APOIO

APOIO

terça-feira, 1 de novembro de 2016

Presídios do RN receberão equipamentos de segurança usados nas Olimpíadas do Rio. CDP de Jucurutu está entre os contemplados

Parte dos equipamentos utilizados nas revistas pessoais durante os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro 2016 estão sendo encaminhados para penitenciárias do Rio Grande do Norte. Nesta segunda-feira (31) chegaram 7 esteiras com raio-x e 13 portais detectores de metais. Após serem usados na segurança dos atletas olímpicos e paralímpicos, serão usados para reforçar a fiscalização nos presídios potiguares, melhorando, por exemplo, a revista dos visitantes.
Os portais são equipamentos capazes de detectar elementos de metal conduzidos no corpo ou nas vestimentas, através de sinal luminoso e sonoro. As esteiras são equipamentos onde são vistoriados objetos que entram nas unidades prisionais.
Receberam os portais os Centros de Detenção Provisória de Apodi, Assú, Currais Novos, Jucurutu, Parelhas,  Patu, Pirangi, Santa Cruz, Natal, Cadeia Pública de Ceará Mirim, Penitenciária Estadual de Alcaçuz, Presidio Estadual de Parnamirim e o Presidio Estadual do Seridó. Foram contemplados com as esteiras a Cadeia Pública de Natal, O Presídio Estadual Rogério Coutinho Madruga (Pavilhão 5), Cadeia Pública de Ceará Mirim, Cadeia Pública de Mossoró, Complexo Penitenciário  Estadual Agrícola Mário Negocio, Cadeia Pública de Caraúbas e o Presidio estadual do Seridó.
Segundo o Ministério da Justiça, os contratos de compra dos equipamentos feitos pelo Departamento Penitenciário Nacional para a Olimpíada já previam a entrega e a instalação dos mecanismos pelas empresas fornecedoras diretamente às penitenciárias, logo após o evento esportivo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário