sexta-feira, 30 de novembro de 2018

Tênis de Mesa de Mossoró encerra ano com confraternização e última etapa do rating local neste sábado, 1º

O esporte amador na cidade de Mossoró, apesar das dificuldades em conseguir apoios comerciais, continua atuante motivado pela paixão e dedicação de seus praticantes. O Tênis de Mesa é um exemplo disso. 

O esporte que surgiu na Inglaterra, no século XIX, e chegou ao Brasil na primeira década do século seguinte, teve suas atividades iniciadas oficialmente em Mossoró no início dos anos 2000 – com representação e conquistas em competições estaduais, regionais e até nacionais. Além disso, se destaca também na arbitragem com o professor Mário Paz, que atua desde 2002 em competições regionais e desde 2006 em eventos nacionais, tendo obtido a certificação de árbitro internacional do esporte – onde atuou junto com mais dois árbitros de Mossoró nas Paralimpíadas Rio 2016. Desde então essas representações e conquistas continuam – sobretudo em âmbito estadual com a realização de Etapas do Campeonato Estadual de Tênis de Mesa e na arbitragem com participação na Etapa Nacional dos Jogos Escolares da Juventude realizado este ano em Natal. 

Diante desse quadro, há ótimas perspectivas para realização de duas etapas em Mossoró do campeonato estadual em 2019, além de muitas outras atividades; como o tradicional rating local, cursos e aperfeiçoamento de árbitros. No sábado (1º), a partir das 14h, será realizada a V Etapa do Rating Mossoroense de Tênis de Mesa 2018, e logo após terá uma confraternização entre os praticantes do esporte com o balanço dos resultados obtidos neste ano, além de entrega de premiação e informes sobre o planejamento para o próximo ano. 

O encontro acontece no Diocesano Clube Tênis de Mesa, localizado na área de lazer Drácon Bessa, que fica por trás do Ginásio Padre Sátiro (Carecão) – o acesso ao espaço se dá pelo Colégio Diocesano Santa Luzia. Interessados em conhecer e saber mais do esporte na cidade podem entrar em contato com o Prof. Mário Paz pelo telefone (84) 9 8882-5255.

CARAÚBAS/RN: ACUSADA DE DAR APOIO A GRUPO CRIMINOSO É PRESA

 
Policiais Civis com apoio da Policial Militar, cumprem, nesta quinta feira, 29 de novembro, um mandado de prisão preventiva em desfavor de Renara Júlia Bezerra,na Cidade de Caraúbas,no Oeste do Rio Grande do Norte.
Conforme o delegado Christiano Othon, titular da Delegacia de Polícia Civil de Caraúbas, Renara é companheira do foragido Judson Rodrigues Vieira, "Juca Ladrão" e encontra-se grávida do mesmo, onde segundo as investigações, Renara teria fornecido apoios logísticos em várias empreitadas criminosas (ROUBO, FURTOS, ETC) realizadas pelo foragido.
Os policiais receberam informações através do disque denúncia, onde o denunciante ressaltava a presença da foragida da justiça na residência situada na Rua Antônio Francisco, Centro, de Caraúbas, oportunidade em que os policiais efetuaram diligências e lograram êxito na captura. 
Após os procedimentos de praxe Renara Júlia foi encaminhado ao Pavilhão Feminino da Penitenciária Mario Negócio em Mossoró, onde ficará à disposição da Justiça.
O Delegado Dr. Christiano Othon, ainda ressalta que Juca é integrante da quadrilha que vitimou o policial militar Ildonio Jopsé da Silva, onde encontra-se atualmente em local incerto e não sabido. A polícia civil ressalta em parceria com o Ministério Público, Tribunal de Justiça e Polícia Militar, mais uma "coiteira" foi presa. 
Icem Caraúbas

MACAU-RN: 'MENINO DE OURO' É EXECUTADO A TIROS

Início da tarde de 29 de novembro de 2018 foi movimentada na área policial na cidade de Macau no Rio Grande do Norte.
Um homem identificado como por Alisson Kleiton “Alcunha Menino de Ouro”, foi executado a bala no beco do Siri. Ele veio a óbito ainda no local.
Segundo informações de populares, a vítima tinha se livrado de uma tentativa de homicídio há poucas horas nas proximidades da rua São Pedro. 
A polícia militar esteve no local, e o conduziu até a 5ª Regional da Policia Civil, para fazer o boletim de ocorrência. Um dos disparos chegou a perfurar sua camisa.
Menino de Ouro, em vez de ir para sua residência ao sair da delegacia, foi para um ponto de drogas, conhecido em Macau por beco do Siri. 
Os criminosos não desistiram,e perseguiram a vítima que ainda tentou se livrar da morte, mas foi alcançado pelos os seus desafetos, e alvejado com vários disparos.
Alyson tinha várias passagens pela polícia por assalto a mão armada, tráfico de drogas e roubo, atualmente cumpria pena no regime aberto e usava uma tornozeleira eletrônica. A polícia realiza diligências para tentar localizar os criminosos. 
O corpo da vítima ainda se encontra no local esperando os procedimentos da Policia Cientifica para fazer a perícia, e em seguido ser removido para o Itep de Mossoró. A 5ª Regional da Policia Civil irá investigar o caso.
 
PASSANDO NA HORA

Câmara aprova prisão domiciliar para gestantes e mães


A Câmara dos Deputados aprovou  o projeto de lei 10269/18 que prevê a substituição da prisão preventiva por prisão domiciliar no caso de mulher gestante ou se for mãe ou responsável por crianças ou pessoas com deficiência. O texto segue para sanção presidencial.
Portanto, a grávida ou mãe/responsável por crianças ou pessoas com deficiência, que estão presas em regime fechado, poderão mudar de regime, caso o crime pelo qual foram condenadas não tiver envolvido violência ou grave ameaça a pessoa. A medida exclui condenadas que tenham vínculos com organizações criminosas.
Pelo Código de Processo Penal, a decisão atualmente fica a critério do juiz, que define substituir a pena de prisão preventiva no caso de gestantes e em outras cinco situações, dentre as quais a mulher com filho de até 12 anos e quando a pessoa for indispensável aos cuidados especiais de pessoa menor de seis anos de idade ou com deficiência.
O texto determina ainda o regime de cumprimento de pena privativa de liberdade de condenadas na mesma situação. Também inclui a possibilidade de medidas alternativas, como o uso de tornozeleira eletrônica.

Progressão de pena

Pela proposta aprovada, a presidiária gestante ou que for mãe/responsável por crianças ou pessoas com deficiência poderá mudar de regime se, cumulativamente, não tiver cometido crime com violência ou grave ameaça a pessoa.
O texto diz ainda que a condenada, que se enquadra em uma das circunstâncias, pode ser beneficiada se não tiver cometido o crime contra seu filho ou dependente; tiver cumprido ao menos 1/8 da pena no regime anterior; ser ré primária e ter bom comportamento carcerário, comprovado pelo diretor do estabelecimento.
Pelo projeto, se a condenada cometer novo crime doloso ou falta grave perderá o benefício a essa progressão mais vantajosa que a regra geral, de cumprimento de 1/6 da pena e com comportamento.
Quanto aos crimes hediondos, como latrocínio (assalto seguido de morte); sequestro seguido de morte; ou favorecimento da prostituição ou de outra forma de exploração sexual de criança ou adolescente ou de vulnerável; o projeto prevê progressão de regime com a mesma regra.

Monitoramento

O Departamento Penitenciário Nacional deve monitorar a integração social e a ocorrência de reincidência daquelas sob regime domiciliar alcançado com a progressão de regime (fechado para domiciliar).
Com avaliações periódicas e estatísticas criminais serão geradas informações que poderão amparar se a progressão especial para esse grupo está sendo efetiva ou não, o que poderia redundar em desnecessidade do regime fechado de cumprimento de pena para essas mulheres nos casos de crimes cometidos sem violência ou grave ameaça.
A descentralização do sistema penitenciário nacional permite aos órgãos locais equivalentes acompanhar esses dados perante as penitenciárias localizadas em seus estados.

*Com informações da Agência Câmara de Notícias

Currais Novos/RN: Mulher que sofre de depressão está desaparecida

 
Está desaparecida a senhora Maria Gorete Dantas de Medeiros residente na rua Riacho das Queimadas, N 57, próximo ao 2º GPRE no bairro Dr. José Bezerra (Promorar). 
 
Segundo informações de familiares, dona Maria sofre de depressão crônica e quando tá em crise fica igual a uma criança. 

Uma multidão de pessoas do sitio maxinaré estiveram até 1h da manhã desta sexta-feira nas buscas de dona Maria Gorete mas até o momento sem informações que levem a sua localização.

Qualquer informação que ajude a localizá-la ligar para (84)9 9616-2780 ou 190. 

A família está aflita, vamos ajudar.
 
Atualizado as 05:30

Com informações da: PM Currais Novos

LAGOA NOVA/RN: Corpo da professora lagoanovense Gorette Guimarães é sepultado no Distrito Manoel Domingos


Após velório e missa, no fim da tarde dessa quinta-feira, 29 de novembro, o  corpo da professora lagoanovense Maria Gorette Guimarães foi sepultado do Distrito Manoel Domingos. Maria Gorette, que era mais conhecida por "Liquinha", faleceu aos 66 anos, no início da noite de ontem. Foi diretora da Escola Dom José Delgado e era esposa do atual vereador Ivamar Domingos, com quem constituiu família, composta de seis filhos e alguns netos.

De acordo com informações de um familiar, a professora, lutava contra um câncer desde 2017. "Enfrentou várias sessões de quimioterapia, radioterapia os médico ja havia liberado estava indo apenas nos retornos. Aparentemente estava bem e de repente!!", revelou a irmã Iva Guimarães, também professora.


Ao tomar conhecimento do falecimento, o líder sindical e professor Edilberto das Neves, fez homenagem a memória da docente, demonstrou sentimento de luto e destacou a dedicação em educar. "Profª Liquinha educou muitos, agora,  receba sua graça nos céus!Domingos, Guimarões e Educação...Luto...", disse ele.

Em razão de ter dirigido escola, da rede municipal de ensino, na condição de funcionária pública, a o prefeito constitucional Luciano Santos, publicou nota de pesar e, ao mesmo tempo, decreto luto oficial no município durante três dias. "O prefeito de Lagoa Nova, Luciano Santos, comunica sentimento de pesar, em virtudade do falecimento da funcionária públiva Maria Gorette Guimarães Domingos" assim, descorria a mensagem.

Por outro lado, Antônio Domingos Soares,  presidente da Câmara de Vereadores local, também externou consternamento pela morte da educadora e decreto de luto por três dias,  e pulicou a mensagem:

"PORTARIA Nº 022/2018, em 29 de novembro de 2018.

O Presidente da Câmara Municipal de Lagoa Nova, Estado do Rio Grande do Norte, no uso de suas atribuições regimentais e considerando o súbito falecimento da Srª Maria Gorete Guimarães Domingos, Servidora Pública do Município e esposa do Vereador José Ivamar Domingos, 

R ES O L V E:

Decretar luto oficial no âmbito da Câmara Municipal de Lagoa Nova nos dias 29 e 30 de novembro de 2018, sendo facultado o expediente funcional das atividades administrativas da Câmara Municipal de Lagoa Nova no dia 29/11/2018, ficando transferida para o 03/12/2018 a realização da 14ª sessão ordinária do período, no horário regimental, ficando desde já todos os Vereadores convocados", conclui. 

Por Eliabe Alves-Repórter

quinta-feira, 29 de novembro de 2018

Justiça Eleitoral do RN cassou o mandato de 11 prefeitos em 2018

 

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE) efetivou a cassação de 11 prefeitos em 2018. A média é de um gestor condenado por mês. Em razão das sentenças de perda de mandato, somente este ano foram realizadas sete eleições suplementares para a substituição dos políticos cassados.
O último caso foi o da prefeita da cidade Santa Cruz, Fernanda da Costa Bezerra (MDB), que perdeu o mandato no dia 27. Além da chefe do executivo municipal, a Justiça Eleitoral também cassou o mando do vice, Ivanildo Ferreira Lima Filho (PSB), e de sete vereadores da cidade da região agreste.
A prefeita e o vice foram condenados pela prática de abuso de poder político com repercussão econômica nas eleições de 2016. Os dois gestores foram afastados das funções públicas, e o presidente da Câmara Municipal assume provisoriamente a prefeitura até a realização de novas eleições.
Segundo dados do TRE, oito prefeitos foram condenados por abuso de poder econômico em 2018, sendo esta a maior causa da perda de mandatos dos gestores. Em outros três casos, além do abuso econômico, também se registrou a ação de captação ilícita de votos, como nos casos de São José de Campestre, Galinhos e Parazinho.
Em Guamaré, um dos primeiros casos registrados este ano, a condenação decorre da comprovação da afinidade familiar do prefeito eleito em 2016, Hélio Willamy Miranda da Fonseca (MDB), cujo cunhado, Auricélio Teixeira, o antecedeu na chefia do executivo, algo que é proibido pela Justiça Eleitoral.
Ainda de acordo com o Tribunal Regional Eleitoral, apenas em 2018, já foram realizadas oito eleições suplementares para a substituição de prefeitos cassados (Paraú, João Câmara, Pedro Avelino, São José de Campestre, Parazinho, Galinhos, Pendências e Água Nova). Além destes pleitos, a Justiça Eleitoral vai realizar em dezembro, no próximo dia 9, o processo de substituição do prefeito de Guamaré.
O valor gasto pela corte Eleitoral com as eleições suplementares é alto. Somente nos casos de Água Nova e Pendências, cujas eleições suplementares ocorreram no último dia 25 de novembro, os gastos totais foram de R$ 280 mil.

Portal Agora RN

Arcebispo alemão conta que Schumacher está em estado vegetativo


Em entrevista divulgada nesta quarta-feira pela revista alemã Bunte, o arcebispo Georg Gänswein revelou que Michael Schumacher, heptacampeão mundial de Fórmula 1, está em estado vegetativo. No entanto, de acordo com Gänswein, o ex-piloto “sente as pessoas ao seu redor”.
“Ele consegue sentir as pessoas ao redor dele. Sentei na frente dele, segurei as duas mãos e olhei para ele. Seu rosto é, como todos sabemos, o típico rosto de Michael Schumacher, só está um pouco mais cheio”, detalhou, antes de completar.
Gänswein contou também que mantém contato até hoje com Corinna Schumacher, mulher do piloto. De acordo com o arcebispo, ele prometeu à família de Schumacher não falar sobre o estado atual do piloto, que tenta recuperar sua saúde desde o grave acidente.
- Sua esposa é a alma da família, que é o ninho protetor de que Michael precisa absolutamente - finalizou o religioso.

Bolsonaro diz ao TSE que vai devolver R$ 8,2 mil e pede aprovação de contas

Adriano Machado / Reuters
Bolsonaro, presidente eleito do Brasil

A defesa do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), informou ao ministro Luís Roberto Barroso, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que irá devolver aos cofres públicos R$ 8.275 para reparar supostas irregularidades apontadas pela área técnica do tribunal, e pediu que as contas da campanha sejam, portanto, aprovadas sem nenhuma ressalva.
A manifestação foi recebida pela Corte Eleitoral nesta quarta-feira, 28, dentro do processo em que o TSE irá julgar as contas do presidente eleito. A expectativa é que isso ocorra na sessão do dia 4 de dezembro. Na terça-feira, 27, a procuradora-geral eleitoral, Raquel Dodge, recomendou a aprovação, com ressalvas, das contas de Bolsonaro, em concordância com o parecer da área técnica do TSE.
No documento apresentado pela defesa do presidente eleito, os advogados rebatem inconsistências expostas, mas avisam que irão devolver R$ 5.200 relacionados a indícios de recebimento de doação de fonte vedada (como é no caso de pessoas jurídicas, de origem e permissionárias do serviço público) e R$ 3.075 de doação com recursos de origem não identificada, somando os R$ 8 275 que irão para os cofres públicos.
Sobre o primeiro tópico, a campanha afirma que as vedações legais foram avisadas aos doadores, que enviaram dinheiro à campanha por financiamento coletivo. “O candidato, ao longo do processo eleitoral, não teria como antecipar tal fato, tendo tomado ciência da vinculação de doadores a permissão do serviço público somente por meio desta informação, que efetivou o cruzamento dos dados. É importante destacar a dificuldade de se apurar esse tipo de Fonte Vedada, que depende fundamentalmente da declaração do doador”, escrevem os advogados.
Em torno do segundo tópico em que haverá devolução de dinheiro, a defesa aponta que a inconsistência de dados dos doadores decorre de falha no preenchimento de documentos de doação. “Outro ponto importante a se destacar é que tal modalidade de financiamento de campanha está sendo utilizada pela primeira vez nestas eleições e os mecanismos devem ser aperfeiçoados para os próximos pleitos”, completam.
A defesa conclui pedindo que, diante das justificativas apresentadas, as contas sejam aprovadas, e julgadas pela Corte sem ressalvas. A questão precisa estar analisada pelo TSE para que Bolsonaro possa ser diplomado, mas não há necessidade de aprovação.

