APOIO

APOIO

terça-feira, 5 de julho de 2016

Corredômetro registra 190 pacientes em macas: número é o maior desde sua criação

Nesta segunda-feira, a quantidade total de pacientes em macas nos quatro maiores hospitais do RN registrou o maior número desde o início do Corredômetro, em junho de 2015. O número chega à 190 pessoas em macas, batendo o recorde da contagem de maio deste ano, que alcançou 189.
No Hospital Walfredo Gurgel, a contagem contabilizou 94 pacientes recebendo atendimento em macas, sendo 30 diretamente nos corredores. Cerca de 8 pacientes estão à espera da internação na UTI. Em maio, pela primeira vez, o Walfredo atingiu 100 pacientes, durante o governo Robinson, que de acordo com o Corredômetro, chega a índices semelhantes ao do governo Rosalba Ciarlini. No Hospital Regional Tarcísio Maia, em Mossoró, foi contabilizado 46 pacientes em macas. Na semana passada, servidores do Tarcísio Maia registraram a presença de um rato na sala de apoio do Pronto Socorro.
“A superlotação continua mostrando que a falta de leitos é uma realidade que tem continuidade no governo Robinson. Assim como os problemas estruturais, falta de materiais e medicamentos e déficit de servidores, nos hospitais do RN. Uma das reivindicações da nossa greve, são mais recursos para a saúde, que o governo invista o que de fato a saúde necessita”, disse Manoel Egídio Jr, Coordenador-geral do Sindsaúde.
Os servidores da saúde do estado entram para a segunda semana de greve. Na quarta (06), a categoria realizará um ato unificado com o funcionalismo estadual, em defesa da saúde pública, no Hospital Onofre Lopes, às 09h.



Nenhum comentário:

Postar um comentário