APOIO

APOIO

sábado, 6 de agosto de 2016

CE: Sargento morre e esposa é baleada durante troca de tiros na Maraponga

O sargento da Polícia Militar Francisco Edinardo Menezes de Sousa (FOTO: reprodução/arquivo pessoal), de 45 anos, foi morto e a esposa identificada apenas como Jaqueline foi baleada na perna durante uma troca de tiros na noite desta quinta-feira, 4, na Rua Isaías Pereira, no bairro Maraponga. Um homem identificado como Francisco Anderson Nunes Brandão, de aproximadamente 26 anos, também morreu na troca de tiros. Com o caso sobe para 15 o número de policiais baleados no estado do Ceará neste ano.


De acordo com o supervisor de Policiamento da Área Integrada de Segurança 5 (AIS 5), major Francisco Valdizio, o policial estava acompanhado da esposa que estava no banco de trás da motocicleta. O casal chegava em casa quando foi abordado por dois homens a pé e armados. Houve troca de tiros e o PM foi ferido e baleou Anderson. O policial e o suspeito morreram no local.

Conforme o major, ainda não há como confirmar se o policial foi vítima de uma tentativa de assalto ou se os suspeitos teriam a intenção de executá-lo. O policiamento da área, além das tropas especiais do Batalhão de Rondas e Ações Intensivas e Ostensivas (BPRaio) e do Batalhão de Choque (BPChoque) realizaram diligências em busca dos envolvidos no crime. Uma pistola foi apreendida junto do corpo de Anderson.

A mulher do sargento foi encaminhada ao Instituto Doutor José Frota (IJF), Centro, com um tiro na perna.  Segundo uma funcionária da unidade de saúde, ela estava observação.

 Segundo um policial que optou por não se identificar, quando chegou ao local do crime encontrou um dos filhos do sargento debruçado sobre o corpo do pai pedindo para que ele ‘levantasse’. A situação gerou comoção entre todos que estavam presentes.

Segundo o comandante do Batalhão de Policiamento de Eventos (BPE), major Milton Sampaio, o sargento atuava há quatro anos no BPE, na função de armeiro. "Era uma pessoa tranquila e de sorriso fácil. Muito trabalhador e competente", lamentou. O PM era pai de dois filhos.


Nenhum comentário:

Postar um comentário