APOIO

APOIO

sexta-feira, 12 de agosto de 2016

Fala de ministro da Saúde: críticas da própria filha

A declaração do ministro da Saúde, Ricardo Barros, de que os homens vão menos ao médico porque trabalham mais, levou a própria filha do ministro, a deputada estadual Maria Victoria Borghetti Barros (PP-PR), a criticar a afirmação do pai nesta quinta-feira (11). “Trabalhamos 5 horas a mais na semana que os homens”, reagiu a filha, acrescentando ainda que as mulheres fazem “jornada dupla de trabalho, quando voltam para casa”.
A fala do ministro também ocorreu nesta quinta, durante anúncio da criação de um plano para aumentar as estatísticas de atendimento a homens na rede pública de saúde do Brasil. Para Barros, os homens vão menos aos serviços de saúde porque trabalham mais. “Eu acredito que é uma questão de hábito. Os homens trabalham mais, são os provedores da maioria das famílias e não acham tempo para a saúde preventiva. Isso precisa ser modificado”, disse. A filha reagiu à declaração do pai no início da noite, e a bronca foi parar no Facebook. Maria Victoria postou um vídeo criticando a fala do pai em seu perfil na rede social.

Nenhum comentário:

Postar um comentário