APOIO

APOIO

quarta-feira, 4 de julho de 2018

ITEP inaugura primeiro laboratório de DNA do RN nesta quinta-feira

José Aldenir / Agora Imagens
Primeiro laboratório de DNA no Rio Grande do Norte
A população do Rio Grande do Norte passará a contar, a partir desta quinta-feira, 5, com a realização de exames de identificação de pessoas por meio do código genético. Será inaugurado, às 10h, o laboratório de DNA do Instituto Técnico-Científico de Perícia (ITEP), instalado no Complexo da Degepol. O Tribunal de Justiça do RN é parceiro da iniciativa.
Por meio de convênio celebrado com o órgão, o TJRN destinou mais de R$ 1 milhão para a aquisição de um sequenciador genético e demais acessórios específicos para análises laboratoriais. Este é o equipamento necessário para a realização dos exames de DNA, os quais vinham sendo realizados até então no estado da Bahia. A aquisição trará maior agilidade na solução de crimes e identificação de pessoas.
Para o diretor do ITEP, Marcos Brandão, a operacionalização do laboratório é uma grande conquista para o instituto e o Estado. “Agora teremos maior agilidade na solução de crimes e vamos conseguir reduzir de seis meses para apenas 20 dias a emissão dos resultados de identificação humana. Isso é uma conquista importante tanto para o Instituto quanto para o Estado, pois até então nós não tínhamos como realizar exames de DNA aqui no RN”, destaca Brandão.
O presidente do TJRN, desembargador Expedito Ferreira, destaca a importância do equipamento para o trabalho de perícia forense e lembra que como contrapartida do convênio o ITEP realizará exames de paternidade e identificação humana que forem solicitados pelo Poder Judiciário potiguar.
Marcos Brandão ressalta que o sequenciador genético é uma das mais poderosas ferramentas dentro da Perícia Forense. “Este equipamento é fundamental para que possamos auxiliar a Justiça de forma inconteste na elucidação de fatos delituosos com maior rapidez e a segurança de termos uma prova técnica irrefutável”, explica.
O laboratório forense do ITEP foi construído com recursos próprios do órgão no antigo imóvel de Análises Químicas da Emparn, que fica ao lado da Central de Flagrantes, no Complexo da Degepol, no bairro de Cidade da Esperança.

Nenhum comentário:

Postar um comentário