APOIO

APOIO

terça-feira, 7 de junho de 2016

Aos 90 anos de idade, Monsenhor Pinto emociona o público ao conduzir a Tocha Olímpica, em Angicos.



Em Angicos, a festa pela passagem da Tocha foi ainda maior. Até o comércio da cidade parou para celebrar os 19 condutores que percorreram as ruas. Entre as várias personalidades, o mais aguardado foi o Monsenhor Pinto. Com 90 anos de idade, sendo 60 só de sacerdócio, o pároco da Matriz de São José de Angicos foi ovacionado pela multidão em seu trajeto.

Essa experiência foi inusitada. Graças a Deus, ainda estou em condições de responder as manifestações de carinho que recebo. Passei a minha vida trabalhando com as crianças e a juventude, sendo professor e diretor, mas nunca tinha tido uma emoção como a de hoje. Na verdade, essa foi inusitada. Não poderia nunca pensar em dar entrevista e em participar do revezamento da Tocha Olímpica. Por isso que eu acho ótimo e acredito que seja o encerramento da minha carreira, da minha vida, que serve ao povo, que prega o civismo, que prega as verdadeiras coisas que fazem o homem crescer com a palavra de Deus - agradeceu Monsenhor Pinto.

Nesta segunda-feira, a Tocha ainda passa pelas cidades de Assú e Mossoró, na região Oeste do estado, quando encerra o trajeto em terras potiguares.

Texto - Jocaff Souza/Globoesporte.com
Imagens: Leonardo Ribeiro/Blog AngicosNotícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário