APOIO

APOIO

quinta-feira, 12 de julho de 2018

Imagens mostram jovens resgatados de gruta se recuperando em hospital


Os quatro primeiros meninos a serem resgatados da caverna na Tailândia, no domingo (8), já estão comendo normalmente e andando, disseram autoridades nesta quarta-feira (11). Já os quatro garotos retirados na segunda estão comendo comidas em purê. Três dos garotos e o treinador estão com infecção nos pulmões e vão tomar remédios por sete dias, disse Thongchai Lertwilairatanapon, inspetor de saúde do governo.
Os meninos vão ter que ficar no hospital por até dez dias, disse o diretor do local, Chaiwetch Thanapaisal, e depois se recuperar em casa por ao menos 30 dias. Os pais dos oito primeiros meninos a serem resgatados puderam ver as crianças, mas tiveram que usar roupas especiais e ficar a dois metros de distância por precaução, para evitar a transmissão de infecções.
Os meninos perderam peso durante os 18 dias até o final dos resgates na caverna e sobreviveram aos primeiros dez dias, antes de serem achados, tomando água que pingava na gruta, disseram as autoridades.
Os garotos perderam em média 2 kg cada um. "Sem receber comida, nós podemos sobreviver por alguns meses, mas o que é preciso é água, que a caverna tem, e eles escolheram água limpa para beber", disse Thongchai.
As crianças também passarão por uma avaliação de saúde mental.
O resgate dos 12 meninos e de seu treinador de futebol terminou nesta terça-feira (10), após 18 dias de tensão. Os SEALs da Marinha da Tailândia divulgaram nesta quarta (11) um vídeo com cenas do difícil resgate dos meninos.
Os 12 meninos e o treinador estavam explorando as cavernas de Tham Luang Nang Non em 23 de junho e ficaram presos quando o local alagou devido a chuvas. Eles foram localizados dez dias depois.
Os meninos, com idade entre 11 e 16 anos, estavam presos a cerca de 4 km da entrada da caverna e a 800 metros de profundidade. Para sair, cada um deles fez o trajeto usando tanques de oxigênio e foi acompanhado por dois mergulhadores durante o percurso, que incluiu passagens escuras e apertadas, cheia de cheias de água barrenta.
Agora que o resgate terminou, a caverna deve ser fechada para ter a segurança reforçada e depois será reaberta ao turismo. 

Com informações da Folhapress.

Nenhum comentário:

Postar um comentário