Governador Luiz Fernando Pezão é preso em operação da Polícia Federal

Prisão aconteceu no Palácio Laranjeiras -

Rio - O governador Luiz Fernando Pezão (MDB) foi preso, na manhã desta quinta-feira, em uma operação da Polícia Federal. O governador recebeu voz de prisão no Palácio Laranjeiras, residência oficial do governo do estado. Ele é acusado de receber propina durante os sete anos em que foi vice-governador nos mandatos do então governador Sérgio Cabral (2007-2014). Ao todo, a operação, um desdobramento da Lava Jato no Rio, pretende cumprir nove mandados de prisão, expedidos pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ).
A operação é resultado de delação premiada de Carlos Miranda, apontado como o operador da quadrilha chefiada por Cabral. De acordo com Miranda, Pezão recebia ilegalmente uma mesada de R$ 150 mil quando era vice-governador e teria recebido dois prêmios no valor de R$ 1 milhão e um terceiro de R$ 300 mil para pagar obras em sua casa, em Barra do Piraí, no Sul Fluminense.
Os agentes da PF, do Ministério Público Federal (MPF) e da Receita Federal também estão no Palácio Guanabara, sede do governo do estado, para cumprir mandados de busca. Há ainda buscas na casa do governador em Piraí.
Além do governador, o secretário de Obras José Iran Peixoto Júnior também é alvo da operação. Estão sendo feitas ainda buscas na residência de Hudson Braga, ex-secretário de Obras de Cabral, na Barra da Tijuca, na Zona Oeste.
Citado por Paulo Melo
A prisão de Pezão aconteceu dois dias depois do depoimento à Polícia Federal do deputado estadual Paulo Melo (MDB), preso na Operação Cadeia Velha, em novembro de 2017, e também alvo da Operação Furna da Onça, deflagrada no último dia 8. O governador, do mesmo partido do parlamentar, foi citado como tendo procurado os deputados presos na Furna da Onça para que eles indicassem cargos no governo do estado, principalmente no Detran.
A Furna da Onça investiga 10 deputados, um ex-secretário de Governo e outros servidores públicos suspeitos de transformar a Alerj em uma "Propinolândia". Eles teriam montado uma rede de corrupção ligada ao ex-governador Sérgio Cabral, também do MDB, para lavagem de dinheiro e loteamento de cargos públicos e mão de obra terceirizada em em órgãos da administração estadual.
No depoimento, Paulo Melo também admitiu que fez indicações, revelando o nome de Carla Adriana Pereira, então diretora de Registro do Detran, como um deles. Presa na Furna da Onça, Carla Adriana é suspeita de ser uma das operadores do esquema.
Além de Paulo Melo, também foram ouvidos os outros dois caciques do MDB presos na Cadeia Velha, os ex-presidentes da Alerj, Jorge Picciani e Edson Albertassi. Melo e Albertassi estão presos em Bangu e Picciani está em prisão domiciliar.
Os juízes que estão a frente da operação sabatinaram Paulo Melo, principalmente, sobre as planilhas e anotações feitas a mão com divisão de cargos em órgãos e até na Alerj, apreendidas na casa de Shirlei Aparecida Martins Silva, ex-chefe de gabinete de Albertassi e então subsecretária dos Programas Sociais da Secretaria de Ciência, Tecnologia, Inovação e Desenvolvimento Social. Ela também foi presa na Furna da Onça
Cabral foi preso em novembro de 2016 na Operação Calicute. Ele é suspeito de receber milhões em propina para fechar contratos públicos durante sua gestão no Governo do Rio. Atualmente, o ex-governador está preso em Bangu e já acumula mais de 180 anos de prisão em sete condenações
Furna da Onça
A Operação Furna da Orna surgiu de um desencadeamento da Cadeia Velha, quando foram presos os deputados Paulo Melo, Edson Albertassi e o então presidente da Alerj, Jorge Picciani, todos do MDB. Eles também foram da nova operação, juntamente com outros sete deputados: André corrêa (DEM), Chiquinho da Mangueira (PSC), Coronel Jairo (MDB), Luiz Martins (PDT), Marcelo Simão (PP), Marcos Abrahao (Avante) e Marcus Vinícius "Neskau" (PTB).
Além deles, também foram presos, o então secretário de Governo de Pezão Affonso Monnerat, O presidente do Detran, Leonardo Silva Jacob, e seu antecessor no cargo, Vinicius Farah, dentre vários assessores parlamentar e outros servidores públicos. Ao todo, foram 22 prisões
Picciani já cumpria prisão domiciliar por causa da Operação Cadeia Velha, assim como deputados Edson Albertassi e Paulo Melo já estavam presos em Bangu.
De acordo com Ministério Público Federal (MPF), o esquema mantido por eles movimentou R$ 54 milhões em pagamentos para que deputados votassem em projetos que beneficiassem o governo do estado na Alerj. Em troca, o Executivo cedia cargos, principalmente, no Detran.
Os deputados recebiam uma propina mensal (mensalinho) durante seu segundo mandato do governador Sérgio Cabral (2011- 014). A denúncia do MPF aponta que Chiquinho da Mangueira foi beneficiado com mais de R$ 3 milhões, Paulo Melo com R$ 900 mil por mês, Jorge Picciani R$ 400 mil, André Corrêa R$ 100 mil, Edson Albertassi, Luiz Martins e Marcos Abrahão R$ 80 mil e Coronel Jairo e Marcos Vinícios "Neskau" recebia R$ 50 mil e Marcelo Simão R$ 20 mil.
O nome da operação faz referência a uma sala de reuniões que fica perto do plenário da Alerj, onde os deputados, segundo as investigações, se reuniam para rápidas discussões antes das votações no plenário.
No último dia 12, o Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2) transformou a prisão temporária dos deputados André Correa, Chiquinho da Mangueira, Coronel Jairo, Luiz Martins, Marcos Abrahão e Marcus Vinicius "Neskau" e do ex-secretário de Governo Affonso Monnerat em prisão preventiva.
Cadeia Velha
Deflagrada em novembro de 2017, a Operação Cadeia Velha levou três importantes membros da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) à prisão. Os principais alvos foram o então presidente da Alerj Jorge Picciani, o ex-presidente Paulo Melo e o então líder do governo Edson Albertassi. Todos são do MDB e faziam parte de uma quadrilha envolvendo o ex-governador Sérgio Cabral.
De acordo com o Ministério Público Federal os parlamentares comandavam um esquema de corrupção em que usavam sua influência para aprovar projetos na Alerj em favor de empresas de ônibus, através da Federação de Transportes Rodoviários do Estado do Rio de Janeiro (Fetranspor), e também de empreiteiras.
As investigações surgiram a partir da delação de Carlos Miranda, considerado o operador financeiro da organização criminosa chefiada por Cabral.
Em atualização...

MP arquiva denúncia contra Carlos Eduardo e Álvaro Dias por propaganda antecipada

José Aldenir / Agora RN
Carlos Eduardo, ex-prefeito de Natal, e Álvaro Dias, atual prefeito
A Procuradoria Regional Eleitoral no Rio Grande do Norte (PRE/RN) arquivou uma investigação de que a manutenção de postagens no perfil da Prefeitura Municipal de Natal no Facebook enaltecendo o então prefeito Carlos Eduardo poderia configurar conduta vedada pela lei eleitoral. A ilicitude alcançaria, em tese, tanto o ex-prefeito, que ocupava o posto quando veiculadas (entre fevereiro e abril de 2018), quanto o atual gestor de Natal, Álvaro Dias, que estava no posto quando iniciado o período proibido (a partir de 7 de julho de 2018), no qual, em tese, as postagens deveriam ser removidas.
Segundo o Procurador Eleitoral Auxiliar Kleber Martins, porém, Carlos Eduardo não tinha como determinar a remoção das postagens, pois ele não era mais prefeito em 7 de julho de 2018. Embora esse poder estivesse nas mãos de Álvaro Dias nessa ocasião, o Procurador também entendeu que não é razoável esperar que um prefeito recém-empossado tivesse conhecimento dessas postagens, dadas suas múltiplas e mais importantes atribuições. Compreender o contrário, nas palavras do Procurador, seria atribuir a este último uma responsabilidade objetiva pela situação, o que não é permitido nesse campo.
Considerou, ainda, que esse potencial de conhecimento pelo novo prefeito é ainda mais reduzido se levarmos em conta que as mesmas postagens alcançaram pouca visibilidade – mensurada pela quantidade de “curtidas” que cada uma delas teve -, o que reflete, igualmente, sua baixa capacidade de ter beneficiado eleitoralmente o então candidato Carlos Eduardo.
Pontuou, por fim, o membro do Ministério Público Eleitoral que os casos em que o Tribunal Superior Eleitoral sancionou o gestor se referiram a situações em que este ocupava o posto quando das publicações enaltecedoras de sua pessoa e ainda nele se encontrava quando iniciado o período em que deveria ter mandado removê-las, o que é diferente da hipótese envolvendo Carlos Eduardo.

Quatro adolescentes são apreendidos durante operação na cidade de São Rafael

 
Desde o início da manhã desta quarte feira, 28 de novembro, a polícia militar da cidade de São Rafael, sob o comando do Sgt Galdino localizou e prendeu alguns menos de idade suspeitos de vários delitos.

Segundo informações, o Sgt Galdino ao tomar conhecimento de que elementos armados de faca e possivelmente um revólver estavam praticando vários delitos na zona rural da cidade, caiu em campo juntamente com sua equipe.

Diante das diligencias, a Guarnição conseguiu apreender quatro menores de idade, já dois suspeitos maiores de idade conseguiram fugir, a polícia continua em diligencias no intuito de prender os elementos, trazendo de volta a paz aos cidadãos de bens da cidade de São Rafael.

O ato delituoso mais recente do bando foi furtos de fios elétricos, uma bomba elétrica e alguns bichos de criação de ovelha.

Foram aprendidos; Fios tipo cabo PP, uma espingarda calibre 12, um simulacro de pistola. Maconha, uma maquita, uma máquina de choque pra cerca, dois pés de maconha entre outros objetos.

Sgt Galdino informou a nossa reportagem que ainda esta em diligencias e não para até prender todos os responsáveis pelos assaltos, roubos, furtos e arrombamentos na sua área, já os adolescentes apreendidos foram conduzidos a delegacia de policia civil de AssuParabéns a toda PM do destacamento da cidade de São Rafael.
 
Do Focoelho

Sindipetro: campos da Bacia Potiguar foram adquiridos por uma “microempresa”

Alex Régis
Extração de petróleo no Rio Grande do Norte
A 3R Petroleum, empresa que adquiriu por US$ 453,1 milhões os 34 campos de produção terrestres na Bacia Potiguar da Petrobras, dentro do processo de desinvestimento da companhia estatal, está registrada no Cadastro Geral da Pessoa Jurídica, da Receita Federal, na categoria de microempresa.
Nesta quarta-feira, no site do Sindicato dos Petroleiros do Rio Grande do Norte (Sindipetro-RN), essa informação é noticiada com o seguinte título: “Microempresa compra Riacho da Forquilha por US$ 453 milhões”.
O Conselho de Administração da Petrobras aprovou na terça-feira,27, a cessão da participação da empresa em 34 campos de produção terrestres de petróleo, localizados na Bacia Potiguar, no Rio Grande do Norte. O fechamento da transação está previsto para o próximo dia 7 de dezembro.
Trata-se de campos maduros em produção há mais de 40 anos, distantes 40 Km ao sul de Mossoró, na região Oeste. Os campos foram reunidos em um único pacote batizado de Polo Riacho da Forquilha, cuja produção atual é estimada em 6 mil barris de petróleo por dia.
Nesta quarta-feira, um assessor do Sindipetro-RN contou que, tão logo a operação foi anunciada, a diretoria do Sindicato começou a pesquisar a história da desconhecida 3R Petroleum, cuja primeira operação dessa natureza despertou a curiosidade dos petroleiros. “E qual não foi a surpresa nossa quando descobrimos que a empresa que desembolsará os R$ 453 milhões é um microempresa!”, ironizou a fonte.
No site do Sindicato esta situação é comentada da seguinte maneira:
“De fato, em visita ao site da 3R, não é possível encontrar ‘expertise’ que comprove capacidade de gestão de campos de petróleo e, particularmente, em implantação de projetos de otimização de produção em campos terrestres. O mais surpreendente, no entanto, é a informação sobre o porte da 3R constante no Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica da Receita Federal”.
Já segundo a Petrobrás, a 3R Petroleum é uma empresa brasileira de óleo e gás com atuação focada na América Latina, preenchendo “os requisitos necessários para ser uma Operadora C no Brasil de acordo aos critérios da ANP”.
Hoje, a estatal conta com 100% da concessão pública, exceto nos campos de Cardeal e Colibri, onde 50% de participação divide com a empresa Partex.
Já nos campos Sabiá da Mata e Sabiá Bico-de-Osso, a Petrobras tem 70% de participação, enquanto a sócia Sonangol fica com os 30% restantes.
Para o Sindicato dos Petroleiros (Sindipetro), a venda dos campos de produção terrestre da Bacia Potiguar afetará direta e indiretamente a vida de mais de 7 mil pessoas que sobrevivem da atividade.

quarta-feira, 28 de novembro de 2018

Tibau do Sul/RN: Caixas Eletrônicos do BRADESCO e estourados na manhã desta quarta-feira


Informações chegadas de Timbau do Sul, aproximadamente 30 homens estouraram os caixas eletrônicos do BRADESCO, na manhã desta quarta-feira.

Segundo populares aproximadamente 50 tiros de fuzil foram dados em um intervalo de 10 minutos.


Polícia Civil prende suspeito de matar mulher com tiros no rosto em Macaíba, RN

 
Policiais civis do município de Macaíba, na Grande Natal, prenderam na manhã desta terça-feira um homem suspeito de matar uma mulher a tiros, crime ocorrido no dia 17 de setembro no bairro Vilar.
Segundo o delegado Normando Feitosa, a vítima foi identificada como Francicleide Soares dos Santos, de 28 anos. Ela estava bebendo com um casal de amigos em casa quando dois homens chegaram em uma motocicleta e também começaram a beber. Em um determinando momento, no entanto, a mulher foi levada para um dos quartos da residência e levou dois tiros no rosto. Depois, o corpo dela foi arrastado e jogado no meio da rua.
As outras pessoas que estavam na residência não foram feridas. Em depoimento, elas não souberam dizer a motivação do crime.
A Polícia Civil de Macaíba agora trabalha na tentativa de localizar o segundo suspeito.
A operação foi denominada Cartas na Mesa, em alusão ao apelido do suspeito preso, que também é investigado por assaltos e outros crimes cometidos na região.
G1/RN

Angicos: Deficiências estrutural e de pessoal em unidades policiais são averiguadas pelo MPRN

 
O promotor de Justiça da comarca de Angicos, região Central potiguar, bacharel Augusto Carlos Rocha de Lima, determinou a instauração do Procedimento Administrativo Extrajudicial nº 119.2018.001099, em matéria de Controle Externo, concebido pela Portaria nº 2018/0000540783, que foi veiculada por meio do exemplar desta terça (27) do Diário Oficial do Estado.
O ato tem por fim acompanhar as providências para melhorias físicas e de pessoal das Delegacias de Polícia de Angicos, Afonso Bezerra e Fernando Pedroza, especialmente o depósito de bens e veículos apreendidos e a designação de pessoal suficiente para as demandas da unidade policial.
O representante do Ministério Público do RN (MPRN) requisitou à Delegacia Geral de Polícia Civil do RN (Degepol/RN), estabelecida na capital do estado, que informe, em 15 dias, quais as providências serão tomadas para sanear as irregularidades detectadas no Relatório de Inspeção.

Guerra do atum: empresários temem novos ataques a barcos


Após o ataque promovido por um barco chinês contra um pesqueiro potiguar, quinta-feira da semana passada, os empresários do setor temem que isso se torne comum. E que a produção pesqueira do Rio Grande do Norte comece a registrar prejuízos.
De acordo com Gustavo Burle, que atua no setor, a disputa antes era mais diplomática dentro do órgão internacional de pesca do atum. Há cerca de dois anos, a questão ficou mais complicada, envolvendo disputa no mar. “Agora passou um ataque à vida humana. Essa guerra parece que começou agora”, disse
Gustavo Burle conta que recentemente um barco da sua empresa teve sua produção alterada por causa da situação. Segundo ele, a tripulação informou que não estava indo para uma área mais produtiva por temer o encontro com alguma embarcação chinesa.
“Já dá para sentir que vai ter impacto. Não tem como mensurar isso ainda porque é muito cedo. O que é muito triste, porque o Rio Grande do Norte é um grande exportador de atum”, disse.
O Rio Grande do Norte produz por ano de 20 mil a 25 mil toneladas de atum, o que rende um total de R$ 70 milhões somente com a exportação de atum fresco. De acordo com o subsecretário de Pesca do RN, Alberto Cortez, esse produto é muito bem aceito no mercado internacional, principalmente o norte-americano.
Ainda segundo ele, a cadeia produtiva da pesca oceânica gera 4 mil postos de trabalho. Ao todo, RN e Ceará produzem por ano cerca de 30 mil toneladas de atum, o que rende um total estimado de R$ 600 milhões/ano.

Fernandinho Beira-Mar é liberado para dar entrevista em Mossoró


O traficante Luiz Fernando da Costa, 51 anos, mais conhecido como Fernandinho Beira-Mar, conseguiu na Justiça Federal do Rio Grande do Norte autorização para dar uma entrevista dentro do presídio federal de Mossoró. A reportagem será feita pela Record TV.
O pedido foi feito pela advogada dele, Paloma Gurgel de Oliveira Cerqueira. O objetivo é falar sobre o livro que Beira-Mar escreveu durante os últimos anos, no qual ele dá sua versão para vários crimes famosos ocorridos no Brasil, como a morte do jornalista Tim Lopes, em 2002.
O título seria “Fernandinho Beira-Mar: somos criminosos?”. Beira-Mar é considerado um dos maiores traficantes do país. Ele é apontado também como alta liderança do Comando Vermelho (CV), organização criminosa que disputa com o Primeiro Comando da Capital (PCC) o controle do tráfico no Brasil.

Túnel de Neópolis será interditado neste sábado por 4 meses, anuncia DNIT


Aldair Dantas
Túnel será desativado para obras de melhorias na BR-101
A Superintendência Regional do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (DNIT) no Rio Grande do Norte anunciou nesta terça-feira, 27, que o túnel de acesso à Av. das Alagoas, no bairro de Neópolis, zona Sul de Natal, será interditado a partir deste sábado, 1º, em virtude da continuidade das obras de melhorias da BR-101.
De acordo com o órgão, os veículos que utilizam o túnel para acesso ao bairro podem utilizar, dentre outras alternativas, a Av. Ayrton Senna, a Rua Pantanal ou Av. dos Pinheirais. Devido a interdição, a parada de ônibus próxima ao supermercado Sam’s Club será temporariamente desativada, voltando a funcionar apenas após o término das obras.
Para os passageiros que utilizaram o ponto para embarque e desembarque, o DNIT orienta que, nos casos de viagens intermunicipais, as pessoas se desloquem para as paradas nas proximidades dos supermercados Carrefour ou do Atacadão. Já no casos de viagens interbairros, os passageiros utilizem a parada anterior, próxima a concessionária Natal Veículos.
(Foto: Divulgação / DNIT)
A Rua Profª. Marieta Guerra, que fica na lateral do Supermercado SAM’s Club, terá o seu sentido de tráfego invertido durante todo o período de obras, de modo a permitir o acesso ao comércio
local e residências. Já os usuários da BR-101 que trafegam nos trechos que sofrerão intervenção deverão trafegar com máxima atenção, de modo a evitar acidentes e possíveis transtornos.