APOIO

APOIO

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Promotor acusa Policiais Militares por espancamento contra menores no Ceduc de Caicó

 
Pelo menos 14 policiais militares estão sendo apontados como suspeitos de terem espancado - a chutes, socos e golpes de cassetete - adolescentes apreendidos no Centro Educacional (Ceduc) para menores infratores de Caicó, município da região Seridó do Rio Grande do Norte.
Segundo o promotor Vicente Elísio de Oliveira Neto, titular da 1ª promotoria de Justiça da comarca da cidade, as agressões teriam ocorrido na noite desta última segunda-feira (24). Nesta quarta (26), o próprio promotor instaurou um inquérito civil para "apurar as circunstâncias em que se deu o espancamento de 19 dos 19 socioeducandos internos no Ceduc Caicó".
O G1 falou com o major Walmary Costa, comandante do 6º Batalhão da PM em Caicó. Ele disse que ainda não tomou conhecimento da investigação e que só falará sobre o ocorrido quando for informado formalmente dos fatos. "Não estou sabendo de nada. Prefiro só me pronunciar quando for oficialmente comunicado", respondeu.
As supostas agressões, segundo o promotor, aconteceram após os adolescentes terem ateado fogo em um pedaço de colchão. "No dia 24, ainda à tarde, um dos menores foi espancado por dois policiais militares que faziam a escolta de dois adolescentes. De dentro do alojamento, um interno teria jogado um copo de plastico vazio nos PMs.


Fonte: G1/RN por Jair Sampaio

Nenhum comentário:

Postar um comentário