APOIO

APOIO

quinta-feira, 30 de junho de 2016

Causa da morte de ex-Miss Brasil deve sair em 30 dias

O delegado regional de Gramado, Heliomar Franco, afirma que a principal suspeita sobre a causa da morte da miss Brasil 2004, Fabiane Niclotti, de 31 anos, seja suicídio. Em coletiva, Franco e o delegado de Gramado, Gustavo Barcellos, disseram que não havia sinais de violência e a casa estava fechada normalmente.
Fabiane foi encontrada morta em sua casa, no Bairro Jardim Bela Vista, em Gramado (RS), por volta das 22h desta terça-feira por um amigo que estava acompanhado por homens da Brigada Militar. Seu irmão, Maico Niclotti, havia ligado diversas vezes para a irmã, mas sem sucesso. O corpo da miss foi enterrado às 17h e segundo peritos que investigam o caso, a causa da morte deve ser divulgada em 30 dias. A perícia coletou amostras de sangue que estão em análise em Porto Alegre, no Instituto Geral de Perícia.
Fabi, como era conhecida entre os amigos nasceu em 6 de outubro de 1984, em Gramado. Foi eleita Miss Rio Grande do Sul em 2003. No ano seguinte, se tornou Miss Brasil. Na época em que foi miss, ela cursava enfermagem em São Leopoldo. Atualmente, fazia Direito na Universidade de Caxias do Sul (UCS). Mais recentemente, chegou a cogitar uma pré-candidatura à vereança pelo PMDB de Gramado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário