APOIO

APOIO

sábado, 1 de julho de 2017

Fátima Bezerra: “Nós não vamos aceitar tirar Temer para colocar Maia”

agorarn A senadora Fátima Bezerra, durante a greve geral desta sexta-feira (30), criticou a manutenção de Michel Temer na presidência da República e defendeu a convocação de eleições diretas para renovação do cargo de presidente.
De acordo com Fátima, as manifestações devem continuar para estimular a saída de Temer. “Foi com o povo nas ruas que derrubamos a ditadura militar. Nós não vamos aceitar indiretas. Não vamos aceitar tirar Temer para colocar Maia. Nós queremos a democracia de volta”, criticou.
Para Fátima, as reformas trabalhistas e previdenciária fazem parte de um processo ao qual ela classificou como “processo de destruição do país”. Ela destacou que a aprovação da matéria que trata da reforma trabalhista na Comissão de Cidadania e Justiça (CCJ) do Senado Federal, aconteceu exatamente dois após a denúncia do Ministério Público Federal (MPF) contra o presidente Michel Temer.
“Mais do que nunca nós demos que denunciar o governo que aí está pelo métodos escusos com que esse governo vem. O processo de destruição do nosso país, em curso, é um processo violento. É um ataque aos direitos trabalhistas. Abaixo às reformas amaldiçoadas”, finalizou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário