sexta-feira, 31 de julho de 2020

Jovem Santanense, confirmou sua pré-candidatura a vereador do município de Santana do Matos.


O jovem Santanense, Murilo oliveira, confirmou sua pré-candidatura a vereador do município de Santana do Matos pelo Partido dos Trabalhadores (PT) através das suas redes sociais.
Murilo Oliveira é filho de uma microempreendedora e um motorista e carrega em suas origens, raízes que da Serra de Santana se estendem ao sertão do Sítio Tapuia.

Desde muito cedo iniciou sua luta por Políticas Públicas no município, atualmente, Murilo é estudante de Gestão de Políticas Públicas (UFRN), foi estudante dos IFRN Ipanguaçu e Natal Central, foi representante da Rede Estadual de Grêmios e é Coordenador do Coletivo Juventude Comprometida com a Luta, das regiões Central e Seridó.

“Com a garra do povo Santanense, a coragem e desejo por mudança da juventude, defendo um projeto coletivo, construído de forma democrática e que nos faz esperançar dias de luta coletiva, de conquistas democráticas e crescimento do nosso município”, afirma o pré-candidato.

Murilo Oliveira defende um projeto de renovação da política santanense, fundamentada na construção de um projeto coletivo, escutando a população e com a crença de que juntos, os santanenses poderão trilhar novos rumos de desenvolvimento.

Com histórico de lutas e atuações em Santana do Matos, um dos mais jovens pré-candidatos entra na disputa do pleito de 2020 com grande apoio da juventude e com uma boa militância.

Armando Ribeiro Gonçalves: o que ficou definido na reunião de alocação de águas


Na última semana o Instituto de Gestão das águas do RN (Igarn), por meio do seu diretor-presidente, Auricélio Costa, e do coordenador de Gestão Operacional, Antônio Righetto, participou a reunião de alocação de águas da barragem Armando Ribeiro Gonçalves, organizada pela Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico (ANA) e Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio Piancó-Piranhas-Açu.
A barragem Armando Ribeiro Gonçalves (ARG), na bacia hidrográfica do rio Piranhas-Açu, teve uma recuperação de seu armazenamento em função das chuvas que vêm cairam na região nos últimos meses. O maior reservatório do Rio Grande do Norte acumulava 64,67% (1,5 bilhão de metros cúbicos) de sua capacidade em 23 de julho – um ano antes o volume era de 31,33%. Nesse contexto, em 24 de julho, a ANA realizou uma videoconferência com os usuários de água do ARG, do açude Mendubim e dos rios Paraú e Açu para discutir e definir a alocação de água da região entre agosto de 2020 e julho de 2021.
Para o período da alocação, a média anual para captação direta no reservatório ARG será de 300 litros por segundo, enquanto a vazão liberada média a jusante (abaixo) do Armando Ribeiro Gonçalves para o rio Açu e o canal do Pataxó passará dos atuais 4700 l/s para 12.050 l/s, entre julho de 2020 e fevereiro de 2021, e para 6.050 l/s, entre março e junho de 2021.
Com o melhor volume de águas, as restrições de uso que vinham ocorrendo na região entre 2012 e 2020 em função da forte seca foram reduzidas. Além disso, a maior oferta de água permitirá o aumento das atividades econômicas na região – como agricultura, carcinicultura, indústria e abastecimento público de água –, contribuindo para o desenvolvimento do Rio Grande do Norte num contexto de pós-pandemia.
A alocação de água define regras de utilização de recursos hídricos com o objetivo de distribuí-los entre os usuários por um determinado período. Este processo conta com a participação do Poder Público, sociedade civil e usuários. No caso dessa videoconferência, o encontro virtual ocorreu em parceria com o Comitê da Bacia Hidrográfica dos Rios Piancó-Piranhas-Açu (CBH PPA) e com o Instituto de Gestão das Águas (Igarn).
No ano passado, a Agência publicou a Resolução Conjunta ANA/IGARN nº 73/2019 com as condições de uso da água no Sistema Hídrico ARG-Mendubim. Segundo o documento, os usos na região são pautados pelos estados hidrológicos (EHs) Verde, Amarelo e Vermelho. Eles determinam se tais usos da água podem acontecer com ou sem restrição e são determinados pelos volumes acumulados nos dois reservatórios ao fim de junho. Esse sistema engloba os açudes Armando Ribeiro Gonçalves e Mendubim.

Novo coronavírus pode estar em circulação silenciosa entre morcegos há décadas


A linhagem que deu origem ao vírus causador da Covid-19 pode estar circulando em morcegos há décadas. É o que indica um estudo realizado por um grupo de cientistas da China, Europa e Estados Unidos, e publicado nesta semana no jornal acadêmico Nature Microbiology.
Os pesquisadores tentaram reconstruir a história de evolução do vírus Sars-CoV-2 e o que eles descobriram pode ajudar a prevenir futuras pandemias, de acordo com informações da Universidade de Glasgow, cujos cientistas contribuíram com os estudos.

Nota de R$ 200: o que daria para comprar com esse valor no início do Plano Real

Foto: Marcos Santos / USP Imagens

As notas de R$ 100 devem perder em breve o posto de cédula de maior valor do país que ostentam desde julho de 1994, quando começou o Plano Real. Em agosto, deve entrar em circulação o mais novo membro da família, anunciado nesta semana pelo Banco Central: as notas de R$ 200, ilustradas pelo lobo-guará.  
Entre as razões citadas pelo Banco Central para a nova cédula, está a necessidade de estimular as pessoas a deixarem de guardar dinheiro em casa e usá-lo. É um efeito que caiu drasticamente com a pandemia e que pode atrapalhar a economia do país, já que reduz também o total de moeda circulando em compras e vendas. 

A inflação - razão histórica para a criação de notas mais altas no passado hiperinflacionário brasileiro - não entrou para o topo da lista de justificativas do BC. É fato, entretanto, que, apesar de os preços estarem bem comportados agora, eles já subiram bastante nesses 26 anos de vida da moeda.  
O IPCA, índice oficial de inflação do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), aponta uma alta geral dos preços de 521% desde o primeiro dia do Plano Real. 
Isso significa que ter uma das novas notas de R$ 200 no bolso em 1994, caso elas já existissem, seria uma sensação parecida à de carregar, hoje, R$ 1.242 (o valor de R$ 200 da época corrigidos pela inflação). Da mesma maneira, o que hoje custa R$ 200 saía por R$ 32, na média.
A tarifa do ônibus na cidade de São Paulo, por exemplo, que é de R$ 4,40 em 2020, custava R$ 0,50 em julho de 1994. A cesta básica, hoje calculada em mais de R$ 400, custava R$ 64.  
Por outro lado, se o país era bem mais barato, era também bem mais pobre, e ter R$ 200 era um luxo a que quase a metade da população não tinha acesso. O primeiro salário mínimo do Plano Real foi de R$ 64,79, e cerca de 40% dos trabalhadores viviam com menos do que R$ 200 por mês. 
Veja, a seguir, o que dava para fazer com esse valor nos primórdios do Plano Real e quanto isso significava em relação à renda do brasileiro, de acordo com dados levantados pelo CNN Brasil Business

Dava para comprar 3 cestas básicas 

Completar uma cesta básica em julho de 1994 custava em média R$ 64, de acordo com levantamento feito desde então pelo Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese). A nota de R$ 200 seria o suficiente para comprar três delas e ainda sobrar um troco.  
Em junho de 2020, o valor para comprar a mesma cesta estava em R$ 473, de acordo com o Dieese. Os R$ 200 não compram mais nem metade dela.  
Um levantamento feito pela Fundação Instituto de Pesquisas (Fipe) à pedido do CNN Brasil Business mostrou que, com R$ 200, era possível montar uma cesta básica com 166 peças de pão, leite, carne, frango, arroz e feijão. Aos preços de hoje, dá para levar 16 das mesmas coisas.  

Metrô R$ 0,60 e gasolina R$ 0,50 

O transporte também era uma pechincha para as nossas referências de hoje. Na cidade de São Paulo, as viagens de ônibus custavam R$ 50 e, as de metrô, R$ 0,60.  
Os R$ 200 comprariam 400 bilhetes do primeiro e 333 do segundo. No caso do ônibus, é viagem suficiente para ir e voltar do trabalho por mais de 9 meses, considerada a média de 21 dias úteis por mês. 
Hoje tanto o ônibus quanto o metrô custam R$ 4,40 – embora com a vantagem de que, desde 2004, há integrações gratuitas ou com desconto entre os modais na capital paulista.  
Já para o carro, os R$ 200 rendiam algo como 400 litros de gasolina no tanque, considerado um preço próximo de R$ 0,50 por litro que consta em notícias da época.  
Hoje, o preço médio da gasolina no país está em R$ 4,13 por litro, de acordo com a Agência Nacional de Petróleo (ANP). É 726% mais que em 1994. Com os R$ 200, dá para abastecer 48 litros – 88% menos.   
  
Salário mínimo de R$ 64 

O problema: o número de brasileiros que não ganhavam nem R$ 200 para o mês inteiro era enorme.  
O salário mínimo começou o Plano Real valendo R$ 64,79, ou seja, essas pessoas precisariam de mais de três meses para conseguir inteirar uma nota de R$ 200 no bolso.  
E elas eram muitas: de acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad), do IBGE, 14,9 milhões de adultos, ou 20% da força de trabalho do país, recebiam menos de um salário mínimo em 1995 (o IBGE não realizou a Pnad em 1994). 
E, se R$ 200 compravam mais de três cestas básicas, o salário mínimo acabava inteiro com uma – o valor dele e o da cesta de alimentos, de R$ 64 na conta do Dieese, era o mesmo. 
Hoje o mínimo é de R$ 1.045, ou aumento de 1.512% (quer dizer, 16 vezes maior). É bem mais que os 521% da inflação.  
O salário mínimo atual dá ao trabalhador o direito de receber quatro novas notas de R$ 200 por mês. Além de conseguir comprar duas cestas básicas inteiras, pelos valores do Dieese. 

40% ganhava menos de R$ 200 

Ainda de acordo com Pnad de 1995, 40% de todos os trabalhadores do país tinham uma renda mensal de até dois salários mínimos. Em 1995, o salário mínimo chegou a R$ 100, o que significa que esse batalhão de gente – 30 milhões de pessoas – vivia com até R$ 200 por mês. 
Considerados os que recebiam até R$ 300 (três salários mínimos), chegava-se a metade da força de trabalho.
Já a renda média de todos os trabalhadores, também de acordo com os dados de 1995 do IBGE, era de pouco mais do que isso: R$ 368.  
Em 2019, esta renda havia subido para R$ 2.308. As metodologias do IBGE mudaram no meio do caminho e os valores não são comparáveis, mas seria uma alta de 527% - empate técnico com a inflação (521%). 
Em 2019, 10% dos trabalhadores tinham renda inferior a R$ 374. Metade do total ganhava até R$ 1.260. 

R$ 200 de 1994 são R$ 1.242 hoje 

O real passou a ser a moeda oficial do país em 1º de julho de 1994. De lá até o fim de junho de 2020, dado mais recente do IPCA, a inflação acumulada no país é de 521,2%. 
A inflação, na prática, é o aumento médio nos preços de mais de 300 itens verificados todos os meses pelo IBGE em todo o país, do pãozinho e o café até corte de cabelo e pernoite de motel.  
Esse aumento significa que, no geral, para comprar todas as mesmas coisas que R$ 200 compravam em julho de 1994, seriam necessários R$ 1.242 em junho de 2020. 
A conta inversa também é verdadeira: o que hoje precisa de R$ 200 para ser comprado, custava ao todo R$ 32,20 em 1994. 
Ou seja, a nova nota de R$ 200 era o equivalente a três de R$ 10 e duas de R$ 1 – as de R$ 2 e de R$ 20 ainda não existiam. Foram criadas em 2001 e 2002. As de R$ 1 acabaram em 2005.  

Juliana Elias, do CNN Brasil Business, em São Paulo

Funcionários dos Correios marcam greve e governo prevê nova crise na pandemia

 Foto: Marcelo Camargo 12.mar.2018/ Agência Brasil

O governo está preocupado com a decisão dos funcionários dos Correios de entrarem em greve, a partir da terça-feira (4), e já admite que o caso vai parar no Tribunal Superior do Trabalho (TST).
"No meio da pandemia, uma greve dos Correios é gasolina no incêndio", afirmou à CNN uma fonte da estatal. A empresa tenta convencer os funcionários a não aderirem e classifica a paralisação de "reação imprópria". 
Mas nenhuma negociação deu certo até agora. "Certa do compromisso e da responsabilidade de seus empregados com a população e o país, espera que a adesão a uma possível paralisação, se houver, seja ínfima e incapaz de prejudicar o serviço postal e os brasileiros", afirma a empresa em comunicado.
Em 2017, a categoria chegou a passar mais de quinze dias em greve.
A sensação na cúpula dos Correios é de que a greve é inevitável mas há quem acredite em baixa adesão, o que minimizaria os impactos. Para empresa, este é o pior momento para uma greve. 
Os Correios apresentaram uma proposta tachada de pacote de maldades, que prevê ajustes no vale refeição e na remuneração de férias, entre outros pontos. A empresa afirma que a circulação de informações erradas provocou "confusão nos empregados".
Na quinta-feira (30), funcionários dos Correios encaminharam um comunicado ao presidente da estatal, Floriano Peixoto, com a informação de que farão greve por tempo indeterminado "por não terem suas reivindicações atendidas pela empresa na mesa de negociação". 
A Federação Nacional dos Trabalhadores em Empresas de Correios, Telégrafos e Similares (Fentect) reivindica reajuste salarial e afirma que a proposta do governo retira direitos.


