APOIO

APOIO

sábado, 19 de novembro de 2016

Família não acredita na versão de suicídio de ex-candidato a prefeito de Goianinha

A família do engenheiro Renato Lima Ribeiro, de 47 anos, encontrado morto na última quarta-feira (16), não acredita na tese de suicídio. A esposa dele, Marcelle Ribeiro, publicou nesta sexta-feira, dia 18, uma nota pública no perfil oficial do marido, numa espécie de desabafo, onde coloca em dúvida a versão defendida pela polícia. 
Renato Lima, que foi candidato a prefeito de Goianinha nas eleições municipais de 2016, segundo as primeiras informações da polícia, foi o autor do disparo que provocou a própria morte. O corpo dele foi encontrado dentro de um carro nas proximidades de uma propriedade rural da família.
O delegado que apura o caso, Wellington Guedes, informou que foram encontradas três cartas na casa de Renato Lima escritas por ele, nas quais ele se despedia de parentes e agradecia à cidade de Goianinha. “As cartas descritivas, dirigidas a familiares. E os familiares reconheceram a letra dele” afirmou o delegado, em entrevista do dia 17. Além disso, nos exames residográficos, a perícia encontrou pólvora em uma das mãos do engenheiro.
Segundo a carta públicada pela esposa, a morte de Renato Lima foi "estranha e prematura". Marcelle Ribeiro relata a tristeza dos filhos e o fato de que o engenheiro estava com a agenda repleta de atividades. "Você estava com passagem comprada pra ir a Brasília na quarta-feira lutar pelos canavieiros, estava com hotel marcado, mala pronta e só tinha ido a Goianinha rápido, mas voltaria...", detalha a esposa.
 
A nota ainda pede que o delegado responsável pelas investigações não dê mais entrevistas sobre o caso. "Não precisamos de sensacionalismo", explica. 
 
Leia a carta publicada pela esposa de Renato Lima
 
"Renato, que saudade de você! Ainda não consigo aceitar que você se foi de forma tão estranha e prematura. Seus filhos perderam um pai e eu perdi o amor da minha vida! Essa história está muito mal contada, pois via em seus olhos a empolgação e motivação pra continuar sua luta por uma Goianinha mais justa! Você respeitava seus eleitores, e jamais os decepcionaria! Você estava com passagem comprada pra ir a Brasília na quarta-feira lutar pelos canavieiros, estava com hotel marcado, mala pronta e só tinha ido a Goianinha rápido, mas voltaria... e já conversava com o nosso Vítor de forma muito carinhosa que chegaria a tempo de Brasília para ir a festinha de aniversário na escola nesta sexta-feira.
Talvez um dia conseguiremos entender o que aconteceu, mas tudo o queríamos era você de volta! Você foi um ser humano com uma das almas mais puras que já conheci. Um homem bom, íntegro, simples, de comportamento sereno e humilde, responsável, querido por todos, e muito amado por sua família. Não deixaremos ninguém denegrir sua imagem. Peço ao delegado que pare de dar entrevistas. Não precisamos de sensacionalismo. Peço também a Nação 55 que respeite nossa dor! Renato estava cheio de gás e com esperanças de ainda ser o prefeito desta maravilhosa cidade e lutar pelos direitos do povo, começando pelos mais necessitados. Você, Renato ficou na história, e sei que está junto a Deus neste momento, porque um homem como você merece todas as bênçãos. Choro agora, por saber que nunca mais te verei abrindo a porta de casa, trazendo pão quentinho e me chamando pra tomar café; que nunca mais sairemos juntos pra tomar sorvete; que nunca mais sairemos de mãos dadas com nosso Vitor, um de cada lado... te amo, te amo, te amo!
Fique bem... procure sempre a luz, pois é embaixo dela que você pertence e nos proteja aí de cima... olhe por nós, porque neste momento, ainda não sabemos como viveremos sem você...
Sua luta agora é a minha luta, a luta da sua família! Honraremos seu nome, sua integridade e faremos de tudo para que os seus sonhos se realizem um dia! Defenderei seu nome até meus últimos dias!
VAI COM DEUS, MEU GUERREIRO!
 
Saudades ETERNAS,
Sua,
Marcelle"
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário