tripulantes. Seis sobreviventes continuam internados em hospitais da Colômbia.
O velório será nesse sábado (3), na Arena Condá, estádio da Chapecoense.


Ele terminou a repatriação dos mortos em acidente de avião



Os corpos são recebidos em Chapecó, onde está o rendir um homenaje.

Uma sonata que dá um passo nos frios e os que foram enviados este sexta-feira um país de origem as vítimas do acidente aéreo ocorriam as nuvens em La Unión (Oriente antioqueño).

Vestido de verde, sobre a pista do Comando Aéreo de Combate n ° 5 (Cacom 5) da Força Aérea Colombiana, o alcalde de Chapecó, Luciano Buligón, observou como os atalhos dos jogadores e os diretivos do clube de futebol Chapecoense eran ingresados A tres aviones Hércules camuflados da Força Aérea brasileña, que para as 6 p. M. Tinha salido para Brasil.

Os corpos dos jogadores Chapecoense e seus gestores foram enviados para honoeres para o Brasil. 
 Guillermo Ossa / ETCE
 
El mandatario agradecido la calidez del pueblo antioqueño, "somos ciudades hermanas. En Chapecó habrá un espacio público llamado 'Ciudad de Medellín' y esperamos invitar al alcalde a la inauguración ", expresó. Horas antes da partida desde a funerária San Vicente de Medellín uma caravana de aproximadamente 30 carros fúnebres que transportavam os 64 corpos, entre eles, os de seis periodistas que acompanhavam o equipamento, até o aeroporto José María Córdova de Rionegro. (Lea también: Los jugadores que la gente quiere ver en el Chapecoense)

Buligón agregado que "Chapecó está ansioso por chegada de sus guerreros, assim como lo está las familias. Que você receberá o corpo de seu ser querido se mitiga um pouco a dor ".

A repatriação começou às 8 da manhã com o corpo do venezolano Ángel Lugo, quem fez parte da viagem. O processo continuou com os de bolivianos Miguel Quiroga (piloto), Ovar Goytia (copiloto), Sisy Arias (piloto), Romel Vacaflores (asistente de vôo) e Alex Quispe (despachador).

Carlos Iván Márquez, director da Unidade Nacional para a Gestão do Riesgo (UNGRD), disse que se trata da culminação da mão-de-obra do Governo e das acções em seus países de origem.

Por outro lado, este sexta-feira Erwin Tumirí, técnico aeronáutico, foi dado de alta da clínica Somer, onde Ximena Suárez, que seria a próxima em sair, se sigue recuperando. Os outros quatro pacientes estão no hospital São Vicente Fundação de Rionegro. De acordo com a Comissão Brasileira de Futebol, um Jackson Follmann se retirou do suporte de ventilação por sua boa evolução.

El periodista Rafael Henzel é uma empresa de manutenção de uma cirurgia de tórax, embora permanece sedado. El futbolista Alan Ruschel também está sob sedação e cuidados intensivos após uma operação em sua coluna que não afectam a sua mobilidade. (Também: Bolívia, Brasil e Colômbia indagan causas de tragédia do Chapecoense)

A defesa Helio Neto também permanece estável, e não há novas estimativas novas intervenções quirúrgicas.

MEDELLÍN

 Foto: Guillermo Ossa / EL TIEMPO



Luto na Sejuc Ex-diretora de Alcaçuz morre em decorrência de um aneurisma nesta sexta-feira

A Secretaria da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed) recebe com pesar, nesta sexta-feira (2), a notícia do falecimento da Diretora do Presídio Raimundo Nonato em Natal, Dinorá Simas.
Dinorá sofreu um aneurisma no começo desta semana sendo submetida a uma cirurgia e infelizmente não resistiu.
Símbolo da presença feminina no Sistema Penitenciário do Rio Grande do Norte, Dinorá Simas Lima Deodato ingressou na Sejuc RN através de concurso público em 2002, junto com mais cento e quatro (104) mulheres aprovadas. Dinorá deixa 4 filhos (dos quais três mulheres e um homem) e 3 netas.
Dinorá Simas já foi vice diretora do Complexo Penitenciário João Chaves, quando esteve à frente da ala feminina do complexo, em 2011, foi diretora da maior unidade prisional do Rio Grande do Norte, em 2012 e assumiu a direção da Cadeia Pública de Natal, em 2015.
Sobre a atuação no sistema penitenciário do RN, o trabalho como agente de segurança foi sua paixão. Firme e ao mesmo tempo simpática, ela atuou com mão de ferro contra o crime sem dispensar a feminilidade na função.

NOTA DE PESAR
O SISPEN/RN está de LUTO. É com bastante pesar e perplexidade que comunicamos ao povo do Rio Grande do Norte o falecimento da Diretora do Presídio Raimundo Nonato  em Natal/RN, a guerreira Dinorah Simas em face de complicações cardíacas no decorrer de uma cirurgia. Uma baluarte do Sistema Penitenciário Potiguar e que deu a vida pelo Sistema Prisional. Em nome da SEJUC, externo a família e aos amigos votos de pesar e sentimentos, rogo à Deus que conforte a família, transformando a dor em saudade. Vai ‘amiga velha’ se encontrar com o nosso Deus. Saudades e eternos agradecimentos pelo apoio dado a minha gestão. Wallber Virgolino.


Ex-candidata a vereadora é executada a tiros no bairro Paredões

A ex-candidata a vereadora em Mossoró, Claudete Benício de Souza, conhecida como "Lôba" foi executada com tiros de escopeta 12 e Pistola na manhã deste sábado (03). Esta foi a morte de número 209° no ano de 2016 na cidade de Mossoró.
O crime aconteceu próximo do Mercado da Cobal, no bairro Paredões, segundo a Polícia os criminosos estavam em um carro do tipo Sandero, cor prata.
Populares relataram para a Polícia, que um dos atiradores provavelmente saiu baleado por um popular que estava no local e reagiu a ação criminosa. A vítima de 52 anos de idade, foi atingida com tiros de escopeta 12 na região da cabeça.
A Polícia Militar isola o local, e aguarda a chegada das equipes do Instituto Técnico-Científico de Polícia (ITEP) e da Delegacia de Plantão.
 

sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Entrevista Dom Jaime Vieira Rocha Arcebispo Metropolitano

Corpos das vítimas do acidente na Colômbia chegam ao Brasil na manhã de sábado

Os corpos dos brasileiros que morreram no acidente aéreo da última terça-feira (29) na Colômbia devem chegar a Chapecó na manhã de sábado (3). O itinerário do vôo que vai transportar as vítimas da tragédia foi divulgado nesta quinta-feira (1º) pelo Ministério das Relações Exteriores.
A decolagem de Medellín está prevista para hoje (2), às 19h, pelo horário de Brasília. O avião deve voar por quatro horas e meia até Manaus, onde fará uma parada técnica para abastecimento. De lá, o avião segue por mais seis horas até a cidade catarinense.

A viagem terá uma duração total de 12 horas, contando com o tempo de parada para abastecimento. Assim, a previsão é de que a aeronave pouse no aeroporto de Chapecó às 7h da manhã de sábado.
Segundo confirmou o Palácio do Planalto, o presidente da República Michel Temer vai acompanhar a chegada dos corpos das vítimas. Ele deve participar de uma cerimônia no aeroporto da cidade catarinense, mas não irá ao velório coletivo na Arena Condá.


Onda crescente de assaltos e roubos em Angicos – “Uma Terra Sem Lei”, segundo a população.

Carlos Costa: Se a insegurança estava numa crescente em Angicos, agora ela foi para a estratosfera, e alcançou alturas nunca antes alcançadas.
Depois de uma semana de pequenos assaltos e roubos durante a noite, na tarde desta quinta feira, as pessoas se sentiram ameaçadas em plena luz do dia, e fragilizadas por um sistema que já não as protege como elas gostariam.
Em frente à escola estadual Professor Francisco Veras, que fica próxima a delegacia de polícia local, um ladrão levou os celulares de duas alunas que estavam na frente da escola. Ele chegou numa moto Bross, de cor azul, e segundo populares que acompanharam de longe, o meliante efetuou o assalto. Depois seguiu tranquilamente.
Mas não terminou ai, pois próximo ao INSS, e a outra escola da cidade, uma senhora foi alvo do mesmo sujeito, que tentou roubar a bolsa da mulher. Por pouco não conseguiu, e ainda conseguiu arrancar a alça da bolsa, que caiu ao chão. A sorte da senhora foram os populares que chegaram rapidamente e amedrontaram o ladrão, que se evadiu do local.
No cair da tarde, já próximo do pôr do sol, novos roubos, agora na ponte que leva do Centro até o bairro Monsenhor Pinto, pela via que vem da rodoviária. Na sequência, tivemos informações que um bar que fica próximo ainda foi molestado pelo(s) Ladrão(ões).
Pelo visto, a coisa está preta para os angicanos, que já não sabem mais a quem recorrer.
As queixas são grandes nas redes sociais, e todos denunciam a situação em que se encontra a cidade de Angicos, agora apelidada pelo povo de: “Terra sem lei”.

