APOIO

APOIO

terça-feira, 12 de julho de 2016

Morte de Dix-sept Rosado em acidente aéreo faz 65 anos

Hoje, 12 de julho de 2016, faz 65 anos anos da morte do então governador Jerônimo Dix-sept Rosado Maia. Estima-se que acidente aéreo que o vitimou ocorreu por volta de 9h de 12 de julho de 1951 (uma quinta-feira).
Dix-sept era passageiro de um avião Douglas C-47, Skytrain, Prefixo PP-LPG, de origem norte-americana (ano de fabricação: 1944), da companhia Linhas Aéreas Paulistas (LAP). Viajava com destino ao Rio de Janeiro (Capital Federal) de forma oficial.
O governador tinha como objetivo tratar de pauta relativa à estiagem no estado, como previamente adiantado com o Governo do presidente Getúlio Vargas.
A aeronave saíra de Natal com 33 ocupantes, sendo 28 passageiros e cinco tripulantes. Já fizera escalas em Recife-PE e Maceió-AL. Passaria ainda por Salvador-BA, além do Rio de Janeiro, até o Aeroporto de Congonhas (SP), o seu destino final na rota.
Chuva e mortes
Numa operação de aproximação para pouso no Aeroporto de Aracaúj-SE, acabou explodindo sem que ninguém escapasse do acidente. Destroços ficaram espalhados no Rio do Sal e cercanias, distante cerca de 3 quilômetros da pista em que deveria aterrissar.
Uma versão narra o seguinte: Dix-Sept Rosado e sua comitiva haviam decolado do Aeroporto de Parnamirim às 4h15min da manhã, do dia 12 de julho de 1951. Após escalas em Recife e Maceió, o avião aproximou-se de Aracaju.
Chovia fortemente na capital sergipana no momento do procedimento de pouso, executado pelo piloto Áureo Miranda. Devido as condições delicadas do tempo, ele optou por efetuar manobra guiada por instrumentos e NDB (equipamento que emite sinais de radiofrequência).
Uma das asas da aeronave atingiu uma árvore e o fim trágico foi inevitável. Morreram 28 ocupantes, Não houve sobrevivente.
O governante tinha pouco mais de 40 anos de vida quando faleceu.

Por Carlos Santos


Nenhum comentário:

Postar um comentário