APOIO

APOIO

segunda-feira, 15 de agosto de 2016

Polícia chega aos acusados: Incêndio que destruiu Mirante em Martins foi criminoso

No último 04 de agosto foi registrado um grande incêndio no Mirante São José, em Antônio Martins, cidade turística, localizada na região oeste do estado (RN), destruindo, parcialmente, o principal santuário turístico do município, e enquanto se pensava que tinha sido um curto na rede elétrica, a PM descobriu que foi criminoso.
Diligências da Polícia Militar daquele município, iniciadas neste sábado, 13 de agosto, apontaram que por trás de toda a tragédia à vegetação do parque tinha a mão humana, e assim, por meio de denúncias, os policiais chegaram ao hospital público de Catolé do Rocha, na Paraíba, e lá encontraram um suspeito internado, e com queimaduras.
O suspeito identificado e preso é Edson Alves Santos Filho, 19 anos, residente no sitio Borges, na zona rural de Catolé do Rocha-PB, tentando jogar a culpa em outro comparsa, o investigado disse que um menor de apenas 15 anos de idade foi o idealizador do incêndio. Os policiais, com apoio da PM paraibana, conduziram os dois à DP.
Edson confessou o ato criminoso e ainda disse que a intenção deles era colocar fogo em vários órgãos municipais da cidade, e assim não os fizeram por causa da lesão sofrida. As queimaduras se deram no momento que ateavam fogo no Mirante São José. Edson disse que a motivação era raiva da Polícia. a dupla foi ouvida na 8°DRPC/PB.
O investigado preso por suspeita de incendiar o Mirante em Martins é mais um que atendeu ordens da facção criminosa que iniciou ataques em todo o estado após a instalação de bloqueador de celulares no PEP de Parnamirim, na Grande Natal. Tropas federais ainda estão no estado colaborando com a polícia para prender os culpados.



Nenhum comentário:

Postar um comentário