APOIO

APOIO

terça-feira, 1 de novembro de 2016

Presídios do RN recebem equipamentos de segurança e agentes penitenciários concluem Curso de Inteligência

A Secretaria de Estado da Justiça e Cidadania já começou a receber equipamentos de segurança que foram usados nas instalações dos jogos olímpicos do Rio de Janeiro. São 7 esteiras com raio-x e 13 portais detectores de metais que serão instalados nas unidades prisionais do Rio Grande do Norte.
Os portais são equipamentos por onde passam pessoas, capazes de detectar elementos de metal conduzidos no corpo ou nas vestimentas, através de sinal luminoso e sonoro. Os equipamentos já existem em algumas unidades prisionais do Rio Grande do Norte, bem como as esteiras por onde são vistoriados objetos que entram nas unidades prisionais, identificando através de cores e formas bem definidas materiais contidos em bolsas e similares ou em outros tipos de objetos, como alimentação e roupas, por exemplos. As esteiras com raio-x, são usadas na vistoria de bagagens de aeroportos no mundo todo.
Receberam os portais os Centros de Detenção Provisória CDP de Apodi, CDP de Assú, CDP de Currais Novos, CDP de Jucurutu, CDP de Parelhas, CDP de Patu, CDP de Pirangi, CDP de Santa Cruz, CDP de Natal, Cadeia Pública de Ceará Mirim, Penitenciária Estadual de Alcaçuz, Presidio Estadual de Parnamirim e o Presidio Estadual do Seridó.
Foram contemplados com as esteiras a Cadeia Pública de Natal, O Presídio Estadual Rogério Coutinho Madruga (Pavilhão 5), Cadeia Pública de Ceará Mirim (em construção), Cadeia Pública de Mossoró, Complexo Penitenciário  Estadual Agrícola Mário Negocio, Cadeia Pública de Caraúbas, Presidio estadual do Seridó.
Unidades prisionais do Rio Grande do Norte foram incluídas no primeiro lote de equipamentos e máquinas ofertadas pelo DEPEN, o que tornou possíveis revistas com observância das cautelas legais. Entre os equipamentos citamos 02 (duas) esteiras com raio X; 18 (dezoito) pórticos/portais detectores de metais; 36 (trinta e seis) banquetas de Inspeção; 83 (oitenta e três) detectores manuais de metais. O material foi entregue e instalado em agosto de 2015.
Além disso, ainda como legado das Olimpíadas do Rio, as unidades prisionais de todo o Brasil devem receber brevemente veículos, comprados e usados nas operações de segurança durante os jogos olímpicos. São eles 04 (quatro) viaturas celas, 02 (dois) ônibus e 02 (dois) veículos 4x4. A Sejuc RN adquiriu por outra fonte, 4 furgões. Todos devem integrar a frota e reforçar o trabalho de administração penitenciária da Secretaria da Justiça e da Cidadania do RN.
Os equipamentos devem reforçar e melhorar a qualidade do trabalho efetuado nas unidades prisionais do Rio Grande do Norte.
Curso de Inteligência
A Secretaria de Estado da Justiça e da Cidadania promoveu, de 17 a 26 de outubro, o I Curso de Inteligência Penitenciária do RN (CIP), direcionado a 34 agentes penitenciários. Participaram do treinamento membros dos sistemas prisionais do Ceará e da Paraíba, da Polícia Militar do RN, Exército Brasileiro, Ministério Público e da Guarda Metropolitana de Natal.
O objetivo do I CIP foi qualificar agentes penitenciários em nível de gestão e execução, para o exercício de funções específicas das atividades de inteligência penitenciária de interesse da Secretaria de Estado da Justiça e da Cidadania do RN. Também objetivou intercâmbios com outras instituições que agregam valores na produção do conhecimento.
Entre os objetivos específicos, o curso reuniu conhecimentos relacionados à área de inteligência estratégica, análise e produção de conhecimento, de contra inteligência, interrogatório/entrevista, inteligência cibernética e operações de inteligência.
As aulas focaram, entre outras habilidades, aos participantes a exercerem as funções da atividade de inteligência penitenciária de forma globalizada e generalista. O corpo docente foi composto por membros do Ministério Público, da Polícia Federal, da Polícia Rodoviária Federal, da Abin (Agência Brasileira de Inteligência), do Sispen (Sistema Penitenciário) Federal, da Polícia Militar do RN e da Polícia Militar da PB.
Este curso é uma das primeiras atividades do setor de inteligência da Secretaria de Estado da Justiça e da Cidadania do RN (Sejuc RN) e representa um marco histórico para a secretaria e para o Governo do Estado do RN, em suas atividades em prol da segurança pública.
Na aula inaugural, o Juiz de Execuções Penais Henrique Baltazar falou sobre o tema “Teorias, Inteligência e Verdade”


Nenhum comentário:

Postar um comentário