quinta-feira, 31 de janeiro de 2019

Prova: São Miguel do Gostoso, Assú, Santana do Matos e Currais Novos receberão o 21º Rally RN 1500 em 2019

Foto arquivo

Reconhecido como um dos melhores eventos do gênero e, sem dúvida, o mais querido, o 21º Rally RN 1500 percorrerá cerca de 550 km de especiais pelo RN, com muita diversidade de terrenos.

Entre os dias 02 e 07 de abril acontecerá a edição de 2019, reunindo os principais pilotos e navegadores do país nas categorias motos, quadriciclos, UTVs e carros, que enfrentarão os mais emocionantes e difíceis caminhos e trilhas.

Com as planilhas em fase final de conferência, a organização do evento confirma as cidades-sede do rali, com São Miguel do Gostoso, Assú e Currais Novos, adianta a assessoria de comunicação da prova.

O 21º Rally RN 1500 será válido pelo Campeonato Brasileiro de Rally Off Road para carros, motos, quadriciclos e UTVs, com organização da KTC Produções e supervisão da Confederação Brasileira de Motociclismo (CBM) e Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA). 

As inscrições já estão abertas, com preços promocionais, e poderão ser feitas no siteoficial: www.rallyrn1500.com.br.

A repetição das cidades do ano passado não significa repetir os roteiros. As sedes escolhidas estão intimamente ligadas à história da prova.

Currais Novos já recebeu o evento em 20 oportunidades, enquanto São Miguel do Gostoso estará no roteiro pela 15ª vez.  Assú, por sua vez, também já fez parte da prova e estará mais uma vez no roteiro.

Todas elas sempre se destacaram por receber bem o evento e os participantes, demonstrando toda a grande receptividade do povo potiguar.

Barragem Armando Ribeiro tem reserva atual em 20,19%

 
A Barragem Armando Ribeiro Gonçalves, maior reservatório potiguar, com capacidade para 2,4 bilhões de metros cúbicos, atualmente está com 484 milhões 475 mil de metros cúbicos, ou 20,19% de sua capacidade total de acumulo de água.

Filha encontra celular, crachá e caminhão de pai que segue desaparecido

 Giselle Santana/Arquivo pessoal

Giselle Santana, de 22 anos, recuperou o celular intacto do pai Sebastião Divino Santana, de 58 anos, que continua desaparecido após o rompimento da barragem da Vale na última sexta (25).
Ela contou ao G1 que, quando estava dentro da UPA de Brumadinho, conheceu uma mulher que se prontificou a ajudá-la. Segundo ela, o amigo da mulher que a ajudou quebrou o vidro do caminhão usado por Sebastião para buscar o celular. O veículo estava na portaria da Vale.
“Em questão de 20 minutos, através de alguém da Vale que conhecia essa mulher, descobri que o crachá da Vale e o cartão do CPF estavam dentro do caminhão. E o caminhão dele não tem barro”, disse Giselle.
“A gente fantasia e cria hipótese, mas não tem certeza. Ele pode estar na mata e precisando de ajuda. Se estiver na lama, merece um enterro digno. A cada minuto que passa, a esperança diminui. Só posso pedir a Deus força para receber qualquer notícia”, afirmou.

No 7º dia após desastre, esperança diminui e número de vítimas aumenta

 Washington Alves/Reuters

No sétimo dia de buscas por vítimas do desastre causado pelo rompimento da barragem Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho, nos arredores de Belo Horizonte, as autoridades contabilizam 99 mortos e 259 desaparecidos. O número de vítimas aumenta na proporção que a esperança diminui. Bombeiros experientes relatam que há dificuldades devido ao mar de lama que tomou conta da região.
Os trabalhos de resgate começam diariamente, por volta das 4h, e vão até a noite. A barragem B6, com água, segue monitorada 24 horas, sem risco de rompimento. Um plano de contingência, entretanto, foi elaborado de forma preventiva.
Buscas
Nos dois últimos dias, segundo o Corpo dos Bombeiros, as buscas se concentraram onde ficava o antigo refeitório da Vale. É realizado monitoramento na área por onde os rejeitos se espalharam, coberta a partir de grupos distribuídos em 18 pontos. Há locais em que a lama se acumula a 10 metros de profundidade.
Ontem (30), tropas enviadas de São Paulo começaram a atuar em seis pontos de monitoramento. As atividades também foram reforçadas por 58 voluntários, que ficam nas imediações e contribuem na verificação de vestígios de corpos.

Por Notícias Ao Minuto

Styvenson precisa descer do palanque, diz líder do partido que capitão se elegeu

José Aldenir / Agora RN
Styvenson Valentim, senador eleito pelo RN
Eleito senador da República com pouco mais de 742 mil votos nas eleições de 2018, o capitão da Polícia Militar e ex-comandante da Lei Seca no RN, Styvenson Valentim, foi criticado por Freitas Júnior, porta-voz da Rede Sustentabilidade, partido pelo qual o capitão se elegeu.
Desde que foi eleito, Styvenson pouco tem aparecido nas reuniões da bancada federal com a governadora Fátima Bezerra (PT). Somente na última terça-feira, 29, é que foi publicado um registro do futuro parlamentar ao lado da líder do Executivo estadual.
Para Freitas, Styvenson precisa começar a se comportar como senador e passar a debater a situação crítica do Rio Grande do Norte, sobretudo quando se trata das finanças. O Estado possui hoje mais de R$ 1 bilhão em dívidas junto aos servidores por causa de salários atrasados.
“Como quem estendeu a mão pra ele ser candidato e permitiu que superasse a burocracia partidária, acho que já é momento de descer do palanque e dar as mãos à governadora Fátima. O RN precisa superar essa crise. Não podemos pensar na próxima eleição agora”, opinou.
Atualmente, Styvenson está sem partido. Antes mesmo das eleições, durante o período de campanha eleitoral, o capitão da PM havia entrado em litígio com a direção estadual da Rede Sustentabilidade, já indicando que não iria continuar na legenda após o final do pleito, como de fato ocorreu.

Igarn, Defesa Civil e UFRN testam nova tecnologia de inspeção de barragens no RN

Divulgação / IGARN
Visita à barragem de Campo Grande, localizada em São Paulo do Potengi
Uma parceria inovadora que está sendo firmada entre o Governo do Estado, por meio do Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn) e da Defesa Civil, junto à Universidade Federal do Rio Grande do Norte, por meio do Departamento de Geofísica, trará o auxílio de equipamentos para detecção de fissuras nas barragens do Estado.
Esses equipamentos vão detectar problemas abaixo do solo e das estruturas (que não são vistas apenas com inspeções visuais); análise geológica fornecida pelo próprio departamento; além de utilização de sensores sismográficos, registradores digitais e antenas de GPS, que proporcionarão a otimização dos serviços de inspeção de barragens.
Nesta quarta-feira, 30, foi organizada uma visita à barragem de Campo Grande, localizada em São Paulo do Potengi em que representantes do Igarn, Defesa Civil e UFRN discutiram e avaliaram a utilização dos equipamentos no reservatório como uma fase de testes. Posteriormente, serão visitadas as barragens públicas de Passagem das Traíras (em São José do Seridó), Gargalheiras (Acari) e Calabouço (Passa e Fica), e as particulares, Barbosa de Baixo (Caicó) e Riacho do Meio (Equador).
O estudo visa garantir a otimização das vistorias nos reservatórios potiguares possibilitando o monitoramento remoto dos mananciais. O objetivo é que em um segundo momento todos os reservatórios ou outras construções no estado que possam oferecer algum risco de desastre possam ser mapeados.

quarta-feira, 30 de janeiro de 2019

Polícia Civil cumpre mandado de prisão em Currais Novos


A Polícia Civil de Currais Novos cumpriu na manhã dessa terça-feira (29/01/2019),  mandado de prisão em desfavor de JUDSON MARCOS DE ARAÚJO , 25 anos, VULGO JUBA que tem várias passagens pela polícia e respondia a um processo por tráfico de drogas. Juba foi encaminhado à delegacia para os procedimentos cabíveis e logo após foi transferido para Caicó onde ficará a disposição da justiça.
DA REDAÇÃO/BLOG CN POLÍCIA

Estudo vai avaliar real situação de uma das barragens sob risco no RN

Foto SBT/RN

A barragem de Passagem das Traíras, na região do Seridó potiguar, passará por uma vistoria com o objetivo de verificar a real situação do reservatório. A estrutura fica no município de Jardim do Seridó, a 238 quilômetros de Natal; e foi apontada como uma das cinco no Rio Grande do Norte com risco de desabamento. Essa informação foi publicada em relatório da Agência Nacional de Águas (ANA) em novembro de 2018.
O anúncio sobre esse estudo foi feito pelo secretário estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos, João Maria Cavalcanti, que esteve nesta terça-feira (29) na barragem. Nessa visita, ele foi acompanhado por técnicos que fizeram uma análise preliminar da situação.
O estudo vai gerar um relatório e com base nesse documento o governo do estado fará ou não obras de recuperação na parede da barragem. Na terça-feira, a TV Ponta Negra e o Portal OP9 mostraram que pedaços do maciço da barragem podem ser retirados com a mão.
Atualmente a barragem só está com 0,86% do seu volume. E por conta do seu estado de conservação, não pode receber mais que 6% do volume total. Essa restrição obrigatória é apontada no relatório da ANA. Também neste relatório é apontado que a barragem precisa de R$ 1,1 milhão para projeto de recuperação. Em Jardim do Seridó, as pessoas que moram próximas à Passagem das Traíras temem que algo de ruim aconteça.
De acordo com moradores, desde que foi construída, há 23 anos, a estrutura nunca passou por manutenção. O prefeito da cidade de São Fernando, Polion Maia, diz que a população da cidade – que fica no caminho das águas – está muito preocupada com a situação. Essa cidade fica a 69 quilômetros de Jardim do Seridó. O termo da população é maior ainda diante da perspectiva do Rio Grande do Norte ter um bom inverno, com acúmulo de água nas barragens do estado.

Eduardo Costa se pronuncia após confusão em show nos Estados Unidos

'Eu pedi para o segurança tirar ele e dar uns tapas, é o que ele merecia', disse o cantor

O cantor sertanejo Eduardo Costa.
O cantor sertanejo Eduardo Costa. Foto: Instagram/@eduardocosta

O cantor Eduardo Costa explicou a confusão que ocorreu durante um show em Danbury, em Connecticut, como parte de sua turnê pelos Estados Unidos. Nos vídeos que circularam pelas redes sociais, o cantor pede para que os seguranças retirem um homem da plateia e lhe deem 'uns tapas'.
Após a repercussão, Eduardo se pronunciou em um vídeo no Instagram e confirmou os boatos de que havia pedido para que agredissem o fã: "O cara vai para o show, começa a brigar no meio do público, começa a empurrar as pessoas. Lá no meio do público tinham senhoras de idade, pessoas de bem, que vão para o show para se divertir. Aparece um cidadão bêbado, louco, empurrando, jogando bebida nas pessoas, jogando coisas em cima do palco e isso não é bom. Então eu pedi para o segurança tirar ele e, de fato, dar nele uns tapas, que é o que ele merecia. Para te falar a verdade, ele merecia ir pra cadeia e ser deportado dos Estados Unidos para o Brasil", disse.
O cantor também se desculpou ao brasileiros que estavam presentes no dia do show. "Tenho certeza que as pessoas que estavam no show gostaram da minha atitude porque quando acontece isso, eu mando tirar mesmo, porque eu acho que pode acontecer coisa pior. Começa empurra-empurra ali, dá 'cadeirada', o cara pega uma garrafa de bebida, estava todo alterado, não sei se estava drogado, mas parecia que estava. Então eu não aceito isso no meu show e jamais vou aceitar", completou.
Por fim, Eduardo avisou que, em seus shows, os seguranças são instruídos a agir em qualquer sinal de confusão: "O segurança está lá para isso, para tirar esse tipo de gente que vai para show pra aprontar. Eu não gosto de agressão física, não vou para o show pra isso. Mas se for preciso tirar um cara e dar uns tapas nele, para ele aprender a viver, nós vamos fazer, entendeu?".
O Estado de S.Paulo

Procuradora se manifesta contra a ida de Lula ao velório do irmão

 Reprodução/Twitter Lula

A procuradora federal Carmem Elisa Hessel apresentou, na madrugada desta quarta-feira, 30, manifestação contrária à saída do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva da prisão em Curitiba para o comparecimento ao velório do irmão dele, Genival Inácio da Silva, o Vavá, morto na véspera. Vavá será enterrado nesta quarta em São Bernardo do Campo (SP).
No início da madrugada, o desembargador de plantão do Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF-4), Leandro Paulsen, intimou o Ministério Público Federal a apresentar argumentos sobre o habeas corpus impetrado pela defesa do petista. O pedido está sendo julgado após a juíza Carolina Lebbos, da Vara de Execuções Penais de Curitiba, negar a saída de Lula para o velório, também na madrugada desta quarta.
O pedido da defesa de Lula ao TRF-4 foi feito ainda antes de a juíza recusar a solicitação do petista. Os advogados do ex-presidente argumentam que é "cristalino" o direito de pessoas presas deixarem a prisão para acompanhar serviços funerários de parentes.
De acordo com Hessel, por ser um pedido de caráter humanitário, "faz-se necessário aferir, em cada caso concreto, a presença e a plena garantia das condições de segurança do preso e dos agentes públicos para possibilitar o eventual comparecimento ao ato fúnebre solicitado". A Polícia Federal emitiu ofício rejeitando a saída de Lula sob o argumento de falta de helicópteros para fazer o transporte do ex-presidente.
"Conforme a mencionada decisão, a permissão de saída pretendida esbarra em insuperável obstáculo técnico: a impossibilidade de, ao tempo e modo, conduzir o custodiado mediante escolta e com as salvaguardas devidas, aos atos fúnebres de seu irmão", escreve a procuradora.
Condenado e preso na Lava Jato, Lula cumpre pena de 12 anos e um mês de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do tríplex no Guarujá (SP). 

Com informações do Estadão Conteúdo.

Sobe para 84 número de mortos em Brumadinho; há 276 desaparecidos


O número de vítimas fatais após o rompimento da barragem Mina do Feijão, em Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte, subiu para 84, segundo informou o coordenador da Defesa Civil de MG, major Flávio Godinho, na noite desta terça-feira (29). Conforme o porta-voz, 135 pessoas estão desabrigadas.
Há ainda 276 pessoas desaparecidas, enquanto 192 foram resgatadas com vida e 390 localizadas (244 são da Vale). A Polícia Civil de Minas informou que 42 mortos já foram identificados.
O porta-voz do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais, tenente Pedro Aihara, confirmou que nenhuma vítima foi encontrada com vida nesta terça. "A possibilidade de encontrar pessoas com vida é muito pequena [a partir de agora]", disse ele, relembrando ainda que desde sábado (26) que não são encontrados sobreviventes.

SANTANA DO MATOS: VOLTA A CHOVER NESTA TERÇA-FEIRA.

 Imagem Edilima Freire
As chuvas voltaram a banhar o nosso município desde o final de semana, no domingo e na segunda-feira comunidades como Sitio Abrigo entre outras foram banhadas por boas chuvas, na tarde e noite dessa terça-feira voltou a chover na zona urbana aonde pluviômetros chegaram a registrar de 70 a 82,2mm, a chuva dessa terça-feira foi acompanhada de fortes relâmpagos e trovoes.

Mais de 3 mil barragens são classificadas como de alto risco no país


Das 24.092 barragens existentes no Brasil, 3.386 estão enquadradas na Categoria de Risco (CRI) alto ou com Dano Potencial Associado (DPA) alto. A avaliação foi feita pela Agência Nacional das Águas. Todas elas terão fiscalização priorizada, conforme decisão publicada pelo Conselho Ministerial de Supervisão de Respostas a Desastre do Governo Federal nessa terça-feira (29).
Segundo informações do G1, das mais de 3 mil barragens, 274 estão em Minas Gerais. As represas são de produção de energia elétrica, contenção de rejeitos de mineração, disposição de resíduos industriais e de usos múltiplos de água.
Responsáveis pela fiscalização, ANA, Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), Agência Nacional Mineração (ANM) e governos estaduais vão agir para tentar evitar tragédias como a de Brumadinho, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, e Mariana, na Região Central do estado.

Por Notícias Ao Minuto

Familiares fazem roda de oração por vítimas em Brumadinho

Adriano Machado/Reuters

Familiares e amigos de vítimas do rompimento da barragem da Vale, em Brumadinho, participaram de uma roda de oração na noite dessa terça (29), na entrada da cidade da Grande BH. Com velas, os familiares cantaram e se emocionaram. Muitos choravam e se abraçaram -uma senhora chegou a desmaiar.
O grupo se reuniu em torno do monumento escrito "Brumadinho", na avenida que dá acesso à cidade. No local foram colocadas velas, flores e fotos das vítimas, além de uma bandeira de Minas Gerais e uma do Brasil. Também há uma pichação de "Vale assassina" no monumento.
Camila Amorim, 29, membro da igreja católica local, foi quem organizou a oração pelas redes sociais. A intenção foi que os familiares recebessem apoio e solidariedade.
Ao final, ela discursou dizendo ser preciso demonstrar amor pro Brumadinho. "É aqui que a gente ama, aqui que a gente vai ficar. Que ninguém mais acabe com a nossa cidade".
Ana Paula Rezende, 42, participou da oração. Ela perdeu amigos e conhecidos, como quase todos na cidade. "Foi bom para mostrar que Brumadinho está unido, que a cidade não acabou", disse à reportagem.
Segundo ela, há uma imagem de que a cidade não tem futuro e está completamente destruída. Na verdade, apenas casas em bairros mais afastados do centro foram arrastadas pela lama.
"A lama não chegou aqui. E mais do que nunca vamos precisar de turistas. Nova York não acabou depois do 11 de Setembro", afirmou.
"Está na hora de entender que é preciso acabar com a mineração", concordou Juliana Brasil, 45, defendendo outras fontes de recursos para a cidade. "Estamos vivendo um luto", completou.
Juliana é arte terapeuta e tem buscado ajudar familiares de vítimas com florais, cromoterapia e reiki. Nesta quarta (30), ela visitará casas no Córrego do Feijão, a região mais atingida, oferecendo a terapia. 

Com informações da Folhapress.


PF se posiciona sobre liberação de Lula para velório do irmão

 Sebastian Derungs/Reuters

O superintendente da Polícia Federal no Paraná, Luciano Flores de Lima, indeferiu na noite desta terça-feira, 29, o pedido do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para comparecer ao velório do irmão, Genival Inácio da Silva, o Vavá, em São Bernardo do Campo (SP).
Em ofício à juíza Carolina Lebbos, da Vara de Execuções Penais, o delegado levou em consideração a "indisponibilidade do transporte aéreo em tempo hábil para a chegada do ex-presidente Lula antes do final dos ritos post mortem de seu irmão".
"Caso fosse disponibilizado tanto aeronaves de asa fixa quanto as rotativas necessárias, a distância entre o ponto mais provável de pouso de helicóptero e o local dos atos fúnebres é de aproximadamente 2 km, percurso que teria que ser feito por meio terrestre, o que potencializa os riscos já identificados e demanda um controle e interrupção de vias nas redondezas", diz Flores de Lima no ofício.
O delegado ainda ressaltou "a ausência de policiais disponíveis tanto da PF quanto da PC e PM/SP para garantir a ordem pública e a incolumidade tanto do ex-presidente quanto dos policiais e pessoas ao seu redor".
Flores de Lima levou em consideração também "as perturbações à tranquilidade da cerimônia fúnebre que será causado por todo o aparato que seria necessário reunir para levar o ex-presidente até o local".
"INDEFIRO o pedido administrativo formulado pelo advogado de Luiz Inácio Lula da Silva, que se encontra recolhido nesta Superintendência da PF em Curitiba/PR, não sendo possível ser autorizado ou viabilizado pela PF o comparecimento ao velório de seu irmão em São Bernardo do Campo/SP", diz o ofício.
O sepultamento do irmão do ex-presidente está previsto para acontecer na manhã desta quarta-feira, 30, no Cemitério Paulicéia, em São Bernardo.
Em 1980, durante o regime militar, Lula estava preso no Departamento de Ordem Política e Social (Dops), por causa de seu envolvimento nas greves dos metalúrgicos, e foi autorizado para comparecer ao enterro da mãe, Eurídice Ferreira de Mello, a dona Lindu. Com informações do Estadão Conteúdo.
O perfil do ex-presidente no Twitter se posicionou sobre a decisão:


Por Estadao Conteudo

Vigilância Procon dá prazo para postos explicarem preços dos combustíveis em Mossoró

José Aldenir / Agora RN
Postos mossoroenses terão que explicar preços dos combustíveis
O Procon do Rio Grande do Norte deu um prazo de cinco dias para que os proprietários de postos justifiquem os preços de combustíveis cobrados em Mossoró. O órgão tem feito fiscalizações, desde o início desta semana, para coibir eventuais irregularidades nos estabelecimentos.
Os proprietários devem apresentar as notas fiscais com os preços dos combustíveis adquiridos pelos postos nas refinarias nos últimos dois meses.
“Em virtude da denúncia dos consumidores, o Procon abriu esse diálogo com os empresários, para averiguar o porquê de Mossoró não está repassando a redução do preço nos combustíveis na bomba. Então demos um prazo de cinco dias para que os empresários apresentem a nota de compra e a de venda dos últimos dois meses, para entendermos essa logística que acontece no município. O preço está realmente muito acima da média do estado”, justificou o diretor do Procon-RN, Jandir Olinto.
Ele afirma também que as distribuidoras podem ser o próximo alvo de fiscalização. “Se detectarmos que o problema [dos preços] é com a distribuidora, nós vamos para cima da distribuidora, mas vamos fazer valer o direito do consumidor”, complementa.

NESTA ULTIMA TERÇA FEIRA DIA 29 COMPLETOU 30 ANOS DO ACIDENTE QUE VITIMOU O CANTOR CARLOS ALEXANDRE.



A Exatamente 30 Anos no dia 29/01/1989 Um trágico acidente na RN 093 que liga Tangara a São do Campestre encerrava a carreira do Cantor  Carlos Alexandre, o mesmo vinha de vários shows sendo o ultimo no domingo a noite no município de Pesqueira Pernambuco.
Seu carro modelo opala era conduzido por seu Motorista que ao chegar no município de Campestre o mesmo alegou cansaço e parou para comprar cigarros segundo relatos  o cantor  Carlos Alexandre na eminência de chegar logo em sua residência em Natal Capital  do estado assumiu o volante do carro a menos de 10 km em uma boeira ele perde o controle do seu carro vindo a capotar morrendo o cantor  Carlos Alexandre os irmãos Sérgio e  Celson de Souza músicos que o acompanhavam  o motorista que vinha no banco do passageiro e com o cinto foi o único a sobreviver. 

O velório de Carlos Alexandre aconteceu no Ginásio de esportes da cidade da esperança ao Som das músicas Ciganinha e Feiticeira  Milhares de fãs acompanharam o cortejo saindo da Cidade da esperança para o cemitério Bom pastor sendo até hoje considerado  o maior cortejo fúnebre já realizado na capital do estado. 

Fica aqui a Nossa Saudade e os Sinceros sentimentos A todos familiares e Fãs.

Getsemani Assistência Funeraria

terça-feira, 29 de janeiro de 2019

CERRO CORÁ/RN: ACIDENTE FOI REGISTRADO


Por volta das 14h30min dessa segunda-feira (28/01/19) um acidente tipo colisão foi registrado na RN-042, entrada da cidade de Cerro Corá, envolvendo um veículo Pálio de placas HWO-9998 conduzido pelo senhor JOSÉ DENÍSIO, 60 ANOS DE IDADE, residente em Cerro Corá e uma motocicleta Yamaha conduzida por um adolescente (Não vamos identificá-lo).
O condutor da moto chegou a ficar desacordado, o mesmo foi socorrido por uma ambulância do município e se recupera bem no hospital local.
A Polícia Militar foi acionada e ao chegar ao local os veículos já tinham sido removidos  e o menor socorrido. As partes entraram em acordo e não quiseram realizar os procedimentos cabíveis.
Segundo informações repassadas para a PM o condutor da motocicleta seguia em alta velocidade e provocou o acidente.

COM INFORMAÇÕES DO BLOG CN POLÍCIA

PREFEITA QUE TRABALHA: Prefeita de São Vicente disponibiliza ambulância para Serra de Santana


No ultimo domingo dia 27 de janeiro, a prefeita de São Vicente, Iracema Pereira, esteve em uma ação médica realizada na Serra de Santana, zona rural do município. A ação contou com palestra com a Enfermeira Luana, que passou para todos os moradores presentes o cronograma do atendimento médico, teve também a realização de pequenas cirurgias (total de 12 cirurgias e várias avaliações).
No final a prefeita disponibilizou uma ambulância para permanecer na própria comunidade para atender os casos de urgência. Este veículo era um sonho dos moradores, já que em casos que era necessário ambulância, teria que aguardar vir da sede do município, que fica aproximadamente 13km de distância.
A prefeita reforçou as ações destinadas naquela comunidade “hoje disponibilizamos uma ambulância exclusivamente para a serra, bem como queremos manter frequência com estas pequenas cirurgias” falou. Iracema também atendeu a comunidade para receber as solicitações de melhorias “minha administração é pautada em ouvir o povo, fazer uma gestão participativa” complementou a chefe do executivo. 

Com informações de Tenente Laurentino Agora 

Sobe para 65 número de mortos em Brumadinho; há 279 desaparecidos

 Adriano Machado/Reuters

O número de vítimas fatais após o rompimento da barragem Mina do Feijão, em Brumadinho, na região metropolitana de Belo Horizonte, subiu para 65, segundo informou a assessoria do governo na noite desta segunda-feira (28). Conforme o porta-voz da Defesa Civil de MG, 135 pessoas estão desabrigadas.
Há ainda 279 pessoas ainda desaparecidas, enquanto 192 foram resgatadas com vida e 386 localizadas. "Não sabemos a quantidade de corpos ainda, mas os trabalhos estão sendo feitos. Por conta desse fato, vamos estender as buscas neste domingo", afirmou o tenente-coronel Flávio Godinho, da Defesa Civil de Minas Gerais.
 

De um total de 24 mil barragens, 780 foram fiscalizadas, diz relatório


Em 2017, 780 barragens foram fiscalizadas por 29 órgãos estaduais como secretarias e institutos de Meio Ambiente ou por três agências reguladoras federais. O número corresponde a 3,23% do total de 24.092 barragens existentes. No caso da barragem da Mina Córrego do Feijão, em Brumadinho (MG), não foi classificada como crítica pela Agência Nacional de Mineração (ANM) no levantamento que originou o relatório.
As barragens, segundo especialistas, têm distintas finalidades. Elas são utilizadas desde irrigação à exploração hidrelétrica, abastecimento, uso animal, aquicultura, contenção de resíduos minerais, resíduos industriais.
Os dados são do Relatório de Segurança de Barragens 2017, publicado no ano passado pela Agência Nacional de Águas (ANA), responsável pela fiscalização de 24 barragens no período.
Apenas a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) foi responsável pela fiscalização de 28 barragens e a Agência Nacional de Mineração (AMN), por 211.
Pelo estudo, os órgãos que mais fizeram fiscalização em barragens foram o Instituto Naturatins (Tocantins), com 142 vistorias, e as secretarias de Meio Ambiente de Minas Gerais (125) e do Ceará (115).
Alerta
O relatório assinala que “ainda há muito trabalho a ser realizado pelos órgãos fiscalizadores nos processos de regularização e definição se as barragens se submetem ou não ao PNSB [Plano Nacional de Segurança de Barragens]”.
Conforme o documento, “não há nenhum ato de autorização, outorga ou licenciamento em 42% das barragens, e em 76% dos casos não está definido se a barragem é ou não submetida à PNSB por falta de informação”.
O relatório ainda descreve que “até o momento [2017], 3.543 barragens foram classificadas por categoria de risco e 5.459 quanto ao dano potencial associado”, sendo que 723 foram classificadas simultaneamente como de isco e alto potencial de dados. 

Com informações da Agência Brasil.

LAGOA NOVA/RN: Fé e tradição, Romeiros partem rumo a Juazeiro do Norte - CE


Era 01h30 minutos da madrugada desta terça-feira, (29/01), quando dois veículos transportando cerca de 70 romeiros partiram da vizinha cidade de Lagoa Nova  distante cerca de 36 Km aqui de Santana do Matos, rumo ao Juazeiro do Norte-CE uma viajem de aproximadamente 500km.

Os romeiros só estaram de volta a sua terrinha Lagoa Nova, no próximo domingo, alguns vão em busca de pagar promessas ou até mesmo agradecer, por algo que conseguiram.

Segundo um dos organizadores da romaria, esta e uma tradição de anos, mesmo com a partida de um dos idealizadores para a vida eterna, mas continuaremos todos os anos.

a tradicional Romaria de Nossa Senhora das Candeias, em Juazeiro do Norte, fazer um blog
Em  Juazeiro os romeiros participaram da tradicional Romaria de Nossa Senhora das Candeias, esta festa que é tida como a mais linda do chamado "ciclo de romarias", que começa em setembro, com a Romaria à Mãe das Dores e se encerra este mês, com a festa de Candeias. Entre os dias 29 de janeiro e 2 de fevereiro, este ano são esperados cerca de 250 mil romeiros. Só no último dia, no próximo sábado, cerca de 80 mil fiéis devem formar um grande cordão de luz durante a tradicional procissão das velas.

O blog FDamiãoNotícias deseja a todos uma abençoada viagem.


a tradicional Romaria de Nossa Senhora das Candeias, fazer um blog

PEDRO AVELINO/RN: CIDADE PASSA A CONTAR COM A GUARDA MUNICIPAL

 
O dever constitucional de garantir a segurança dos cidadãos é do Estado, mas a Prefeitura de Pedro Avelino (RN) entende que os municípios podem e devem contribuir com o bem-estar da população. 

Nesse sentido, desde o início da atual Administração Municipal, gestão do prefeito Dr. José Alexandre Sobrinho (MDB), não foram medidos esforços para que o Executivo Pedro-Avelinense pudesse colocar em prática o projeto de uma Guarda Municipal comunitária, cidadã e que atue em parceria e em sintonia com os demais órgãos de segurança pública que atuam no município. 

Por isso, Pedro Avelino comemora, nesta segunda-feira (28), uma de suas maiores conquistas na área de segurança pública de toda a sua história político-administrativa. A cidade passa a contar com uma Guarda Municipal formada por agentes treinados e capacitados dentro dos mais rigorosos preceitos da legislação vigente. 

Equipada com modernos equipamentos de promoção da segurança e com uma frota de viaturas potentes, a Guarda Municipal inicia a sua operação, preservando o patrimônio público e auxiliando a PM na prevenção e combate à criminalidade. 

A Guarda Municipal surge com o compromisso de estar ao lado dos cidadãos pedro-avelinenses, informando, interagindo, fiscalizando e mudando a percepção que a população tem em relação à segurança. 

De acordo com a atual gestão municipal, a Guarda Municipal irá fortalecer o sistema de segurança pública da cidade. A Prefeitura vem tomando medidas para tentar conter o possível aumento da violência, visando evitar que a população sofra as consequências geradas pela crise financeira no Estado e que afeta diretamente os investimentos feitos na área da segurança pública do Rio Grande do Norte.
 
COM INFORMAÇÕES DA TRIBUNA DO CABUGI 
 
O blog FDamiãoNoticias Parabeniza a gestão pela iniciativa 
 

segunda-feira, 28 de janeiro de 2019

Após mais de 8 horas, cirurgia de Bolsonaro termina com 'êxito' em SP


Após mais de oito horas, a cirurgia para retirada de uma bolsa de colostomia do presidente Jair Bolsonaro foi encerrada na tarde desta segunda-feira (28).

De acordo com a Secretaria de Comunicação da Presidência da República, o procedimento ocorreu "com êxito". "O boletim médico será divulgado tão logo seja autorizado pela equipe médica", afirmou.
Às 17h haverá briefing à imprensa com o porta-voz da Presidência da República, general Rego Barros, no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, onde o presidente está internado.
Esta é a terceira cirurgia à qual ele é submetido desde que sofreu uma facada, em setembro de 2018, durante ato de campanha em Juiz de Fora (MG). 
Bolsonaro foi internado na manhã de domingo (27) para a realização de exames pré-operatórios e permanecerá no hospital pelos próximos dez dias.
A primeira-dama, Michelle, e dois dos cinco filhos do presidente -o vereador Carlos Bolsonaro (PSC-RJ) e o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP)-, estão no Einstein.
Carlos, o mais próximo ao pai, permaneceu o tempo todo no centro cirúrgico.
A Presidência foi assumida na manhã desta segunda pelo vice, general Hamilton Mourão, que ficará no cargo nas primeiras 48 horas seguintes à operação.
Bolsonaro deve voltar a despachar a partir de quarta (30) e contará com um gabinete provisório em uma sala no Einstein, no mesmo andar do quarto em que está internado.
O GSI (Gabinete de Segurança Institucional), sob o comando do general Augusto Heleno, montou uma estrutura para que o presidente possa manter a rotina de despachos.
O Palácio do Planalto trouxe à capital paulista auxiliares técnicos e que dão suporte jurídico para a tomada de decisões do chefe do Executivo.
O escritório improvisado contará com um computador com internet, uma impressora e um telefone fixo. O espaço permitirá ainda que Bolsonaro se comunique com ministros e outros auxiliares que estejam fora de São Paulo por meio de videoconferência.
O governo trouxe também assessores de comunicação, como o porta-voz da Presidência, general Otávio Rêgo Barros, para a realização de informações diárias sobre a saúde do presidente e atos do Executivo.
Com informações da Folhapress.

Bombeiros rastejam na lama à procura de vítimas em Brumadinho


Imagens mostram que militares do Corpo de Bombeiros se deitam e rastejam na lama dos rejetos de minério à procura de vítimas, em Brumadinho.
Quando ficam em pé a lama cobre os militares até a quase a cintura.
Em outro ponto os profissionais marcam com estacas locais de buscas no meio da lama. O trabalho é feito com auxílio de helicóptero do Exército.
Bombeiros marcam locais onde há a possibilidade de encontrar vítimas em Brumadinho.

Em desabafo nas redes sociais, Robinson pede “desculpas” por erros cometidos na gestão


O ex-governador Robinson Faria (PSD) utilizou as redes sociais para desabafar e pedir desculpas pelos erros que cometeu durante a sua gestão. Em texto endereçado aos seus eleitores, Robinson disse que continuará torcendo pelo Rio Grande do Norte e lamentou o que chamou de “boicote” em sua administração.
“Vocês sabem que não tive apoio político, muito pelo contrário, fui boicotado por aqueles que derrotei em 2014, quiseram me enfraquecer para voltar ao poder”, escreveu.
O ex-governador admitiu que teve dificuldades em manter o Estado em dia com os servidores, mas justificou que os atrasos dos salários só ocorreram porque ele se recusou a demitir os funcionários.
“Como governador, infelizmente, só tinha duas escolhas para tomar. A primeira seria a mais cômoda, mais fácil, vamos chamar assim, que seria demitir 20 mil servidores, e assim teria governado os quatro anos sem atraso. A outra opção, que foi a que escolhi, não demitir e lutar, perseverar e esperar um apoio da União, que foi dado a outros estados e aqui nunca chegou”.
Para Robinson, sua gestão atravessou dificuldades principalmente por ter herdado o que considerou o Estado mais falido do Nordeste.
“Não fui eu quem quebrei o RN. Não fui eu quem quebrei o Brasil. Não fui eu quem quebrei a Petrobras, que era um braço forte da nossa economia. Recebi o estado mais falido do Nordeste. Também não tive culpa do meu governo ter enfrentado a maior seca dos últimos cem anos, dizimando o setor primário e contribuindo para abalar ainda mais as nossas finanças”, disse.
O ex-chefe do Executivo potiguar elencou em seu texto as obras que fez em prol do Rio Grande do Norte. Segundo ele, mais de 1.300 obras fazem parte do seu “legado”.
“Na saúde, tivemos a construção de 160 leitos de UTI acabando com a fila da morte. Tivemos o Anel Viário Metropolitano, a Moema Tinoco, o aeroporto comercial de Mossoró já com voo da Azul. O resgate do turismo gerando milhares de empregos, o novo Centro de Convenções de Natal. Enfim, poderia ficar aqui prestando contas de obras históricas, mas deixo o tempo, que é o senhor da Verdade, tocar o coração dos norte-rio-grandenses”, finalizou Robinson.

Integrantes do Planalto estranham governo de Minas não usar homens do Exército


Causou estranheza entre integrantes do governo federal o fato de o governo de Minas Gerais (MG) não ter acionado homens da 4ª Brigada de Infantaria Leve (Juiz de Fora) para prestar apoio nas operações de resgates em Brumadinho.
Na sexta-feira (25), uma barragem da mineradora Vale se rompeu na cidade de Brumadinho e um mar de lama destruiu a área administrativa da companhia e parte da comunidade da Vila Ferteco. Até o final da manhã desta segunda-feira (28), havia a confirmação de 60 mortos e 292 desaparecidos.
Segundo uma fonte do Planalto, os homens da 4ª Brigada de Infantaria Leve estão à disposição desde sexta-feira (25).
O que o Exército colocou à disposição para ajudar Brumadinho:
  • helicóptero
  • tropa de engenharia
  • tropa especializada
  • viaturas
Foi dito ao governo de MG da 4ª Brigada de Infantaria Leve estava à disposição, mas o grupo não foi acionado ainda. A ajuda foi oferecida após reunião com o presidente Jair Bolsonaro, no sábado (26).
“Inexplicável porque exército quer ajudar”, disse um ministro ao blog.
O governo de MG diz que, por ora, 200 homens do Corpo de Bombeiros cuidam do resgaste, especializados naquele tipo de solo.
Segundo o governo de Minas, a 4ª Brigada de Infantaria Leve é especializada em áreas de montanhas. Se houver necessidade, pode ser que sejam solicitados os homens do Exército. Não se descartou, mas agora só especializado.

Por Andréia Sadi

Papa rejeita acabar com celibato dos sacerdotes: 'É um dom'



Papa Francisco rejeitou acabar com o celibato exigido dos sacerdotes da Igreja Católica Romana, afirmando que a situação não é opcional. A declaração foi dada pelo pontífice nesta segunda-feira (28) em uma conferência de imprensa a bordo do avião em que viaja do Panamá, onde participou da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), para o Vaticano.

"Pessoalmente, acho que o celibato é um dom para a Igreja. Além disso, não concordo que seja permitido o celibato opcional", afirmou o papa quando questionado sobre a possibilidade de os sacerdotes casarem e sobre a ordenação de homens casados.


Os católicos que seguem os ritos orientais do catolicismo admitem a ordenação de homens casados, desde que escolham entre o casamento e o celibato antes do diaconato - primeiro grau do sacerdócio que permite pregar, batizar e servir no altar. Situação que o papa rejeita.


"A minha decisão face ao celibato opcional antes do diaconato é 'não'. É a minha opinião pessoal", afirmou o religioso. "Posso parecer fechado sobre este assunto, mas não me sentiria bem a aparecer diante de Deus com essa decisão", justificou.
O argentino lembrou ainda uma frase do papa Paulo VI sobre o celibato: "Prefiro perder a vida do que mudar a lei do celibato". Ele disse ser necessário repetir a afirmação, já que é "uma frase corajosa", dita num "momento difícil, em 1968", quando se vivia um movimento de contestação estudantil pelo mundo.


Com informações da Lusa.