APOIO

APOIO

quinta-feira, 23 de março de 2017

Sem ar-condicionado, ambulâncias do Samu funcionam em péssimas condições

A crise no sistema de atendimento médico feito por ambulâncias — que inclui o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) – está instalada há um tempo em Natal, afirma o Sindicato dos Servidores em Saúde. De acordo com a entidade, há mais de dois meses o Samu Natal atende sem ar-condicionado. Há quase cinco meses, apenas sete ambulâncias estão funcionando, das nove que existem. Além disso, algumas ambulâncias estão com pneus carecas e sem sirene. Em alguns casos, por causa dos pneus carecas, os condutores deixaram de fazer a ocorrência, pois chovia muita.
Para Célia Dantas, diretora do Sindsaúde-RN, a situação dessas ambulâncias são preocupantes. “Já houve diversos casos em que os funcionários passaram mal por causa da temperatura, imaginem um paciente com enfermidade”, questionou Célia. Segundo a diretora do Sindsaúde, as medicações precisam estar em uma temperatura ambiente, mas sem ar-condicionado, elas esquentam a ponto de não serem úteis. “A situação é tão grave que em diversas vezes, pacientes não puderam ser medicados durante o percurso, porque as medicações estavam muito quentes”, declarou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário