APOIO

APOIO

terça-feira, 9 de agosto de 2016

Padre preso por suspeita de pedofilia é encontrado morto na cela

O padre Bonifácio Buzzi, de 56 anos, foi encontrado morto na manhã do domingo (7) no presídio de Três Corações, em Minas Gerais. O religioso, que já havia sido condenado por casos de pedofilia citados no filme “Spotlight”, foi preso novamente na sexta-feira pela Polícia Civil suspeito de ter abusado sexualmente de dois meninos, de 9 e 13 anos, no ano passado na cidade mineira. Segundo a polícia, Buzzi estava sozinho em sua cela e teria cometido suicídio. No local, foi encontrado um lençol amarrado na janela. Será aberta uma investigação para apurar a causa da morte. O padre foi detido na última sexta-feira no município de Barra Velha (SC), a cerca de 50 km de Joinville, para onde havia fugido desde que teve a prisão preventiva decretada em Minas Gerais. Em nota divulgada pela polícia, o delegado Pedro Paulo Marques disse que Buzzi confessou os crimes ao ser preso.



Além desse caso, o religioso já havia sido condenado outras duas vezes por abuso sexual de crianças: em 1995, acusado de abuso de garotos em um hospital psiquiátrico; em 2004, acusado pela prática de sexo oral em um menino. Os casos foram citados no filme “Spotlight” (2015), que recebeu o Oscar de Melhor Filme ao reconstituir as investigações do jornal “The Boston Globe” sobre casos de pedofilia cometidos por membros da Igreja nos Estados Unidos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário