APOIO

APOIO

sexta-feira, 29 de junho de 2018

Geraldo Melo diz que PDT fechou as portas para o PSDB



Pré-candidato ao Senado pelo PSDB, Geraldo Melo esteve sendo entrevistado na FM 104,9 Timbaúba em Santana do Matos.
o ex-governador e ex-senador Geraldo Melo declarou, na rádio 104,9 FM, que as circunstâncias políticas deverão consolidar a parceria entre os tucanos e o PSD do governador Robinson Faria.
Porém, Geraldo Melo disse que esta era uma análise pessoal sua e ressaltou que a decisão final caberá ao presidente do partido, deputado estadual Ezequiel Ferreira de Souza, que está concluindo as conversações e os acordos partidários.
Geraldo Melo fez análise do cenário político usando o critério de eliminação. Para ele, das candidaturas viáveis, somente uma demonstrou afinidade política e as outras praticamente fecharam as portas. “Visto que é impossível coligar PSDB por exemplo com Carlos Eduardo pois fechou as portas para o PSDB, primeiro quando disse que não havia espaço na majoritária e depois quando negociou com Antônio Jácome para o Senado tirando Agripino da disputa, as circunstâncias nos levam ao PSD, mas isso está a cargo do nosso presidente”, destacou.
O ex-governador e pré-candidato a senador, esteve acompanhado do pré-candidato a deputado federal Cipriano Correia, (filho aqui de Santana do Matos), do pré-candidato a suplente de senador Haroldo Azevedo e o ex-prefeito de Pureza Henrique Santana.

Nenhum comentário:

Postar um comentário