APOIO

APOIO

segunda-feira, 31 de outubro de 2016

POLÍCIA CIVIL APREENDE MACONHA AGORA A POUCO EM CURRAIS NOVOS

J JÚNIOR / ADAILSON CARLOS
Policiais Civis da cidade de Currais Novos apreenderam por volta das 16 horas dessa segunda-feira, 31/10/16, aproximadamente 130 gramas de maconha que estava com o velho conhecido da Polícia, CLEYDSON FERREIRA FÉLIX, VULGO “CLEYDSON CN” residente na rua do Petróleo, bairro JK, Currais Novos, que já tem passagens pela Justiça por tráfico de drogas e tentativa de homicídio.
Parabéns a todos os Policiais Civis que vem se destacando no combate a criminalidade.

Casal briga e mulher toca fogo em carro na cidade de Serra Caiada

190/RN
Um atentado foi registrado na noite deste domingo (30), na cidade de Serra Caiada, quando uma mulher a pós uma discussão do o esposo, ateou fogo em um veículo que estava na garagem da casa.
A Polícia Militar que inicialmente foi acionada para resolver a briga de casal, acabou acionando a brigada de incêndio que controlou as chamas, após arrombarem uma porta de rolo.
O casal não foi encontrado na residência e são esperados na delegacia para prestarem esclarecimento sobre o ocorrido ainda nesta segunda-feira.


RN registra 23 mortes violentas apenas neste fim de semana

De acordo com o Observatório da Violência Letal Intencional do RN (OBVIO) o Rio Grande do Norte registrou 23 mortes violentas da sexta-feira (28) ao domingo (30). Na sexta-feira foram 7 crimes, no sábado 13, e no domingo 3.
Natal lidera o ranking com 8 CVLIs (Crimes Violentos Letais Intencionais), o que corresponde a 35% do total, seguida por Mossoró com 5 (22%), Caicó e Ceará-Mirim com 2 cada (9%). Macaíba, Parnamirim, Patu, Santo Antônio, São Gonçalo do Amarante e São Miguel registraram cada uma uma morte (4% do total cada).
As regiões do Estado que registraram maior incidência de mortes violentas foram, respectivamente, Leste Potiguar com 13, o Oeste Potiguar com 7, a Central Potiguar com 2 e o Agreste com 1.

Colisão entre ônibus e caminhão mata 20 pessoas no Paraná

Uma colisão entre um ônibus e um caminhão-tanque na manhã desta segunda-feira (31) causou pelo menos 20 mortes e deixou 12 feridos. Segundo o CGN, o acidente aconteceu no km 300 da PR-323, entre Cafezal do Sul e Iporã (cerca de 600 km de distância de Curitiba).
O ônibus transportava pacientes e pertencia à Secretaria de Saúde de Altônia, de acordo com a Polícia Rodoviária Estadual (PRE). Já o caminhão era de uma empresa de laticínios. A carreta teria perdido o controle em uma curva, batendo de frente com o ônibus.
Os passageiros do ônibus seguiam para o hospital de Umuarama, onde a maioria faria cirurgia de catarata, e os demais eram acompanhantes.
O Corpo de Bombeiros informou que nove pessoas foram encaminhadas com vida ao Hospital Cemil em Umuarama. Em nota ao site TNonline, o hospital divulgou que foram atendidos 15 feridos, três em estado grave. Do total de mortos, um era o motorista do caminhão e os outros eram ocupantes do ônibus.
Além da PRE, equipes do Samu e Siate (Serviço Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência, do Corpo de Bombeiros do Paraná) trabalharam na remoção dos corpos.
O IML (Instituto Médico Legal) de Umuarama está fazendo todo o atendimento ao acidente.
 

Com reféns de joelhos, dupla assalta Correios e leva arma de vigilante

G1RN: Dois homens armados invadiram a agência dos Correios na manhã desta segunda-feira (31) em Canguaretama, cidade do litoral Sul do Rio Grande do Norte, e roubaram encomendas, dinheiro e a arma de um vigilante. Ninguém foi preso. Clientes e funcionários foram obrigados a ficar de joelhos.
Segundo a PM, os criminosos fugiram em uma Saveiro de cor branca. “Ele renderam o vigilante e roubaram o revólver dele. A dupla também levou três caixas de encomenda e R$50 que estava no caixa”, afirmou ao G1 o suboficial Menezes. “Uma Saveiro branca, carro utilizado na fuga, foi abandonado numa rua próxima à agência, e eles fugiram a pé”, acrescentou.
A PM ainda fez buscas pelos criminosos, mas nenhum suspeito foi encontrado. O caso vai ser investigado pela Polícia Federal.
 

ACIDENTE COM VÍTIMA FATAL FOI REGISTRADO EM PARELHAS

MARCOS SILVA
Por volta das 04h00 da manhã deste Domingo (30/10), uma colisão deixou uma jovem morta em Parelhas. O fato ocorreu na Rua Lauro Virgílio, no Centro da cidade.
De acordo com informações, a jovem identificada como: Eliane Duarte da Silva, de 30 anos, residente no centro da cidade, estava pilotando uma moto Honda Biz 125, de cor vermelha, placa NNJ 6781, quando no local citado, perdeu o controle da motocicleta e colidiu com um poste de iluminação pública.
A vítima ainda chegou a ser socorrida pelo SAMU, mas infelizmente não resistiu aos ferimentos vindo a falecer.
O ITEP foi acionado e recolheu o corpo para a sede do órgão em Natal.
A Polícia Militar também foi acionada e esteve na ocorrência para as medidas necessárias. A motocicleta foi conduzida para o Pátio da PM de Parelhas.

Acidente com vítima fatal nesta madrugada de domingo em Caicó

CAICO DIGITAL

Um acidente com vítima fatal ocorreu nas primeiras horas desta madrugada de domingo, na cidade de Caicó.
A vítima identificada como Hélio do Sousa, vinha do distrito de Laginhas em sua moto quando perdeu o controle nas proximidades do antigo prédio do Café Bangu, no bairro Boa Passagem na zona norte de Caicó, vindo a bater de frente contra um poste.
Uma equipe do SAMU foi acionada e tentaram reanimar a vítima, mas infelizmente ele acabou não resistindo e veio a óbito. Hélio trabalhava como vendedor.
 

Itep confirma identificação do jovem que morreu em confronto com a PM em Caicó

O jovem Josenilson Medeiros da Silva, de 17 anos, suspeito de participar da execução do Cabo Gonzaga e que foi morto em confronto com a Polícia Militar na última sexta feira, 28 de outubro, foi identificado pelo ITEP. 
O órgão confirma que era natural de Cruzeta-RN. Ultimamente, o jovem residia na rua Francisco Gomes de Medeiros, nº 18, Bairro Alto da Boa Vista em Caicó. O “Josenildo Dino”, vinha sendo investigado por outros crimes.
No local onde aconteceu o confronto, os policiais encontraram com ele, um revólver de calibre 32 com dois projéteis deflagrados. Anteriormente, erradamente, nosso blog, tinha informado que ele era identificado como Felipe. Blog Jair Sampaio / Imagem: Blog Sidney Silva

A Voz do Brasil estreia hoje em novo formato

Estreia hoje (31), com nova roupagem, o programa A Voz do Brasil, da Empresa Brasil de Comunicação (EBC). Em seu novo formato, o programa de rádio mais antigo do Brasil será mais interativo e próximo do cidadão. Haverá novos quadros, com jornalismo, prestação de serviço e diálogo com os ouvintes. Uma das grandes mudanças será a maior participação da audiência.
A ideia é oferecer um programa que lembre menos o formato solene e distante de décadas anteriores e tenha uma linguagem menos formal, mais próxima do cidadão. O programa contará com novos apresentadores – Airton Medeiros e Gláucia Gomes. “A ideia da nova Voz do Brasil é aproximar o cidadão, trazê-lo mais para perto da notícia, da informação. Fazer com que o cidadão interaja com o que fazemos aqui na EBC. A gente não pode estar distante”, diz Gláucia à Agência Brasil.
Os ouvintes poderão tirar dúvidas sobre programas sociais, sobre o trabalho do presidente da República e ministros ou esclarecer informações, como tirar documentos, por exemplo, além de fazer perguntas para os integrantes do Poder Executivo. O programa abrirá canais de e-mail e telefone, além de um número de WhatsApp para interagir com o público. Pelo aplicativo, os ouvintes poderão enviar mensagens para a produção pelo número 61 99862-7345.

SEM LEI: Traficante construiu motel em presídio e pretendia faturar R$ 120 mil por mês Penitenciária Odenir Guimarães, onde traficante construía motel que estava em fase de acabamento quando obra foio descoberta

Um traficante preso em Goiás gastou cerca de R$ 200 mil na construção de 112 quitinetes na Penitenciária Odenir Guimarães (POG), no Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia, região metropolitana da capital do estado. As unidades foram construídas em menos de 20 dias, no final do ano passado, e estavam em fase final de acabamento quando foram descobertas.
As quitinetes seriam usadas para visitas íntimas de presos. O presidiário Thiago César de Souza, de 32 anos, esperava faturar cerca de R$ 120 mil por mês com o “aluguel” dos imóveis. Segundo os investigadores, Thiago desembolsou R$ 120 mil para a compra de material de construção e outros R$ 70 mil para o pagamento de propina ao então diretor da unidade, Marcos Vinícius Alves, afastado do cargo desde o final de 2015.
A Lei de Execuções Penais garante ao preso um local para encontros íntimos em dia determinado pela direção da unidade prisional. Pela legislação em vigor, é necessário que haja um desses locais para cada grupo de 100 presos. Essa exigência era cumprida no presídio de Aparecida de Goiânia. No ano passado, na ala onde foi construído o motel havia cerca de 400 presos. Na mesma unidade, de 12 a 20 quartos de alvenaria estavam disponíveis para as visitas íntimas.
A existência da construção ilegal no interior do presídio foi descoberta por equipes do serviço de inteligência da Superintendência de Administração Penitenciária (Seap) que denunciaram o caso ao comando do órgão. A Seap determinou, então, a destruição do motel.
O caso veio à tona quase um ano depois do ocorrido após a divulgação de trechos de uma investigação que resultou na Operação Livramento, da Polícia Civil de Goiás, que cumpriu 134 mandados – 35 prisões preventivas, 28 prisões temporárias, oito conduções coercitivas e 63 de busca e apreensão.


Abstenções e nulos mostram distanciamento entre eleitores e políticos, diz presidente do TSE

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes, disse neste domingo (30) que os altos índices de abstenção e de votos nulos registrados no segundo turno da eleição no Rio de Janeiro – acima da média nacional – representam uma “espécie de distanciamento entre o eleitor e os políticos”.
Em entrevista coletiva para comentar os números finais da eleição deste domingo, Mendes também disse que a ocupação de escolas que seriam usadas como locais de votação “tumultuou o processo eleitoral”.
Em todo o país, 25,8 milhões de eleitores (78,45%) compareceram às urnas, de um total de 32,9 milhões que estavam aptos a votar. Ou seja, cerca de 7 milhões não votaram, levando a uma abstenção de 21,55% neste segundo turno.

 

Fortalecimento Após finalização das eleições, base de Michel Temer vai comandar 81% do eleitorado do País

Os partidos que apoiaram o impeachment de Dilma Rousseff e hoje formam a base do governo de Michel Temer vão comandar 81% do eleitorado do País. O resultado consolida uma ampla base municipal formada pelas legendas com assento na Esplanada e, ao mesmo tempo, revela a ampliação do espaço dos partidos nanicos.
Das 57 municípios onde houve segundo turno, siglas aliadas ao governo elegeram 46 prefeitos – sendo 12 em capitais. Ao todo, contando o resultado do primeiro turno, foram 4.446 eleitos. A conta inclui PMDB, PSDB, PSD, PP, PSB, PR, DEM, PTB, PPS, PRB e PV.
Os partidos que apoiaram o impeachment de Dilma Rousseff e hoje formam a base do governo de Michel Temer vão comandar 81% do eleitorado do País. O resultado consolida uma ampla base municipal formada pelas legendas com assento na Esplanada e, ao mesmo tempo, revela a ampliação do espaço dos partidos nanicos.
Das 57 municípios onde houve segundo turno, siglas aliadas ao governo elegeram 46 prefeitos – sendo 12 em capitais. Ao todo, contando o resultado do primeiro turno, foram 4.446 eleitos. A conta inclui PMDB, PSDB, PSD, PP, PSB, PR, DEM, PTB, PPS, PRB e PV.

sábado, 29 de outubro de 2016

Situação hídrica dos açudes é crítica no Rio Grande do Norte

O diretor do IGARN (Instituto de Gestão das Águas do Estado do Rio Grande do Norte) , Josivan Cardoso, ressaltou que a situação dos açudes é crítica no Rio Grande do Norte. Ele revelou que existem 12 açudes secos, 19 em volume morto e há a probabilidade de outros açudes entrarem em volume morto até o final do ano. A situação do Itans em Caicó (na foto) não é diferente, é critica e preocupante.
“Esperamos que a quadra chuvosa traga uma melhoria para esses açudes, mas não podemos tirar da mente o cuidado com o uso da água, o uso racional e prioritário e buscar atender com maior critério possível e que todos tenham direito a ter essa água que ainda existe no Estado” afirmou Josivan.


No RN, comerciante posta foto de bebida antes de morrer em acidente

 “Se for beber, pelo amor de Deus não dirija. Porque foi exatamente isso aí: álcool e volante. Foi essa mistura que levou a vida do meu amigo, meu irmão”. As palavras são de um amigo do comerciante Eudes William Nepomuceno Filho, de 29 anos.

Madrugada de sexta feira  (28) de luto, tristeza, saudades,  para os familiares  parentes e amigos do comerciante Eudes Willian Nepomuceno Filho, de 29 anos de idade, que faleceu vítima de acidente de transito, fato registrado na BR 110 que liga Mossoró a cidade de Areia Branca, nas proximidades da entrada do povoado de Ponta do Mel.

Informações que o comerciante conduzia um veículo tipo ônix, sentido Mossoró Areia Branca, por volta da 02 horas, e já praticamente chegando em casa, ocorreu o acidente do tipo capotamento.

Comerciante postou foto de garrafa de whisky horas antes de capotar carro na BR-110, no RN (Foto: Reprodução/ Facebook)
A Polícia Rodoviária Federal acredita que o comerciante cochilou ao volante, perdendo o controle de direção  vindo a capotar.

O corpo de bombeiros foi acionado para fazer o resgate do corpo da vítima que ficou preso as ferragens.

Eudes era bastante conhecido na cidade de Areia Branca, e gozava de um numeroso ciclo de amizades tanto na área urbana como rural do referido município.

O triste fato, gerou comentários diversos em toda a área periférica e central da cidade. Que Deus o tenha em um bom lugar.
 

Conta de luz fica mais cara em novembro com bandeira amarela

A bandeira tarifária que será aplicada nas contas de luz no mês de novembro será a amarela, com custo de R$ 1,5 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos. A medida se deve às condições hidrológicas menos favoráveis, o que determinou o acionamento de usinas termelétricas, mais caras.

Desde abril deste ano, a bandeira tarifária estava verde, ou seja, não havia custo extra para os consumidores. No ano passado, todos os meses tiveram bandeira vermelha, primeiramente com cobrança adicional de R$ 4,5 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos e, depois, com a bandeira vermelha patamar 1, que significa acréscimo de R$ 3 a cada 100 kWh.

O sistema de bandeiras tarifárias foi adotado em janeiro de 2015 como forma de recompor os gastos extras com a utilização de energia de usinas termelétricas, mai cara do que a energia de hidrelétricas. A cor da bandeira é impressa na conta de luz (vermelha, amarela ou verde) e indica o custo da energia elétrica em função das condições de geração de eletricidade. Por exemplo, quando chove menos, os reservatórios das hidrelétricas ficam mais vazios e é preciso acionar mais termelétricas para garantir o suprimento de energia no país.

Cobrança

Segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), a bandeira tarifária não é um custo extra na conta de luz, mas uma forma diferente de cobrar um valor que já era incluído na conta de energia, por meio do reajuste tarifário anual das distribuidoras. A agência considera que a bandeira torna a conta de luz mais transparente e o consumidor tem a melhor informação para usar a energia elétrica de forma mais consciente.

Agência Brasil

Tumba de Jesus Cristo é aberta pela primeira vez em 461 anos

Pela primeira vez desde 1555 a placa de mármore que sela o que, segundo a tradição Cristã, seria o sepulcro de Jesus foi retirada do lugar. A remoção faz parte de um projeto de restauração e reforço da Edícula, câmara construída em cima do lugar onde Cristo teria sido sepultado e ressuscitado, na Basílica do Santo Sepulcro, em Jerusalém. O santuário é um dos mais antigos e mais importantes do Cristianismo. 
O objetivo dos arqueólogos é chegar à caverna onde o corpo de Cristo teria sido colocado após a crucificação. Por anos, especialistas acreditavam que o local estava destruído. No entanto, uma varredura por radar mostrou que a gruta estava íntegra, com profundidade de 1,28m (6 pés).  
"O que achamos é surpreendente", afirmou Frederick Hiebert, arqueólogo da National Geographic Society em entrevista à agência de notícias Associated Press. "Passei um tempo na tumba do faraó egípcio Tutancâmon, mas isso é mais importante."
Abaixo da primeira peça de mármore os arqueólogos encontraram uma camada de entulho. Porém, após a limpeza desta quinta-feira, uma nova placa de mármore foi identificada. Hiebert acha que a segunda tábua, que possui a inscrição de uma cruz e está rachada ao meio, é do século 12. "Não acredito que esta seja a pedra original. Temos ainda um caminho a percorrer."
"O mármore cobrindo a tumba foi puxado para trás e ficamos surpresos com a quantidade de material abaixo dele. Será uma longa análise científica, mas nós finalmente poderemos ver a pedra original na qual, segundo a tradição, o corpo de Jesus foi colocado", explicou Hiebert ao site da National Geographic.
Segundo a crença, o corpo de Jesus Cristo teria sido colocado em uma espécie de cama funerária, uma prateleira escavada na parte interna da caverna, logo depois da crucificação. A tumba original teria sido identificada por Helena, mãe do imperador romano Constantino, por volta de 326 d.C. Desde então, a Basília do Santo Sepulcro passou a ser construída sobre o lugar. A última grande reforma aconteceu em 1810, em consequência de um incêndio. A gaiola de ferro, instalada em 1947 para reforçar a estrutura da Edícula, ainda se encontra na basílica.  
A Basílica do Santo Sepulcro é o único local onde seis denominações cristãs praticam sua fé ao mesmo tempo: Igreja Ortodoxa Grega, Igreja Católica Romana, Igreja Apostólica Armênia, Coptas, Igreja Ortodoxa Etíope e Igreja Ortodoxa Síria.
Reformas no santuário requerem acordo mútuo entre os chefes dessas seitas, o que é difícil de assegurar. As denominações guardam fortemente o lugar e geralmente se opõem à menor das mudanças. Contudo, o fechamento da Edícula no ano passado após a Autoridade das Antiguidades de Israel a declarar como insegura, impulsionou a decisão pelo restauro. 
 Foto: Oded Balilty| APBasílica do Santo Sepulcro foi construída acima do local onde Cristo teria sido sepultado

As lideranças religiosas autorizaram a equipe a escavar o sanutário por somente 60 horas. "Fecharemos a tumba assim que terminarmos", declarou Antonia Moropoulou, arquiteta da Universidade Técnica Nacional de Atenas, entidade que está liderando a renovação. A reforma, com orçamento de US$ 4 milhões (R$ 12,7 milhões), foi iniciada em março deste ano e deve se estender até 2017.  
O grupo de restauradores quer selar o centro da tumba antes de injetar cimento em algumas partes da Edícula, para evitar que o material caia dentro da pedra sagrada. Nesta quinta, especialistas cortaram um janela retangular em uma das paredes de mámore da Edícula. Dessa forma, peregrinos poderão vislumbrar pela primeira vez parte da parede de calcário que seria a tumba de Jesus Cristo./ COM AGÊNCIAS INTERNACIONAIS

Desembargador decide manter Eduardo Cunha na prisão

O desembargador João Pedro Gebran Neto, relator da Lava Jato no Tribunal Regional Federal da 4.ª Região, negou nesta sexta-feira, 28, o pedido liminar da defesa do ex-presidente da Câmara e deputado cassado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) para colocá-lo em liberdade.
 
O magistrado afirma que o peemedebista demonstrou "acentuada conduta de desprezo não só à lei e à coisa pública, mas igualmente à Justiça criminal e à Suprema Corte". Por isso, deve permanecer detido cautelarmente. "Com efeito, a situação do paciente (Eduardo Cunha) não destoa da de outros investigados, sendo impossível supor a desagregação natural do grupo criminoso ou da sequência de atos delitivos sem a segregação cautelar dos envolvidos com maior destaque, dentre os quais o paciente, então líder político do PMDB", assinala Gebran Neto em decisão de quinta-feira, 27, tornada pública nesta sexta.
 
Com a negativa da liminar, caberá ainda à 8ª Turma da Corte analisar o mérito do pedido da defesa do peemedebista, o que ainda não tem data para acontecer. Eduardo Cunha foi preso preventivamente em Brasília no último dia 19 por ordem do juiz Sérgio Moro, da Justiça Federal em Curitiba, após uma das ações penais contra ele ser remetida para o magistrado da Lava Jato.
 
Na ocasião, Moro apontou o "caráter serial dos crimes" do peemedebista, que segundo a Lava Jato teria dedicado toda sua vida pública, desde a década de 1990 "para obter vantagens indevidas", e determinou a prisão dele para evitar o risco à ordem pública e às investigações. O entendimento foi reiterado pelo desembargador Gebran Neto, ao negar a liminar. 
 
"Eduardo Cosentino da Cunha é figura proeminente de sua agremiação política, o PMDB, e teria recebido propinas e participado de forma relevante no esquema criminoso da Petrobras, ao tempo em que exercia o cargo de deputado federal. A percepção de propinas em esquema criminoso enquanto estava sendo processado por outro caracteriza, em princípio, acentuada conduta de desprezo não só à lei e à coisa pública, mas igualmente à Justiça criminal e à Suprema Corte", assinalou o desembargador. 
 
Eduardo Cunha é réu em três ações penais, sendo duas em Brasília e uma em Curitiba, esta perante o juiz Moro.
 
Na ação perante Sérgio Moro o ex-presidente da Câmara é acusado de corrupção, lavagem de dinheiro e evasão fiscal pela manutenção de contas secretas na Suíça que teriam sido contempladas com propinas do esquema de corrupção na Petrobras. A mulher do ex-deputado, Cláudia Cruz, também é ré na Lava Jato acusada de lavar e evadir US$ 1 milhão por meio de contas secretas no exterior abastecidas pelo seu marido com dinheiro da corrupção na Petrobras.

 

Brasil tem mais mortes violentas do que a Síria em guerra, mostra anuário

O Brasil registrou mais mortes violentas de 2011 a 2015 do que a Síria, país em guerra, em igual período. Os dados, divulgados nesta sexta-feira (28), são do Anuário Brasileiro de Segurança Pública, do Fórum Brasileiro de Segurança Pública.
Foram 278.839 ocorrências de homicídio doloso, latrocínio, lesão corporal seguida de morte e mortes decorrentes de intervenção policial no Brasil, de janeiro de 2011 a dezembro de 2015, frente a 256.124 mortes violentas na Síria, entre março de 2011 a dezembro de 2015, de acordo com o Observatório de Direitos Humanos da Síria.
“Enquanto o mundo está discutindo como evitar a tragédia que tem ocorrido em Alepo, em Damasco e várias outras cidades, no Brasil a gente faz de conta que o problema não existe. Ou, no fundo, a gente acha que é um problema é menor. Estamos revelando que a gente teima em não assumi-lo como prioridade nacional”, destacou o diretor-presidente do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, Renato Sérgio de Lima.
Apenas em 2015, foram mortos violentamente e intencionalmente 58.383 brasileiros, resultado que representa uma pessoa assassinada no país a cada 9 minutos, ou cerca de 160 mortos por dia. Foram 28,6 pessoas vítimas a cada grupo de 100 mil brasileiros. No entanto, em comparação a 2014 (59.086), o número de mortes violentas sofreu redução de 1,2%. “A retração de 1,2% não deixa de ser uma retração, mas em um patamar muito elevado, é uma oscilação natural, de um número tão elevado assim”, ressaltou Lima.
Das 58.383 mortes violentas no Brasil em 2015, 52.570 foram causadas por homicídios (queda de 1,7% em relação a 2014); 2.307 por latrocínios (aumento de 7,8%); 761 por lesão corporal seguida de morte (diminuição de 20,2%) e 3.345 por intervenção policial (elevação de 6,3%).
Estados
Sergipe, com 57,3 mortes violentas intencionais a cada grupo de 100 mil pessoas, é o estado mais violento do Brasil, seguido por Alagoas (50,8 mortes para cada grupo de 100 mil) e o Rio Grande do Norte (48,6). Os estados que registraram as menores taxas de mortes violentas intencionais foram São Paulo (11,7 a cada 100 mil pessoas), Santa Catarina (14,3) e Roraima (18,2).
“Os estados em que as mortes crescem, com exceção de Pernambuco, são os que não têm programa de redução de homicídios. Você percebe que quando há política pública, quando você prioriza o problema, são conseguidos alguns resultados positivos”, disse Lima.
As unidades da Federação que mais aumentaram o número de mortes violentas foram o Rio Grande do Norte (elevação de 39,1%), Amazonas (19,6%), e Sergipe (18,2%). Os que mais diminuíram foram Alagoas (queda de 20,8%), o Distrito Federal (-13%), e o Rio de Janeiro (-12,9%).
“Alagoas, estado que mais reduziu o número de mortes, é um caso muito interessante. É o único que tem um programa, em parceria inclusive com o governo federal, há alguns anos. Uma parceria que envolve não só a Força Nacional, mas outras dimensões de equipamentos. O estado que tem integração formal de diferentes entes da Federação é aquele que conseguiu reduzir com mais intensidade”, disse Lima.
De acordo com o diretor-presidente do fórum, a grande maioria dos oito estados que têm programas de redução de homicídios teve diminuição no número de mortes violentas: Alagoas (-20,8%), Bahia (-0,9%), Ceará (-9,2%), Distrito Federal (-13%), Espírito Santo (-10,7%), Pernambuco (+12,4%), Rio de Janeiro (-12,9%), e São Paulo (-11,4%).
Letalidade policial
De acordo com o anuário, a cada dia, pelo menos 9 pessoas foram mortas por policiais no Brasil em 2015, resultando num total de 3.345 pessoas, ou uma taxa de 1,6 morte a cada grupo de 100 mil pessoas. O número é 6,3% superior ao registrado no ano anterior. São Paulo foi o estado com o maior número de pessoas mortas por policiais em 2015: 848. As maiores taxas de letalidade policial registradas no último ano foram nos estados do Amapá (5 para cada grupo de 100 mil pessoas), Rio de Janeiro (3,9) e de Alagoas (2,9). Considerando-se os números absolutos, São Paulo e o Rio de Janeiro concentram sozinhos 1.493 mortes decorrentes de intervenções policiais, ou 45% do total registrado no país.
A taxa brasileira de letalidade policial (1,6) supera a de países como Honduras (1,2) e África do Sul (1,1). “Isso demonstra um padrão de atuação que precisa ser revisto urgentemente. Esse padrão faz com que você tenha [no Brasil] o número de pessoas mortas por intervenção policial como o mais alto do mundo. Nossa taxa de letalidade policial é maior do que a de Honduras, que é considerado o país mais violento em termos proporcionais, em termos de taxa, do mundo”.
“Esse é um problema que continua muito sério no país e não está submetido especificamente à dimensão dessa nova realidade, seja a lei de terrorismo ou outras questões. Mas estamos com um problema muito agudo do padrão de trabalho das polícias”, destacou Lima.
O total de policiais vítimas de homicídios em serviço e fora do horário do expediente também é elevado no Brasil. Em 2015, foram mortos 393 policiais, 16 a menos do que no ano anterior. Proporcionalmente, os policiais brasileiros são três vezes mais assassinados fora do horário de trabalho do que no serviço: foram 103 mortos durante o expediente (crescimento de 30,4% em relação a 2014) e 290 fora (queda de 12,1% em relação a 2014), geralmente em situações de reação a roubo (latrocínio).
O Anuário Brasileiro de Segurança Pública, que está em sua 10ª edição, será lançado no dia 3 de novembro pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

Fonte: Agencia Brasil


Bloqueadores de celular em Alcaçuz chegam à reta final de instalação

Na manhã desta sexta-feira (28), a direção da Penitenciária Estadual de Alcaçuz comunicou que a Neger Tecnologia e Sistemas, empresa contratada para implantar bloqueadores de celular no presídio, terminará a instalação da estrutura elétrica que fará a ligação das torres já na próxima semana. A perspectiva é de que em até duas semanas as torres tenham sido erguidas.
Serão dez torres que farão o bloqueio de sinal de telefonia celular em Alcaçuz, que compreende quatro pavilhões e o Presídio Rogério Coutinho Madruga, o antigo pavilhão 5.
Hoje, a Penitenciária Estadual de Parnamirim já dispõe dessa ferramenta, e a previsão é de que após Alcaçuz, a Cadeia Pública de Nova Cruz também receba os bloqueadores.
No mês de agosto deste ano, a instalação dos bloqueadores gerou impactos no Rio Grande do Norte, quando uma onda de ataques criminosos ocorreu no Estado, ordenada por detentos em unidades prisionais, atingindo por volta de quarenta cidades do RN.
Com informações de Tribuna do Norte

MPF denuncia ex-juiz do TRE-RN por corrupção passiva e falsidade ideológica

Verlano Medeiros recebeu R$ 10 mil de empresa contratada irregularmente pela Prefeitura de Sítio Novo, quando era assessor jurídico do Município

O Ministério Público Federal no Rio Grande do Norte (MPF/RN) denunciou o ex-assessor jurídico de Sítio Novo e ex-juiz do Tribunal Regional Eleitoral (TRE/RN), o advogado Verlano de Queiroz Medeiros(na foto), e ainda José de Arimatéia Sales, sócio-administrador da Divinópolis Construções e Serviços Ltda.. O primeiro é acusado de corrupção passiva e falsidade ideológica e o segundo de corrupção ativa. Em 2008, o empresário repassou R$ 10 mil em propina para o então assessor jurídico de Sítio Novo, após a Divinópolis ter sido contratada irregularmente.

Verlano Medeiros já havia sido processado anteriormente pelo MPF, em razão de participação em esquema de fraudes a licitações no Município de Sítio Novo, mas foi excluído liminarmente do polo passivo da Ação de Improbidade 0005140-39.2012.4.05.8400, antes mesmo da produção de provas no processo, por decisão do Tribunal Regional Federal da 5ª Região – TRF5 (decisão essa mantida pelo STJ). No entanto, novas informações e provas obtidas em outra investigação deixaram clara a participação do advogado no esquema ilícito.

Com o afastamento do sigilo bancário da Divinópolis (dentro do processo nº 0001862-25.2015.4.05.8400), verificou-se que a empresa contratada irregularmente com base em licitação fraudada, para construção de uma quadra de esportes, recebeu a primeira parcela do pagamento da Prefeitura de Sitio Novo no dia 3 de novembro de 2008, no valor total de R$ 64.483,04, e nessa mesma data José de Arimatéia providenciou a transferência de R$ 10 mil para a conta pessoal de Verlano de Medeiros, autor do parecer jurídico que instruiu o processo licitatório forjado.

Histórico - A nova ação do MPF, de autoria do procurador Rodrigo Telles, reforça que, “na verdade, o referido processo licitatório foi inteiramente forjado pelos agentes públicos municipais e empresários, de modo a esconder a ilícita contratação direta, simulando a existência prévia de licitação para execução do Contrato de Repasse nº 0239913-84/2007, celebrado entre o Município de Sítio Novo/RN e a União, por meio do Ministério do Esporte e com interveniência da Caixa Econômica Federal - CEF, cujo objeto era a construção de uma quadra de esportes.”

Um relatório da Controladoria Regional da União no Rio Grande do Norte, elaborado em 2009, revelou o esquema de fraudes licitatórias praticado no Município de Sítio Novo, durante os dois mandatos consecutivos da então prefeita Wanira de Holanda, sobretudo entre 2006 e 2008. Documentos e procedimentos eram forjados na tentativa de encobrir as contratações diretas de um restrito grupo de empresas, que se revezavam como “vitoriosas” das supostas licitações, utilizando-se ainda de empresas “fantasmas” para simular uma concorrência que não havia e omitindo, para isso, diversos detalhes dos processos, como a numeração dos autos.

Como procurador do Município, Verlano de Medeiros participava do esquema e emitiu um parecer jurídico atestando a legalidade das minutas da licitação que, de fato, não ocorreu e que terminou beneficiando a Divinópolis. A denúncia do MPF aponta, com base em perícia da Polícia Federal, que até mesmo os documentos com os quais a empresa e suas supostas concorrentes teriam participado da licitação tinham manchas semelhantes a de documentos da própria Prefeitura, indicando que foram emitidos pela mesma impressora, com coincidência ainda nos erros gramaticais e de digitação, “não tendo havido de fato concorrência”.

A CGU constatou ainda que a Divinópolis “não existia fisicamente”, assim como outra participante da suposta licitação, a Fan Construções. A denúncia foi recebida pela Justiça Federal. Verlano Medeiros, que integrou a corte do TRE/RN entre julho de 2012 e julho de 2016, irá responder por corrupção passiva qualificada e falsidade ideológica de documento público qualificada, artigos 317, parágrafo 1º; e 299, parágrafo único, do Código Penal; e José de Arimatéia por corrupção ativa qualificada, artigo 333. O processo tramitará sob o número 0810436-67.2016.4.05.8400.


Assessoria de Comunicação

sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Em troca de tiros um dos homens que atirou no Cabo Gonzaga morreu

SIDNEY SILVA
Um dos homens que atirou contra o policial militar da reserva, Cabo Gonzaga, morreu em confronto com policiais em uma região de mata, nas imediações do Bairro Samanaú.
De acordo com informações repassadas ao Blog Sidney Silva, ele identificado até agora apenas como Felipe e estava em fuga quando foi visto pelos policiais. Nesse momento, ele abriu fogo contra os policiais que revidaram de imediato. O homem foi alvejado e conduzido pelos próprios PMs para o Hospital Regional, mas, ele chegou à Unidade sem vida.
O corpo foi imediatamente levado para o necrotério do Hospital e permanece sem identificação.

Preso afirma que morte do Cabo Gonzaga foi encomendada

SIDNEY SILVA
Fontes do Blog Sidney Silva informam que o preso Elieldo, teria confirmado aos policiais que a morte do Cabo PM da Reserva, Luiz Gonzaga de Lima, foi encomendada por um detento de dentro do Presídio de Caicó.
O Elieldo teria dito que foram ao local, mesmo, para matar o PM. Junto com ele (Elieldo) ainda estava Felipe (que morreu em confronto com a polícia) e o homem identificado como “Fábio Ôião”. Este último fugiu e não foi encontrado. A prisão de Elieldo se deu por causa das diligências que foram realizadas após o fato. O homem foi conduzido para sua residência. Os policiais queriam encontrar armas de fogo usadas no crime. Provavelmente, o trio estava portando pistolas e revólveres.

Antes de puxar o gatilho, executor do Cabo Gonzaga disse “Agora Fale!”


elieldes
via sidney silva
Na Delegacia de Polícia Civil de Caicó, o parelhense, Elieldes da Silva, de 18 anos, teria confessado que a morte do cabo PM da reserva, Luiz Gonzaga de Lima, foi encomendada por um detento que cumpre pena na Penitenciária Estadual do Seridó.
O repórter da Rádio Caicó, Cardoso Silva, apurou na Delegacia, que os homens que praticaram o crime, Felipe (que morreu em confronto com a Polícia), Elieldes e “Fabiano Ôião”, sabiam que Gonzaga não estava armada.
O preso Elieldes disse que ele e seus comparsas chegaram por trás da vítima e um deles encostou a arma em seu ouvido e disse “AGORA FALE!” e puxou o gatilho. Quando Gonzaga caiu, ainda foi atingido duas vezes na região do tórax e abdome. Depois, o trio empreendeu fuga.
Depois do confronto com Felipe, os policiais apreenderam um revólver 32 em sua posse.
Na casa de Elieldes, foram apreendidos, celulares e capsulas de revólveres.