 

TIM vai expandir 3G para mais 27 cidades potiguares até dezembro entre elas Angicos

A TIM vem ampliando sua rede e reforçando a qualidade da cobertura em todo o Nordeste. Neste segundo semestre de 2016, 342 municípios da região, ainda não cobertos com o 3G, serão beneficiados através do plano de investimentos da companhia para expansão da tecnologia.
Após Cerro Corá, Jardim de Piranhas, Jardim do Seridó, Lagoa Nova, São João do Sabugi e Serra Negra do Norte terem sido contemplados com o sinal no primeiro semestre, a ampliação da cobertura alcançará mais 27 novos municípios potiguares até o próximo mês de dezembro.
Há ainda seis locais que contam com projetos de expansão, mas aguardam o compartilhamento de infraestrutura de rede com outras empresas. Dos atuais 62 municípios norte-rio-grandenses, a TIM passará a atender o total de 95 com o 3G após a conclusão do projeto, cobrindo cerca de 90% da população urbana do Estado com a tecnologia.
Municípios que receberão o 3G da TIM este ano:
Alexandria – Angicos – Apodi – Areia Branca – Baia Formosa – Canguaretama – Caraúbas –Caicó – Goianinha – Grossos – Guamaré – Ipanguaçu – Itaú – Macau – Martins – Maxaranguape – Monte Alegre – Nísia Floresta – Nova Cruz – Rio do Fogo – Santa Cruz – São Jose do Campestre – São Miguel do Gostoso – São Paulo do Potengi – Taipu -Tibau – Touros 


Bandidos roubam dinheiro do cofre de banco em Acari nesta madrugada; Carros foram queimados na estrada

Desta vez, sem o uso de explosivos, bandidos roubaram a Agência do Banco do Brasil da cidade de Acari, localizada na região Seridó do Rio Grande do Norte. A ação foi por volta das 2 horas da manhã, segundo informou o Cabo Paulo do policiamento local.
Os criminosos, teriam arrombado a agência e tido acesso ao cofre central da unidade. Lá dentro, eles usaram maçaricos e roubaram todo o dinheiro, fugindo em seguida.
Nas saídas de Acari para Carnaúba dos Dantas e para Currais Novos, os criminosos queimaram dois carros. O objetivo era impedir, ou atrasar, a chegada de viaturas da Polícia Militar das cidades vizinhas. Os carros queimados, foram caminhonetes Hilux.
O bando era formado por aproximadamente, 6 homens, que estavam fortemente armados. Inclusive, existe informação de que um popular foi ferido de raspão com um tiro efetuado pelos criminosos no local. A pessoa estava nas imediações.
A Polícia Militar foi acionado, isolou a agência e foram iniciadas as diligências na região.

Fotos: Blog de Olho da Notícia

Tragédia na Colômbia Corpo do volante Gil chegará a Nova Cruz em carro do Corpo de Bombeiros

O corpo do jogador potiguar Gil, uma das vítimas da tragédia com o avião da Chapecoense, deve chegar ao Rio Grande do Norte na noite deste sábado (3). Do Aeroporto Internacional de Natal — Governador Aluízio Alves, ele seguirá direto para a cidade de Nova Cruz, onde será enterrado. O transporte será feito por um carro do Corpo de Bombeiros, segundo informou a corporação.
De acordo com a Assessoria de Imprensa do Corpo de Bombeiros, a viatura foi solicitada pelo Coronel Tavares do 8° BPM, e detalhes como data do translado e modelo do carro devem ser decididos nos próximos dias.