*Com informações da CNN

Sem acordo com Oxford, Bolsonaro ironiza vacina chinesa contra Covid-19


Mesmo sem ter assinado até agora contrato com a farmacêutica AstraZeneca e a Universidade de Oxford, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse nesta quinta-feira (30) que 100 milhões de doses da vacina contra Covid-19 chegarão ao Brasil e ainda ironizou o produto produzido pela China, que está sendo testado em parceria com o governo João Doria (PSDB-SP), seu adversário político.
"Se fala muito da vacina da Covid-19. Nós entramos naquele consórcio lá de Oxford. Pelo que tudo indica, vai dar certo e 100 milhões de unidades chegarão para nós. Não é daquele outro país não, tá ok, pessoal? É de Oxford aí. Quem não contraiu o vírus até lá... Eu não preciso tomar porque já estou safo", disse Bolsonaro nesta noite em transmissão pela internet, a primeira desde que informou ter se curado do novo coronavírus.
A parceria com a Universidade de Oxford foi anunciada pelo Ministério da Saúde em 27 de junho. Porém, o acordo não foi assinado até agora. De acordo com a Fiocruz, "a expectativa é que a assinatura ocorra durante o mês de agosto".
Além disso, apesar da parceria com a instituição britânica, há insumos que vêm da China, como informou na entrevista coletiva de junho o secretário-executivo do Ministério da Saúde, Elcio Franco.
Na semana passada, João Doria, virtual adversário de Bolsonaro na eleição presidencial de 2022, anunciou o início dos testes com a vacina produzida pela chinesa Sinovac. Na apresentação, o governador procurou destacar as parcerias comerciais que o estado tem com a China, país que já foi alvo de críticas de integrantes da ala mais ideológica do governo, defensora do alinhamento do Brasil com os Estados Unidos.
A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) autorizou também na semana passada a realização de testes da vacina produzida por Pfizer e BioNTech.
O Brasil registrou 1.189 novas mortes pela Covid-19 e 56.992 casos da doença nesta quinta. Com isso, o país já soma 91.377 mortes e 2.613.789 infecções pelo novo coronavírus.
Os dados são fruto de colaboração inédita entre Folha de S.Paulo, UOL, O Estado de S. Paulo, Extra, O Globo e G1 para reunir e divulgar os números relativos à pandemia do novo coronavírus. As informações são coletadas diretamente com as Secretarias de Saúde estaduais. O balanço é fechado diariamente às 20h.
Nesta quinta, o Palácio do Planalto informou que o exame da primeira-dama, Michelle Bolsonaro, deu positivo para Covid-19
Na transmissão desta quinta-feira, Bolsonaro voltou a fazer propaganda da hidroxicloroquina, medicamento que não tem eficácia cientificamente comprovada para o tratamento de Covid-19. Ele também afirmou ter se submetido a um exame de sangue por ter sentido fraqueza.
"Previsto ir a Bagé [RS] amanhã [sexta-feira (31)]. Acabei de fazer um exame de sangue, estava com um pouco de fraqueza ontem [quarta-feira], achava que estava com um pouco de infecção também. Tomei agora um antibiótico. Depois de 20 dias dentro de casa, a gente pega outros problemas, peguei mofo, mofo no pulmão deve ser. E amanhã, barra pesada, porque a temperatura lá em Bagé tá zero grau", disse Bolsonaro.
Na live, Bolsonaro defendeu o trabalho do ministro interino da Saúde, general Eduardo Pazuello, e criticou o primeiro nome a ocupar o posto em seu governo, o médico Luiz Henrique Mandetta.
"Tivemos lá um médico primeiro [Mandetta], ó a desgraça que foi. O primeiro médico. O segundo foi muito rápido, o garoto lá, o segundo ministro [ Nelson Teich], por questão de foro íntimo resolveu sair, nada a falar sobre ele, tenho até a agradecer a colaboração que eles nos deu por um pequeno período de tempo ali. E o Pazuello é um gestor", disse Bolsonaro.


*Com informações da FOLHAPRESS

Twitter diz que ordem de Alexandre de Moraes é desproporcional, atinge a liberdade de expressão e anuncia que vai recorrer

O Twitter bloqueou internacionalmente as contas de perfis bolsonaristas nesta quinta-feira (30) em resposta a determinação do ministro do Supremo Tribunal Federal Alexandre de Moraes. No entanto, classificou a ordem como desproprocional e anunciou que recorrerá da decisão de bloqueio.
“O Twitter bloqueou as contas para atender a uma ordem judicial proveniente de inquérito do Supremo Tribunal Federal (STF). Embora não caiba ao Twitter defender a legalidade do conteúdo postado ou a conduta das pessoas impactadas pela referida ordem, a empresa considera a determinação desproporcional sob a ótica do regime de liberdade de expressão vigente no Brasil e, por isso, irá recorrer da decisão de bloqueio”, escreveu a empresa em nota de sua assessoria de imprensa enviada ao Painel.
Na sexta-feira (24), a empresa suspendeu os perfis no Brasil. No entanto, pouco depois os bolsonaristas e seus seguidores mudaram as configurações de localização para outros países e continuaram a publicar mensagens sem bloqueios, como revelado pelo Painel.
Na ocasião, o Twitter declarou apenas que “agiu estritamente em cumprimento a uma ordem legal proveniente de inquérito do Supremo Tribunal Federal (STF)”, sem comentar a decisão de Moraes ou mencionar a possibilidade de recurso na Justiça.
Figuras como o ex-deputado Roberto Jefferson (PTB), o blogueiro Allan dos Santos e os empresários Luciano Hang (da Havan) e Edgard Corona (das academias Smart Fit), alvos de investigação no âmbito do inquérito das fake news, tiveram suas contas suspensas.
O inquérito das fake news investiga ameaças e disseminação de notícias falsas contra integrantes do STF nas redes sociais e representa um dos principais pontos de tensão entre o Palácio do Planalto e a corte.


PAINEL FOLHA

quinta-feira, 30 de julho de 2020

Prefeitura de Currais Novos recebe medicamentos para tratamento da COVID-19


Desde o início da pandemia do novo coronavírus, a prefeitura de Currais Novos tem atuado em diferentes áreas para combater a proliferação da Covid19. Para auxiliar nesses esforços, a secretaria municipal de Saúde recebeu essa semana, um lote com comprimidos de Ivermectina, cloroquina e azitromicina, além de outros medicamentos.
A equipe técnica de saúde da secretaria discutiu nas últimas semanas, por videoconferência, a recomendação 04/2020 CREMERN com os coordenadores e médicos da rede municipal de saúde. Essas medicações estarão disponíveis na Farmácia Básica do Município para fornecimento a pacientes que tenham receitas médicas obtidas tanto na rede municipal de saúde, como na rede privada, além de termo de consentimento do paciente.
A secretária de Saúde, Alana Moraes, informou que kits estão sendo preparados para serem distribuídos também nas Unidades Básicas de Saúde. “A secretaria municipal de Saúde adotou a recomendação 04/2020 do Conselho Regional de Medicina do Rio Grande do Norte (CREMERN) que faculta ao profissional médico da rede municipal e privada a prescrição desses medicamentos no tratamento da Covid-19 na fase inicial da doença, depois de ampla discussão por videoconferência nas últimas semanas com a equipe técnica da secretaria, sobre a recomendação do CREMERN.
A Secretaria de Saúde está disponibilizando esses medicamentos para que o médico tenha a opção de prescrevê-los, se julgar necessário, com a devida autorização do paciente”, informou Alana.

Retorno de aulas presenciais não deve acontecer até o fim de agosto no RN


Foto: Sandro Meneses/Assecom

O Comitê Setorial da Educação do Governo do RN está elaborando três áreas de protocolos para quando for possível retomar as aulas presenciais na rede pública de ensino. O secretário de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, Getúlio Marques, disse nesta quinta-feira, 31, que os protocolos são para as áreas pedagógica, normativa e de biossegurança.
“As aulas não foram suspensas, estão acontecendo por meios eletrônicos e via material impresso enviado para as comunidades rurais. O ano está comprometido, mas não perdido. Estamos fazendo todos os esforços para que não se perca o ano letivo de 2020”, afirmou o secretário na entrevista coletiva para atualização de dados e prestação de contas das ações da gestão estadual no enfrentamento à Covid-19.
Getúlio Marques informou que a Secretaria Estadual de Educação está trabalhando com ciclos e no retorno a atividades presenciais fará avaliações de nível de cada aluno, um trabalho de nivelamento e demais análises para assegurar a regularidade dos conteúdos.
Nesta quarta-feira, 29, após uma reunião interna, o Comitê Setorial da Educação se reuniu com o Comitê de Segurança da Saúde e ouviu a mesma avaliação anterior: não há condições para o reinício das aulas presencias no dia 17 de agosto como estava previsto. “A pesquisa é unânime. As condições para retornar dia 17 agosto não são favoráveis. É preciso aguardar uma melhoria mais efetiva no quadro da pandemia para voltarmos com segurança. Precisamos esperar o momento certo para voltar, mas não será antes do final de agosto. Educação é direito de todos e a gente quer preservar, mas só retornaremos com segurança por que isso significa mais de um milhão de pessoas voltando a circular em todo o Estado”, enfatizou.
Getúlio ainda informou que as prefeituras não têm prerrogativa para autorizar o funcionamento presencial das escolas privadas. “Especialmente aquelas que têm ensino médio, que é competência do Estado e do Conselho Estadual de Educação. As prefeituras podem deliberar sobre o ensino fundamental e a educação infantil”.
DADOS
O total de internamentos em consequência da Covid-19 no Rio Grande do Norte nesta quinta-feira, 30, é de 448 pacientes. Destes 233 estão em leitos críticos e 215 em leitos clínicos. A taxa geral de ocupação de leitos críticos para pacientes de Covid-19 é de 61%.
Nas regionais segue distribuído desta forma:
54% – Natal
40% – João Câmara
88% – Mossoró
20% – Pau dos Ferros
20% – São José de Mipibu
63% – Seridó
A fila de regulação tem 2 pacientes para leitos críticos, 2 para leitos clínicos e 16 aguardando transporte sanitário.
Os casos confirmados hoje somam 49.667, os suspeitos chegam a 61.800, há 78.818 descartados, 1.750 óbitos registrados (7 nas últimas 24 horas) e há 185 óbitos em investigação. A taxa de isolamento social é de 39%.O Governo do RN disponibiliza testes RT-PCR em todos os municípios e reforça as medidas de atendimento pelo Sistema Único de Saúde (SUS).
“O apoio técnico do Governo aos municípios acontece em todas as regiões e reforça a implementação de estratégias principalmente no atendimento básico de saúde, potencializando o trabalho feito pelos municípios, numa co-responsabilização para alcançarmos melhores resultados”, explicou a subcoordenadora de vigilância epidemiológica da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), Alessandra Luchesi.

Santana do Matos: Sindicatos se unem na luta em prol do Piso Salarial 2020 da educação


O Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Estado do RN (Sinte/RN) e o Sindicato dos Servidores Públicos de Santana do Matos (Sindmat) estão unidos para lutar em defesa do Piso Salarial 2020 dos professores do município, situado na região Sertão/Central do estado.
A exemplo do que acontece em Natal, a prefeita de Santana dos Matos, Maria Alice Silva, vem se negando a conceder o reajuste de 12,84% aos profissionais do magistério, como determina a Lei nº 738/2008.
“A luta começou em janeiro, mas até agora nenhuma proposta foi apresentada. Dirigentes do Sindmat relatam que a gestão municipal se recusa a dialogar sobre a questão e a área econômica alega não dispor de recursos para conceder o reajuste”, frisa informação do portal virtual do Sinte/RN.
Diante da situação, o órgão sindical municipal tomou a iniciativa e propôs à Prefeitura pagar o Piso em quatro parcelas, deixando o retroativo para ser quitado em outro momento.
Em resposta, o município repetiu a alegação de que não pode pagar o que deve.
Por isso, o Sindmat, apoiado pelo Sinte/RN, vai acionar a Justiça em busca do cumprimento do direito garantido por lei.

Igarn: Reservas hídricas estaduais encerram o mês de julho com 55% da sua capacidade

Imagem: Reprodução 
 
O Governo do Estado, por meio do Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn), monitora os 47 reservatórios, com capacidades superiores a cinco milhões de m³, responsáveis pelo abastecimento das cidades potiguares.
O Relatório do Volume dos Principais Reservatórios Estaduais, divulgado nesta quinta-feira (30), indica que as reservas hídricas superficiais totais, que são os mananciais monitorados pelo Igarn, somam 2.431.342.926 m³, que correspondem a 55,55% da capacidade total do Estado que é de 4.376.444.842 m³.
A barragem Engenheiro Armando Ribeiro Gonçalves (foto), localizada geograficamente na região do Vale do Açu, maior reservatório estadual com 2,37 bilhões de m³, está com 1.533.987.376 m³, percentualmente 64,64% da sua capacidade total.
No mesmo dia 30 de julho, só que em 2019, salienta informação do Instituto, o reservatório estava com 786.152.000 m³, que correspondiam a 32,76% da sua capacidade.

MPRN: Judiciário acata denúncia e ex-governador vira réu por obstrução de investigações

Imagem: Reprodução
A 6ª Vara Criminal de Natal acatou denúncia em desfavor do ex-governador Robinson Faria (foto) e ainda de Magaly Cristina da Silva e Adelson Freitas dos Reis por obstrução de investigações pertinentes à operação Dama de Espadas, deflagrada pelo Ministério Público do RN (MPRN), em 2015.
O fato é registrado por intermédio do endereço eletrônico da instituição ministerial na internet.
Os três foram denunciados pelo Ministério Público Federal (MPF) perante o Superior Tribunal de Justiça (STJ), uma vez que, à época da denúncia, Robinson Faria tinha foro privilegiado por ser governador do estado, mas não houve apreciação da denúncia por aquela Corte, vindo a ser recebida agora por decisão do Juízo da 6ª Vara Criminal de Natal.
Veja AQUI a íntegra da denúncia.

Indicadores: Polícia Militar do RN divulga balanço relativo ao primeiro semestre de 2020

Imagem: Reprodução
 
A Polícia Militar do RN (PM/RN) divulgou os números relativos as ocorrências atendidas de janeiro até junho do corrente ano.
No total foram apreendidas 724 armas de fogo e 473 Kg de drogas, sendo 214 Kg de maconha, 160 Kg de cocaína e 86 Kg de crack.
Além das apreensões, a PM potiguar ainda deteve 4.505 pessoas, sendo 1.944 em flagrante delito.
Foram 393 foragidos capturados, sendo 306 por cumprimento de mandados de prisão e 87 recapturados do sistema penitenciário, os quais foram reconduzidos aos estabelecimentos prisionais para o cumprimento de suas respectivas penas restritivas de liberdade.
A PM/RN ainda recuperou 1.583 veículos que continham registro de roubo ou furto, sendo 580 carros e 1.003 motocicletas, que foram restituídos aos seus devidos proprietários.
O release é enviado pela assessoria de comunicação social da instituição, em Natal.

Enxame de abelhas invade cabine, motorista perde controle e vira caminhão na BR-304 no RN


Um enxame de abelhas invadiu a cabine de um caminhão e provocou um acidente na BR-304, próximo ao município de Lajes, na região central do Rio Grande do Norte, segundo informações da Polícia Rodoviária Federal (PRF). O caso aconteceu na manhã desta quinta-feira (30). Segundo informações do Portal G1, Ninguém ficou ferido.

Ainda de acordo com as informações da PRF, com a invasão das abelhas no caminhão, o motorista perdeu controle do veículo e acabou virando na estrada. A carga levada pelo caminhão articulado não foi informada.

No início da tarde desta quinta-feira (30), o veículo já havia sido tirado da pista e colocado no acostamento.

Após decisão de Toffoli, juiz suspende processo em que Serra e a filha são réus por lavagem de dinheiro

 
Foto: Robson Fernandes/Estadão Conteúdo/Arquivo

O juiz federal Diego Paes Moreira decidiu nesta quinta-feira (30) suspender a ação penal contra o senador e ex-governador José Serra (PSDB) e a filha dele, Verônica Allende Serra, por lavagem de dinheiro. Em nota, o Ministério Público Federal (MPF) entendeu como “indevida” suspensão do processo e afirmou que “adotará as providências cabíveis a fim de, oportunamente, retomar a ação penal instaurada”.
Já a defesa de Serra, formada pelos advogados Flávia Rahal e Sepúlveda Pertence, entenderam como “prudente” a suspensão, alegando que a denúncia é “absurda” e o juízo federal paulista é “incompetente” para o caso.
A Justiça Federal aceitou na quarta-feira (29) a denúncia realizada pelo Ministério Público Federal (MPF). No entanto, uma decisão do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) Dias Toffoli horas antes suspendeu todas as investigações da Lava Jato sobre a campanha de Serra.
“Em que pese a decisão do STF não determinar de forma explícita que a presente ação penal seria abrangida pela determinação de suspensão, eis que em sua redação consta a indicação de que foi determinada a suspensão da investigação deflagrada, por cautela entendo que a presente ação penal deve ser suspensa até nova ordem do Supremo Tribunal Federal. Assim, em cumprimento ao quanto determinado pelo Supremo Tribunal Federal na Reclamação 42.355, suspenda-se o andamento dos presentes autos”, afirma o juiz em documento desta quinta.
Moreira afirma que aceitou a denúncia quarta antes de tomar conhecimento da decisão do STF, que foi assinada por Tofolli às 16h56.
“Ressalto que, conforme consta do Sistema PJe, a decisão de recebimento da denúncia foi proferida às 18h04, antes que este Juízo tivesse conhecimento da decisão proferida pelo E. STF”, afirma no despacho.
Veja a nota do MPF sobre a decisão:
“A força-tarefa Lava Jato do Ministério Público Federal em São Paulo entende indevida a suspensão da ação penal instaurada ontem em face de José Serra e Veronica Serra. Em primeiro lugar, porque a decisão liminar proferida pelo ministro Dias Toffoli suspendeu, expressamente, apenas investigação pertinente à chamada operação Revoada, nada falando sobre a denúncia já oferecida, que deu origem à ação penal. Em segundo lugar, e mais importante, porque, como amplamente noticiado, a denúncia em questão foi oferecida no exato mesmo dia em que feitas as buscas questionadas pelo ministro, não tendo, portanto, se baseado em quaisquer elementos de prova cuja obtenção o ministro considerou indevida. A denúncia se baseou em diligências e provas anteriores, sem qualquer relação com as diligências objeto da reclamação julgada liminarmente, e está inteiramente preservada quanto a seus efeitos”, disse o MPF em nota.
Os procuradores dizem, ainda que, “adotará as providências cabíveis a fim de, oportunamente, retomar a ação penal instaurada”. “De qualquer modo, externa que entende a cautela do juízo, referida na decisão de suspensão, e acredita que ela deriva da grande controvérsia instalada pela liminar proferida na reclamação, a qual gerou e segue gerando dúvidas diversas, até quanto a seu alcance efetivo”, dizem os procuradores da República que atuam no caso.

G1

Lula: Bolsonaro inventou o seu contágio para promover a cloroquina


O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) sugeriu hoje que o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), inventou estar contaminado pela covid-19 para promover a cloroquina, um medicamento cuja eficácia contra o novo coronavírus tem sido questionada.
"Acho que o Bolsonaro inventou que estava contaminado para anunciar o remédio. Não sei se ele é um parceiro, mas ele se comporta como se fosse o dono da fábrica que faz o remédio", disse Lula, durante uma coletiva de imprensa virtual com correspondentes estrangeiros.
Bolsonaro anunciou em 07 de julho que havia contraído a covid-19, uma doença que chegou a classificar de "gripezinha" e que já matou mais de 90 mil brasileiros.
No último sábado, ele disse que estava curado e deixou o isolamento social que cumpria dentro do Palácio da Alvorada, sua residência oficial. Hoje sua esposa, Michelle Bolsonaro, anunciou que está com coronavírus.
Além de colocar em dúvida a infecção do Presidente, Lula também apontou a "responsabilidade" de Bolsonaro sobre a situação séria da pandemia no Brasil, o segundo país mais afetado no mundo.
"Se o Brasil tivesse feito o que o bom senso ordena, não estaríamos com 90.000 cadáveres, o que torna Bolsonaro um genocida", afirmou o ex-presidente.
Lula também acusou Bolsonaro de "menosprezar" o "perigo" do coronavírus e ignorar as recomendações médicas, incluindo a obrigatoriedade de quarentenas. "O Presidente não se esforça para agradar a ciência e ouvir os cientistas, ele faz uma política em que somente ele e os milicianos que lidera acreditam", disse.
Nos últimos meses, Bolsonaro desafiou o vírus quase diariamente, circulando pelas ruas em confinamento, participando de eventos públicos sem a máscara, abraçando e beijando apoiadores sem nenhum cuidado, como fez nesta quinta-feira no seu primeiro ato público desde que anunciou a sua recuperação.
Em relação à crise da saúde, Lula elogiou a gestão do Presidente argentino Alberto Fernández, que decretou uma das quarentenas mais severas da América do Sul. "O que Alberto faz é digno de respeito, acho que ele está fazendo uma política correta, de respeito pelo ser humano. O ser humano não é um algoritmo, ele tem um sentimento, um coração e as pessoas precisam ser bem tratadas", enfatizou.
O ex-presidente aproveitou também para criticar a política externa do atual Governo. "Nunca vi uma dependência e servidão em minha vida como a que o Governo brasileiro tem pelos Estados Unidos", disse.
Lula também criticou a "servidão" de Bolsonaro em relação ao Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, e questionou o "complexo de inferioridade" do Brasil nesta relação. "Para ser amigo dos Estados Unidos, você não precisa ser inimigo da Rússia e da China, ou a Argentina, que era nosso maior parceiro comercial, era o maior comprador de produtos manufaturados", enfatizou.
O ex-líder culpou o Governo Bolsonaro por "destruir a política de integração da América do Sul e da América Latina" e apontou os Estados Unidos como um travão ao desenvolvimento e crescimento da região. "Vivi um período em que o Brasil se tornou protagonista internacional. Valorizamos muito a integração latino-americana e fortalecemos o Mercosul", lembrou Lula.
Lula governou o Brasil entre 2003 e 2010, foi preso em abril de 2018 após ser condenado em segunda instância pelo Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF-4), num processo sobre a posse de um apartamento, que os procuradores alegam ter sido dado como suborno pela construtora OAS em troca de vantagens em contratos com a estatal petrolífera Petrobras.
O ex-presidente cumpria pena em regime fechado, mas foi colocado em liberdade no dia 08 de novembro de 2019, após o Supremo Tribunal Federal decidir anular prisões em segunda instância. O Supremo alterou um entendimento adotado desde 2016, decidindo que réus condenados só poderão ser presos após o trânsito em julgado, ou seja, depois de esgotados todos os recursos, com exceção de casos de prisões preventivas decretadas.

 *Com informações do Notícias Ao Minuto Brasil

Cerro Corá: Acidente envolve três veículos na RN-042 descida da serra.

Um acidente envolvendo três veículos, entre estes a viatura da Polícia Militar de Bodó, foi registrado na RN 042, descida da serra de Cerro Corá. Os outros dois veículos envolvidos foi um caminhão e uma motocicleta Yamaha 250 cilindradas. O motorista do caminhão, um dos policiais e o condutor da motocicleta foram socorridos para o Hospital Regional Mariano Coelho em Currais Novos.
As primeiras informações chegadas a nossa reportagem dão conta que o caminhão teria perdido os freios e colidido nos outros dois veículos antes de descer uma ribanceira. Estamos no aguardo de mais informações.
*CN Policia

São Rafael-RN: PM encontra machado usado para matar queijeiro

A Polícia Militar da cidade de São Rafael já entregou à Polícia Judiciária a arma de crime usada para assassinar o queijeiro José Teixeira de Mendonça, “Zé do Queijo”, encontrado submerso nas águas da barragem Armando Ribeiro Gonçalves no último 24 de julho, corrente ano.
De acordo com o Sargento PM Galdino, comandante do Destacamento de Polícia Militar daquele município, o suspeito do crime é o senhor Expedito Flor de Araújo, amigo da vítima. O investigado disse a populares, minutos após o crime, que “teria matado uma pessoa nas proximidades”, e fugiu.

*Jair Sampaio

Governo do RN prorroga vencimento do IPVA 2020. Vejam as novas datas de pagamento


A Secretaria Estadual de Tributação (SET-RN) vai publicar portaria que altera os vencimentos do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) deste ano. O prazo para pagamento será postergado e o vencimento da cota única ou do primeiro boleto do parcelamento inicia no dia 17 de agosto. A medida atende ao decreto 29.873, publicado no Diário Oficial desta quarta-feira (29) pela governadora Fátima Bezerra. A regra vale para aqueles proprietários de veículos que ainda não pagaram o tributo. A decisão, no entanto, não afeta o licenciamento, que segue as determinações do Detran-RN.

quarta-feira, 29 de julho de 2020

URGENTE: HOMEM SAI PARA CAÇAR PASSA MAU E MORRE ANTES DO SOCORRO.


Informações que estão chegando a nossa redação e que nas primeiras horas da manhã desta quarta-feira dois homens residente no assentamento Serrano (Serra de Santana), no município de Bodó saíram para caçar dentro da mata na localidade chamada de Bela Vista (local conhecido por barreiro de anjo), um dos homem conhecido  pelo nome de Naldinho disse está sentindo uma dor e começou a passar mau tendo seu colega retornado em busca de socorro, ao chegarem de volta aonde o homem estaria a espera de socorro foi constatado que o mesmo teria falecido.
A PM de Bodó foi acionada e fez o isolamento do local a espera da Policia Civil e o ITEP/Caicó que foram acionados.

As informações que o senhor Naldinho tinha aproximadamente 60 anos.

 Seta indica aproximadamente o local do ocorrido

Prefeito anuncia investimentos em novos equipamentos para o centro cirúrgico do hospital do Seridó


A prefeitura de Caicó continua com investimentos na área de saúde e no final de semana, o Hospital do Seridó recebeu novos equipamentos para a reestruturação do Centro Cirúrgico do Hospital do Seridó. Foram instalados os focos cirúrgicos, além da nova mesa cirúrgica do Hospital do Seridó naquela unidade hospitalar.
“Esses equipamentos modernos contribuem para dar mais segurança e qualidade ao atendimento dos pacientes do Hospital do Seridó e novos investimentos virão para melhorar ainda mais esse serviço importante da área de saúde em Caicó. O Hospital do Seridó é outra realidade em nossa gestão”, destacou o prefeito de Caicó, Robson de Araújo (Batata).
A secretária municipal de Saúde, Débora Costa, enfatizou que o Centro Cirúrgico está passando por uma reformulação e está quase concluído, sendo que em breve, a gestão Batata anunciará mais novidades para o Hospital do Seridó.

Saúde libera R$ 120 milhões para Estados investirem em laboratórios. LACEN RN vai receber o sexto maior orçamento do Brasil, mais de 5 milhões


O Ministério da Saúde liberou o repasse de R$ 120 milhões para os fundos de Saúde dos Estados e do Distrito Federal aplicarem na rede de laboratórios de saúde pública. A portaria que libera os recursos foi publicada em edição extra do Diário Oficial da União (28.jul.2020). Eis a íntegra (98 KB).
O texto é assinado pelo ministro interino da Saúde, general Eduardo Pazuello. Os recursos servirão para atualização do parque tecnológico dos laboratórios. Uma das justificativas da portaria é o enfrentamento à pandemia de covid-19.
O valor será transferido, em parcela única, do Fundo Nacional de Saúde aos Fundos de Saúde Estaduais e do Distrito Federal.
O Valor destinado para o Laboratório Central de Saúde Pública do Rio Grande do Norte – LACEN é de R$ 5.301.344,49, o sexto maior do Brasil.

terça-feira, 28 de julho de 2020

NOVO TREMOR DE TERRA NO RIO GRANDE DO NORTE

Localização epicentral simbolizada pelo marcador amarelo no mapa
 
Localização epicentral simbolizada pelo marcador amarelo no mapa
Nesta terça-feira (28), às 14h33 UTC (11h33, horário local), um tremor de terra de magnitude preliminar 2.1 mR foi registrado pelas estações sismográficas (PFBR, localizada em Pau dos Ferros/RN, e NBPA, localizada em Paraú/RN) operadas pelo Laboratório Sismológico da UFRN no município de São Francisco do Oeste, no Rio Grande do Norte. Segundo o blog de João Moacir, moradores de São Francisco do Oeste teriam escutado e sentido o estrondo no final da manhã. Há informações de que o evento também teria sido sentido pela população do município de Pau dos Ferros. O Laboratório Sismológico já repassou todas as informações sobre o evento para a Defesa Civil do estado do Rio Grande do Norte.
O LabSis segue monitorando e divulgando toda atividade sísmica do Nordeste brasileiro em tempo real. Para mais informações sobre sismicidade, principalmente da região Nordeste, acesse: Sismos do Nordeste. Anexado no final desta publicação é possível acessar o registro do tremor pela estação sismográfica localizada em Paraú/RN (NBPA).

*Com informações LabSis/UFRN

SANTANA DO MATOS, está na zona segura de transmissibilidade da Covid -19.


Dos 167 municípios do Rio Grande do Norte 111 deles a taxa de transmissão do novo coronavírus ainda está em “alerta vermelho” ou em “zona de perigo”, de acordo com pesquisadores que fazem parte do Laboratório de Inovação Tecnológica em Saúde (LAIS) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte – responsável pela Plataforma Coronavírus RN e do sistema Regula RN, que administra os leitos públicos de Covid -19 no estado.
 
O município de Santana do Matos está entre os considerado zona segura de transmissibilidade da Covid -19, com a taxa de transmissibilidade abaixo de 1,00 com 0,95 – cada 03 pacientes infectados pelo coronavírus transmite a doença para mais 02 pessoas.

Já os municípios de Bodó, Lagoa Nova, Tenente Laurentino Cruz, São Vicente, Florânia, Angicos Fernando Pedroza e Lajes, estão na zona de perigo como mostra no mapa.

Governo federal quer presídios privados, presos trabalhando e pagando seus custos

 
Foto: Rodrigo Ziebell/SSP
A situação carcerária brasileira é precária, com superlotação e alto custo para o Estado. O governo tem um projeto para privatizar presídios e fazer os presos trabalharem e usarem parte do salário para pagar seus custos. “Hoje é o pior dos mundos, e o modelo de parceria público privada (PPP) pode ajudar a inverter esse cenário”, afirmou, em entrevista ao UOL, a secretária especial do Programa de Parcerias de Investimentos (PP) do Ministério da Economia, Martha Seillier.
Atualmente, há no Brasil apenas um modelo de presídio já operando com a iniciativa privada desde a construção até a administração —em Ribeirão das Neves (MG). O governo, entretanto, trabalha para tirar do papel dois novos empreendimentos, em Santa Catarina e no Rio Grande do Sul, que devem servir de modelo para estender a ideia para o restante do país.
Iniciativa privada poderá ficar por 35 anos
Os governos dos dois estados já concederam terrenos para a construção dos novos presídios. Os investidores privados poderão operar o sistema por 35 anos.
“Já estamos com os dois pilotos em estruturação e na etapa de estudo de viabilidade para saber como será o ressarcimento do investidor privado ao longo dos 35 anos”, disse Martha. Segundo ela, como toda concessão, haverá audiência pública e auditorias. “Acreditamos que o leilão possa acontecer no ano que vem”, afirmou.
Na avaliação da secretária, apesar de haver uma complexidade regulatória grande, caso os modelos sejam bem-sucedidos será “um caminho sem volta”. “Se esses pilotos derem certo, muitos outros estados vão levantar a mão e demandar esse tipo de modelo. Aí de fato a gente começa a ter uma transformação nesse nosso sistema de segurança pública”, destacou.
Trabalhar para reduzir pena e custos
Para Martha, além de oferecer possibilidade de trabalho e estudos aos presidiários, é preciso fazer com que eles banquem parte dos gastos que estão gerando aos estados.
“O trabalho é uma opção, mas o presidiário tem dois grandes incentivos para optar pelo trabalho. O primeiro é que reduz a pena. A cada três dias trabalhados é um dia a menos na prisão”, explica.
“O segundo é que ele recebe uma remuneração, que não pode ser menor que um salário mínimo. Com parte desse dinheiro, ele vai ajudar a manter o sistema, pagando por hospedagem e alimentação, por exemplo.”
A remuneração de um salário mínimo (hoje em R$ 1.045) é adotada no modelo de Santa Catarina. Pela lei de Execução Penal, no entanto, a previsão mínima é de três quartos de um salário mínimo. O modelo que está sendo desenhado deve levar em consideração o piloto que está sendo desenvolvido no sul do país.
Não está definido ainda quanto do salário ficaria com o preso e quanto seria usado para pagar seus custos.
Indústrias podem ser acopladas às cadeias
A arquitetura desses presídios deve prever a possibilidade de se criar indústrias integradas.
“A lógica é esse investidor privado desenhar a infraestrutura do presídio pensando em acoplar indústrias a esse empreendimento. Essas indústrias poderiam ficar ali pelo tempo do contrato do presídio, que hoje pela lei do PPP está restrito a 35 anos, mas é mais do que suficiente para amortizar (o investimento)”.
Segundo Martha, hoje o percentual de presos que podem trabalhar é baixo e está praticamente restrito àqueles detentos que estão em regime semiaberto.
“A gente quer atingir a outra categoria de presos, que está em regime fechado, que tem baixíssimo acesso ao sistema laboral dentro do nosso sistema, assim como oportunidade de estudo”, diz.
Economia como transformação social
Martha diz que já há em presídios públicos de SC contratos feitos com a indústria, que têm mostrado eficiência. “Eles fizeram contratos de cinco anos. Fabricam móveis, brinquedos, bancos de couro, vestidos de festa. É a economia aliada à transformação social.”
Segundo ela, a ideia de criar PPPs para presídios tinha como foco inicial suprir o déficit de vagas no sistema carcerário. “Ao longo do tempo e da modelagem, percebemos que dá para fazer uma política pública que gere renda, oportunidade e diminua o custo para o Estado”.

*Com informações da Coluna Carla Araújo – UOL

PF prende em São Paulo integrante de facção criminosa foragido do RN

 
Foto: PF

A Força-Tarefa de Combate às Facções Criminosas em Mossoró, coordenada pela PF e composta por policiais federais, policiais civis, policiais militares, bem como policiais penais federais, atuando em colaboração com a Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública (SEOPI/MJSP), prendeu na manhã desta terça-feira, 28/07, um homem de 29 anos,
procurado desde o mês de setembro de 2019, quando da deflagração da Operação Extração no RN.
O mandado de prisão expedido pela 2ª Vara Criminal da comarca de Mossoró foi cumprido no Centro de Detenção Provisória Belém II, em São Paulo/SP, onde o procurado estava detido desde o último dia 23/7, ocasião em que foi preso em flagrante, acusado de tráfico de drogas.
No Rio Grande do Norte, o homem integrava a cúpula paulista do PCC e era apontado como um dos “Sintonias Gerais”, posição hierárquica de destaque no comando da facção criminosa neste estado.
A investigação realizada pela Polícia Federal culminou com o indiciamento do investigado por integrar organização criminosa (artigo 2º, da Lei nº 12.850/2013), e por sua associação ao tráfico de drogas no RN (artigo 35 da Lei n. 11.343/2006).
Apesar das restrições impostas no período de calamidade pública, a Força-Tarefa formada pela PF, PM/RN, DEPEN e PC/RN prossegue nos trabalhos, a fim de monitorar e reprimir as ações das facções criminosas no Rio Grande do Norte.

segunda-feira, 27 de julho de 2020

IMAGEM DE SANT´ANA PERCORREU RUAS DE SANTANA DO MATOS NESTE DOMINGO QUANDO SE COMEMORA O SEU DIA


O dia 26 de julho quando se comemora o dia de Senhora Sant´Ana, Padroeira aqui de Santana do Matos este ano foi diferente, um dia que a mais de 200 anos a população sai as ruas para comemorar o dia de sua padroeira este ano ela que saiu para visitar a  casa dos santanenses.
Muita emoção se via nos olhares das pessoas que junto com suas famílias esperavam a passagem da imagem n a frente das suas casas.
O percurso teve aproximadamente 30 kms, com uma duração de 5horas, e teve o apoio de viaturas da PM para orientar e organizar o transito.
O cortejo ao passar em frente ao Hospital Dr. Clóvis Avelino foi prestado uma homenagem a todos os profissionais de saúde!

Caicó: Cavalaria e Paróquia homenageiam homem e mulher do campo

Uma homenagem especial foi feita pela Cavalaria da Polícia Militar, que conduziu o estandarte de Sant’Ana pelo trajeto da Cavalgada, entre o Parque de Exposições e a Catedral
O primeiro domingo de Festa de Sant’Ana de Caicó é marcado pela cavalgada e leilão, evento que, nos anos anteriores, já contou com 2 mil cavaleiros e amazonas.
Esse ano, com a pandemia e a necessidade de evitar aglomerações, a Paróquia de Sant’Ana realizou uma missa em ação de graças pelos homens e mulheres do campo, com a Catedral fechada.
Uma homenagem especial foi feita pela Cavalaria da Polícia Militar, que conduziu o estandarte de Sant’Ana pelo trajeto da Cavalgada, entre o Parque de Exposições e a Catedral.
A Cavalgada de Sant’Ana é considerada a maior cavalgada de cunho religioso do Nordeste e simboliza a fé do homem e mulher do sertão, tão resistentes às secas, neste ano celebra sua 19ª edição.
A programação especial culmina com o leilão virtual da Festa de Sant’Ana, transmitido das 9 às 14 horas pela TV Kurtição e pelas redes sociais da Catedral. Os lances para as prendas são dados pelo WhatsApp da Paróquia – (84) 9.9401-2474.
O evento é uma promoção da Paróquia de Sant’Ana e Diocese de Caicó, conta com o apoio da Lei Câmara Cascudo de incentivo à cultura e patrocínio de Ligzarb Supermercado, Distribuidora JM Frios, Café Santa Clara, Slup Sorvetes, Del Rayssa e Eletrocenter.

Foto: Isaiana Santos (Inter TV Cabugi)

sábado, 25 de julho de 2020

SANTANA DO MATOS: Vereador Paulo Bezerra comemora requerimento atendido que contempla 150 famílias da comunidade de Bom Jesus.


Buscando melhorias para comunidades do seu município, o vereador Paulo Bezerra tendo conhecimento da atual situação de uma caixa da caixa d' água na comunidade de Bom Jesus que estaria precisando de uma reforma buscou solucionar o problema, junto à Secretaria Estadual de Recursos Hídricos, enviando o requerimento 048/2019, onde foi informado pelo o secretario Dr. João Maria, que a referida secretaria no momento não disponibilizava de recursos para à recuperação desse equipamento, no valor de R$ 30.000,00 mil reais.
O vereador através do requerimento 034/2019, desta vez solicitou ao governo municipal a recuperação da referida caixa d' água, que foi atendido pelo o executivo santanense e no último dia 20 de julho do corrente ano, foi dado inicio à obra com recursos próprios do município.
Uma nova caixa d' água será construída e a atual que apresenta problemas na sua estrutura será demolida após a conclusão da obra, que irá beneficiar cento e cinquenta famílias da referida comunidade.





Caixa abre 15 agências neste sábado (25) no RN para saque do auxílio emergencial; veja lista

 
Foto: reprodução

A Caixa Econômica Federal abre 15 agências no Rio Grande do Norte para saque de benefícios emergenciais pagos na pandemia do novo coronavírus,neste sábado (25).
As unidades vão funcionar das 8h às 12h, para atendimento dos cidadãos nascidos em janeiro que têm direito ao auxílio de R$ 600 (ou R$ 1.200 para as mães chefes de família) e ao FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço) emergencial.
Em todo o Brasil, serão abertas 680 agências.
Confira as agências da Caixa que vão funcionar neste sábado (25), no Rio Grande do Norte:
– Açu – Centro;
– Caicó – Centro;
– Ceará-Mirim – Centro;
– Currais Novos – Centro;
– Goianinha – Centro;
– João Câmara – Centro;
– Macaíba – Tavares de Lira, Av. Jundiaí;
– Mossoró – Centro – Rua Coronel Gurgel, 406
– Mossoró – Centro – Rua Bezerra Mendes, 75
– Natal – Alecrim – Av. Presidente Brandeira, 656
– Natal – Potengi – Av. João Medeiros Filho, 1720
– Parnamirim – Centro;
– Pau dos Ferros – Centro;
– Santa Cruz – Centro;
– São Gonçalo do Amarante – Av. Tomaz Landim, 1639.