APOIO

APOIO

sexta-feira, 24 de março de 2017

Papa vai canonizar Mártires de Cunhaú e Uruaçu

Os beatos mártires de Cunhaú e Uruaçu serão canonizados. O anúncio foi feito nesta quinta-feira (23), em audiência do Papa Francisco com o Cardeal Angelo Amato, Prefeito da Congregação da Causas dos Santos. O Santo Padre aprovou os votos favoráveis da Sessão Ordinária dos Cardeais e Bispos Membros da Congregação sobre a canonização dos beatos André de Soveral e Ambrósio Francisco Ferro, padres e Mateus Moreira, juntamente com seus 27 companheiros leigos. Além dos Protomártires do Brasil, Francisco vai canonizar outros beatos, como os pastorzinhos de Fátima. Após a aprovação, o próximo passo será a assembleia dos cardeais com o Papa, para definir o local e data para a canonização.
O processo de canonização estava na Congregação para a Causa dos Santos, no Vaticano, desde o segundo semestre de 2015, por indicação do pontífice. No mês de setembro do ano passado, o Arcebispo Metropolitano, Dom Jaime Vieira Rocha esteve em Roma, participando de uma audiência com o Papa Francisco para tratar sobre a canonização. No mês de outubro, a Arquidiocese de Natal recebeu a visita do Núncio Apostólico no Brasil, Dom Giovanni D’Aniello. Na ocasião, o representante do Papa no país conheceu os locais dos martírios e pode presenciar a devoção do povo potiguar aos beatos.
O martírio
Em 16 de junho de 1645, os mártires André de Soveral, Ambrósio Francisco Ferro, Mateus Moreira e seus 27 companheiros leigos foram cruelmente mortos por 200 soldados holandeses e índios potiguares. Os fiéis estavam participando da missa dominical, na Capela de Nossa Senhora das Candeias, no Engenho Cunhaú, no município de Canguaretama. Foram mortos mais de 80 fiéis, sendo 30 beatificados por São João Paulo II, na Praça de São Pedro, em Roma, no ano 2000.

Nenhum comentário:

Postar um comentário